web analytics

Espaço do Leitor: O sinal WOW! – Por que aquela noite foi diferente de todas as outras?

Mesmo após a mais provável explicação do sinal WOW ter sido esclarecida, Seth Shostack ainda não admitiu que WOW não é um sinal natural e comum. Vamos olhar para o que ele tem de tão peculiar:

1. Regularidade de tempo e intensidade e frequência usada:

  • Regularidade de 6 “picos” de rádio distribuídos uniformemente em seções de 12 segundos ou seja 6 picos x 12 segundos= 72 segundos, um espaço muito curto é verdade, mas como o radar BIG EAR não é articulável, é quase exatamente o que se esperava de uma comunicação intencional, 36 segundos aumentando + 36 segundos diminuindo, já que a rotação da Terra só permite estes 72 segundos de observação de uma seção do céu para este radar. Outra curiosidade é a frequência detectada, o valor inferior é 1420. 3560 MHz e o valor superior é 1420. 4556 MHz. A curiosidade sobre estas frequências é que a linha de hidrogênio está bem no meio delas, 0.996 MHz acima do mais baixo, e 0,996 MHz abaixo do mais alto está a frequência do Hidrogênio (1420. 4057 MHz). Existe uma expectativa de que a comunicação interestelar ocorra assim, manipulação eletromagnética através do hidrogênio…

2. Mas o que significa 6EQUJ5. Seria um código?

  • É aqui que eu resolvi fazer uma “brincadeira”, que para mim foi divertida como uma brincadeira de caça palavras, sem querer fazer disto um charlatanismo, pois não tenho certeza de nenhuma manifestação inteligente. Apenas achei o resultado impressionante, como quem admira a natureza de um pavão ou de uma flor rara e impressionante. O código do sinal WOW foi feito de forma simples; em um plano cartesiano, foi colocado no eixo X o tempo em segundos e no eixo Y foi colocado a intensidade do sinal, e posteriormente (para complicar) foram colocados os numerais de 0-9, seguidos do nosso alfabeto (romano ou latino). Explico:

aquela noite foi diferente

Nos primeiros 10 segundos o sinal atingiu um pico de 6 de intensidade (linha azul no gráfico), permaneceu assim por um breve momento e subiu para 14 de intensidade segunda linha azul e assim por diante até construir o sinal (6, 14, 26, 30, 19 e 5) de intensidade ou seja (6-E-Q-U-J-5), trocando a intensidade por números (0~9 Seguido de A~Z ) no plano vertical. Se fosse colocado o contrário (A-Z seguido de 0~9) teríamos (F-N-2-6-5-M).

Então pensei se alguém teria pensado em decodificar o sinal colocando o alfabeto hebraico. Por que não?

  • Se tantos agroglifos impressionantes com interpretações míticas ou místicas tem “surgido” ao longo dos anos.
  • Se algumas manifestações ufológicas são atribuídas a seres demoníacos e anjos.
  • Se existe um Deus que tudo criou, não estaria presente em outras civilizações avançadas? E estas civilizações tendo acesso à nossa cultura, não teria dado importância ao alfabeto que conta a história religiosa que demarcou a contagem da história em antes e depois Dele, AC & DC, em quase todas civilizações? E se as mensagens forem de anjos ou de demônios, presentes no repertório de alguns crentes da ufologia, que creem também nos agroglifos místicos como manifestação, não seria o babilônico, grego, aramaico e principalmente o hebraico o alfabeto escolhido para o sinal WOW?
  • Outra possibilidade que considerei de tal escolha é que o alfabeto hebraico, além de sons (fonemas) como o nosso, é composto de ideogramas que podem dar ideias pelos objetos associados, também possuem valores numérico para todas as letras e também não têm vogal, sendo mais fácil produzir palavras que façam sentido. Embora esta facilidade possa ser a melhor opção de escolha por limitações desconhecidas de geração de um sinal tão intenso, esta facilidade também pode trazer tudo para estaca zero em provas de uma artificialidade na sua ocorrência, pela facilidade de formação de palavras que façam nexo.

Pois bem, o alfabeto hebraico tem 22 letras, com mesmo fonema e ideograma + 5 letras (soft) usadas em finais de palavras, portadoras de valores diferentes e significado um pouco diferente. Porém a intensidade do sinal detectado vai da menor unidade 1 até 30 vezes esta unidade, porém podemos ver que os números que impressionam Dr. Jerry Ehman em um quadro lotado de 1,2,3 são os circulados, apenas os que vêm a partir do insignificante 4.

Portanto, em eletrônica para qualquer dispositivo detector de sinal (rádio), são construídos filtros (passa-baixas) para eliminarem estes sinais indesejados (ruídos de fundo). Assim, temos agora intensidade detectada de valor 30 menos o 4 (insignificante) = 26 mais alto desta análise, portanto os (6, 14, 26, 30, 19 e 5 do SET) agora limpos dos ruídos são (2-10-22-26-15-1) (quatro a menos em cada unidade). Então darei ao primeiro valor interessante mais baixo (1) a primeira letra do Aleph-Beit hebraico, e assim por diante até o mais alto (26), como poderá ser visto na figura abaixo:

Coloquei nesta análise alguns conhecimentos ou estudos a cerca do aqui chamado “Livrão”. Acrescentaria também conhecimentos químicos, históricos, matemáticos, eletrônicos que fossem do meu conhecimento ou pudessem ilustrar alguma artificialidade. Peço para os colegas não confundirem isto com pregação religiosa, mas como coincidência do sinal com crenças que não dão validade nem para crenças e nem tão pouco para o sinal, a não ser que seja incluído nele um estudo probabilístico para a causa do qual não me acho com conhecimentos matemáticos para faze-lo. Cada um poderá comentar na sua devida hora.

Pois bem… o código apurado em hebraico é (Bet+Yod+Tav)(2-10-22) ascendendo, descendo temos (Pê final+Samech+Alef)(26-15-1), vamos analisar primeiro este sinal ascendente. Na figura abaixo transliterei da direita para esquerda como é escrito no hebraico (B+E+T):

Conhecido também por TAW ou TALL.
Significado = Sinal.
Em aramaico um código representado pictograficamente por uma cruz.
Valor = 400

 

Uma mão que cria e impulsiona.
Se coloca anterior é “posse”, meu/minha”
Hebreus diziam que o Alef-Bet foi criado por Yod em movimento.
Valor = 10

 

 

Bet ou Beith.
Significado = Casa, Morada.
Prefixiva = EM
3 Paredes e uma abertura, voltada para a criação.
Valor = 2

 

As curiosidades são inúmeras:

  • A primeira letra se chama Bet que significa Casa, e a palavra formada também é Bet transliterado (A transliteração nem sempre tem os mesmos caracteres ou pronuncia. Caso queira pesquisar no hebraico, se pronuncia beith, bet, bati dependendo da região) (BET = B + YOD ou IUD = Y, I, EI, E (dependendo do sotaque) e finalmente + TAV = T).  Porém a PALAVRA escrita exatamente com estas letras é Casa em hebraico. Eu comparo isto com dar para alguém 27 números e pedir de volta uma sequência de três, onde eu perceba que houve a intenção de escolher e este alguém escolhe devolver 1-2-3, porque além de sequência são os três primeiros, e BET (CASA) é a unica PALAVRA hebraica que começa com a letra que tem o mesmo nome, pronuncia e significado da palavra completa.
  • Na cultura hebraica a importância dada à matemática na construção dos livros era tão grande, que conheço 3 histórias que justificam o primeiro livro da Bíblia não começar com a letra ALEF, primeira letra do alephbet de valor 1, e sim com a Letra B do título do livro Gênesis = Bereshyit. Não quero me estender a estas justificações, porém ALEF não tem som associado, podendo ser (a-e-i-o-u) ou nenhuma delas. Comparado com nosso H é dada a ela o poder de ser misteriosa. Para os hebreus o “B” disputa com o A a importância de ser a primeira letra, mas foi colocada em segundo por ter o valor 2. E Alef, também muito importante, mas tem valor 1. Penso eu que para um escriba faria um sentido especial que um sinal místico começasse com B, e faria muito sentido que fosse uma palavra que terminasse a letra TAV, a última letra do alephbet. Ou seja, para o hebraico toda criação esta compreendida entre BET e TAV e o Alef é um mistério adicionado, tipo um complicador na criação.  ALEF pode ser Adão, o homem ou até Jesus enquanto homem.
  • A última curiosidade que coloco aqui é o significado pictográfico destas três letras: CASA + IMPULSO + SINAL. (“WOW!!!”não vou me delongar mas faço das palavras de Jerry Ehman, minhas palavras) Obs.: Quando se traduz do hebraico ao pé da letra, tem o mesmo efeito do inglês de palavras truncadas sem os pronomes e artigos que temos no português, o que pode-se dizer que a melhor interpretação para isto é ” Impulsiono um sinal para a casa (ou para a dimensão matéria)”.

O sinal que deveria descer (Segunda Parte).

 

 

  • A sequência seguinte na caída do sinal, ou descida do gráfico, é PÊ / FÊ (Final) + SAMECH + ALEF. Nesta sequência não achei tradução hebraica nem no dicionário, nem na bíblia. Não desanimem pois PÊ / FÊ (final ou sofit) só é usado no final das palavras. Concluí portanto que deveria começar da ponta para o centro, na ordem inversa de tempo. Encontrei mais justificativas lógicas que serão comentadas mais adiante. Assim é transliterado para Asaf ou Assaph, lembrando que transliteração nunca é exata, visto que depende do sotaque da região de onde se fala e da região de onde se traduz.

Vamos às curiosidades:

  • Que nenhuma palavra se formou na ordem lógica é ótimo para o cético, mas uma letra que indica que “deva” se montar na ordem cronológica inversa no início da caída do sinal da nova perspectiva. Abaixo coloquei uma analogia gráfica apenas como exemplo, como deveria ser interpretado: Meu Lar ou Meu Ral?

  • A não ser que a intenção fosse marcar a divisão em duas palavras como o fizemos (BET + ASAF), então o PÊ final de valor 26 seria um divisor incontestável, também poderia ser pela forma gráfica final como veremos adiante e o significado de “esmaecer” o sinal não fosse “bem visto”.
  • Pois bem duas palavras na bíblia são escritas exatamente como no “código”: ASAF pode ser um nome de um importante líder entre os sacerdotes da tribo de Levi, reinado de Davi e posteriormente exilado para Babilônia, salmista, compositor e profeta. Sua família de músicos estava presente nos louvores, instrumentistas e cantores. Asaf era o líder que conduzia o louvor musical, seu instrumento era o címbalo (como aqueles pratos de banda de música, só que menores). O interessante é que o encarregado do címbalo conduz o ritmo, fazendo marcações do tempo com SINAIS sonoros (entenderam, sinais regulares?).
  • Mas ASAF também é um verbo, que aparece nas escrituras no sentido de ASSEMBLAR. Exemplo: “junte o povo para que decidamos, ou junte o povo para as novas diretrizes, é hora de juntar para batalha , etc…”
  • Pontos embaixo destas letras podem mudar a pronúncia, ou para nós a presença de uma vogal alterando a tradução em ASAF, sem mudar estas letras apenas por presença de pontos poderia ser ACIPH, com tradução de colheita, se um verbo seria recolher.
  • Significado pictográfico da sequência das letras seria ALEF=Vencedor/Homem/boi/Yeshua + SAMECH = bençao/imposição da mão para em uma ordenação sacerdotal/missionar + PÊ = Bôca /Palavra proferida/ Aquí. Minha interpretação na lógica seguida até aqui seria Abençoo o Homem/vencedor/escolhido, aqui. Para uma interpretação menos espiritualizada e menos literal acho que cabe a ideia “Seja Bem-vindo”.
  • Para quem prestou atenção, reparou que em 27 caracteres diferenciados, 22 Alefbeth + 5 sofits, o sinal WOW filtrado ficou com 26 níveis de intensidade. Se reparar no gráfico do WOW o sinal foi um pouco além, digamos nos pés de TZADE, a última letra (Sofit) que ficou de fora. O tsade normal é humildade/noiva de Alef/ Pessoa justa/humilhado na humildade, já o TZADE sofit (do código) representa o TZADE, que foi elevado após a humilhação. O Justo de braços levantados em vitória, novamente pode se ter uma ideia espiritualizada em Jesus ou pode se acreditar que é alguma inteligência maior extraterrestre que está por trás.

Já ouviram aquela frase “Entendeu ou quer que eu desenhe?” Pois é! Vamos ver o que está desenhado… Duas setas que apontam na mesma direção, aos Pés de Yeshua ou um Extraterrestre evoluído, que nos aguarda na jornada (Tsade Elevado). De um lado temos uma benção ou boas vindas ao Homem forte, vencedor, ao chegar lá. Do outro lado temos a casa que representa a criação ou esta dimensão, impulsionada por uma mão em direção ao TAV. O Tav é a mesma cruz que os franciscanos usam, com o mesmo sentido da palavra ASAF, ou seja, reunir em prol de uma decisão (assemblar).

Observe o eixo X na ordem hebraica de leitura (direita para esquerda) temos Alef+bet ou Alephbet (Alfabeto transliterado), que também significa Pai ou líder.

Novamente quero fazer um adentro na importância matemática do alephbet para o hebraico. Na biblia onde “Souferim” foi traduzido para “os escribas” no pé da letra, seriam “os somadores” ou “contadores”. Estes tinham regras matemáticas para conferir que nenhum ponto seria perdido ao reproduzir um livro. Nisto, segundo, eles foram percebidas inúmeras curiosidades matemáticas que se repetiam. Até hoje esta arte é muito estudada e inúmeras curiosidades, além da probabilidade aceitável, foram encontradas. Esta arte é chamada guematria ou gematria, e muitos escritos eram avaliados pela perfeição matemática que se confirmava no alephbet. A Kaballa é uma cultura baseada nesta matemática bíblica. O GOOGLE esta repleto destas curiosidades. Este trabalho não teria valor para um escriba se não tivesse nenhuma curiosidade matemática.

Então vamos lá.

BET = 2 + YOD = 10 + TAV = 400. O total da primeira palavra 412.

ALEF = 1 porém dependendo da construção pode valer 1000.

SAMECH = 60 + PÊ = 800

Como ALEF está na frente de um total de 860, o valor dele é 1000. O Total é 1860. Somando as duas palavras temos…. 2272…. WOW 22 72…

Não é muita coincidência? Vinte e dois simbolos do alfabeto grego distribuídos em 72 segundos e se olharmos ao contrário temos 27 sequencias das 22 letras do alfabeto hebraico.

Para o Judeu, principalmente o kaballista, tanto o 22 como o 72 ou 27 são sagrados. O 72 é o mais importante deles, Experimente no google.

Um dos episódios mais importantes são os 3 versos antes de Moisés atravessar o mar vermelho, todos 3 com 72 letras. Destes versos foram criados os 72 nomes de Deus e dos 72 arcanjos maiores.

E pra finalizar o Kaballista tem como um dos mais importantes arcanjos o de nome ADVAKIEL de número 72…. sabe de qual constelação ele é?

SAGGITARIUS, a mesma constelação que o SET captou o sinal, e pra complicar, na proximidade da estrela que seria a ponta da lança da flecha.

Bom gente eu paro por aqui, mas acredito que as coincidências não. Porque muita matemática pode ser colocada, muitos conhecimentos que eu não tenho podem ser cruzados com estes novos números.

Nada disto é prova de nada a menos que mais absurdos fossem encontrados, e acredito que até descobertas podem ser feitas se este sinal veio de uma inteligência maior…

Eu continuo do lado de Seth Shostack. Eu acho que aquela noite foi única.

Abraço do colega.

WJunior.


Para saber mais sobre o sinal Wow! acesse o artigo abaixo:

O sinal Wow! ainda pode ser de ETs, diz astrônomo do SETI

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh