web analytics

Se alienígenas estão visitando a Terra, por que não fazem contato aberto conosco?

O artigo abaixo apresenta uma das explicações humanas do porquê de não haver um contato aberto com alienígenas. Contudo, é somente a opinião de alguma pessoa, e não expõe uma visão aberta do que realmente pode estar acontecendo.

Veja:

alienígenas estão visitando a Terra

Muitas vezes, as pessoas subestimam a quantidade de alienígenas mais avançados que poderiam existir. Provavelmente há raças tão mais avançadas do que nós, que não seríamos capazes de reconhecer a evidência de sua existência, e essa evidência, ao invés disso, nos pareceria como aspectos da natureza da própria realidade.

O Universo tem idade suficiente para que os alienígenas possam ter uma vantagem de vários bilhões de anos. Ele tem 14 bilhões de anos.

Há um debate sobre o quão recentemente os elementos pesados ​​foram fundidos para permitir a formação de planetas rochosos que abrigam os elementos necessários para a vida como a conhecemos. Alguns acreditam que os planetas rochosos com os ingredientes da vida poderiam ter se formado já há 12 bilhões de anos, mas vamos apresentar um  número conservador de 8 bilhões de anos atrás.

Assim, os planetas capazes de suportar a vida existiram no Universo há 8 bilhões de anos. Nosso planeta se formou há 4,6 bilhões de anos. Demorou mais um bilhão de anos para que a superfície esfriasse e as condições que sustentam a vida surgissem. Quase imediatamente após as condições serem adequadas, a vida surgiu em nosso planeta 3,6 bilhões de anos atrás.

Supondo que as coisas funcionam aproximadamente da mesma maneira em outros planetas como aqui na Terra, podemos concluir razoavelmente que há planetas que abrigam a vida lá fora, com uma vantagem de 3,4 bilhões de anos. Isso significa que há planetas lá fora, com uma vantagem quase igual a (e talvez maior do que) o tempo inteiro que a vida existiu na Terra.

Em bilhões de anos, a vida evoluiu de maneira que as formas de vida primitivas são incapazes de compreender as mais avançadas.

Agora, considere que os diferentes seres humanos são as primeiras formas de vida a surgir em nosso planeta. Supondo que a taxa de mudança evolutiva permaneça constante, as formas de vida em um planeta com uma vantagem de 3,4 bilhões de anos seriam tão diferentes do nosso nível de complexidade, assim como nós somos diferentes das bactérias mais simples.

As bactérias são inteiramente incapazes de nos compreender. Na verdade, elas não são capazes de estar cientes de nós. Elas habitam o mesmo espaço que nós, mesmo vivendo dentro de nossos corpos como simbiontes, mas são inteiramente incapazes de estarem cientes sobre nós. Considere as formigas, que são muito mais complexas do que as bactérias, e são separadas de nós por apenas 500 milhões de anos de desenvolvimento evolutivo. Elas também habitam o mesmo espaço. Elas podem ser afetadas por nossas ações. Elas podem nos ver, comer a comida que deixamos cair no chão, rastejar por todas as nossas mesas de piquenique, mas não estão realmente conscientes de nós. Elas são inteiramente incapazes de entender qualquer mensagem que possamos tentar enviar para elas. Chegamos a entender os sinais químicos que as formigas usam para se comunicar entre si, e podemos estabelecer trilhas para que elas sigam etc., então, basicamente, nós, humanos, somos capazes de falar o idioma de uma formiga, mas ainda não podemos transmitir a elas nenhum conceito do que somos, porque as formigas não têm o cérebro para compreender o que somos.

Então, presumindo que o ritmo do desenvolvimento evolutivo é praticamente constante, os extraterrestres lá fora provavelmente seriam muito mais avançados do que seríamos capazes de compreendê-los, mesmo se estivéssemos vivendo bem na sua mesa de piquenique. Podem até aprender a falar nossa língua, como fizemos com as formigas, e isso não ajudaria muito. Isso em si poderia explicar porque parece que nenhuma inteligência alienígena fez contatou. Mas na verdade, a diferença é ainda mais extrema do que a taxa de desenvolvimento biológico evolutivo sugeriria.

Com o advento da tecnologia, a taxa de desenvolvimento aumentou enormemente, de modo que a lacuna de complexidade será ainda maior nos próximos bilhões de anos

Cerca de 40.000 anos atrás, os seres humanos começaram a desenvolver tecnologia. Ao contrário do desenvolvimento evolutivo, que avança por um processo de mutação aleatória, o desenvolvimento tecnológico avança através de procedimentos direcionados e sistemáticos. Como resultado, o ritmo de desenvolvimento acelerou enormemente.

A maioria das pessoas provavelmente está familiarizada com os cultos à carga. Para aqueles que não estão, os cultos à carga existem em algumas ilhas remotas no Pacífico. Durante a Segunda Guerra Mundial, os militares americanos e japoneses estabeleceram bases em algumas ilhas remotas que tiveram pouco ou nenhum contato prévio com civilizações desenvolvidas. Quando a guerra terminou, as bases foram abandonadas. Os nativos das ilhas viram tecnologias que não entendiam. As luzes e as máquinas voadoras pareciam como mágicas. Agora, algumas pessoas dessas ilhas adotaram rituais que imitam os movimentos de controladores de tráfego aéreo e operadores de rádio, na esperança de que eles possam chamar a carga do céu.

Essas pessoas estão separadas de nós por apenas 8.000 anos de desenvolvimento (o tempo que levou do estabelecimento das primeiras civilizações agrícolas até o presente) e ainda não conseguiram entender o que viram e adoram nossa tecnologia de maneira religiosa .

Oito mil anos é muito menos que um piscar de olhos no cronograma de bilhões de anos que alguns planetas têm de vantagem sobre o nosso. Foram necessários 8 mil anos para que nos apresentássemos como deuses a outros humanos – quanto tempo demoraria antes de nos afastarmos de sua capacidade de nos entender completamente? Talvez 10 vezes esse tempo? Mas considere também que a taxa de desenvolvimento da tecnologia está aumentando exponencialmente. A maioria dos desenvolvimentos que nos separam dos caçadores-coletores foram feitos nos últimos 200 anos.

Assim, com o desenvolvimento tecnológico começando 3,4 bilhões de anos à frente do nosso, a diferença entre nós e uma raça alienígena não seria apenas a diferença entre bactérias e nós, mas concebivelmente exponencialmente maior.

Agora considere novamente as formigas. Não podem conceber o que somos. Tudo o que sabem é que há muitas migalhas que tendem a aparecer em uma determinada área perto de seu formigueiro. Para as formigas, este é apenas um fato da vida – “há muitas migalhas por aí geralmente” e isto é apenas parte da natureza da realidade como elas percebem. Da mesma forma, a evidência da vida alienígena provavelmente está ao nosso redor, mas eles são muito mais avançados do que nós, que a evidência de sua existência parece simplesmente ser tecida na natureza da realidade à medida que a percebemos

(Fonte)

Novamente, alguém está sugerindo que só há uma categoria de alienígenas: aqueles extremamente mais avançados do que nós, a ponto de não conseguirmos estar cientes de sua existência.

Como sempre, a limitada mente humana aqui não considera que nos bilhões e mais bilhões de planetas existentes no Universo visível, podemos ter bilhões de raças alienígenas inteligentes nos mais variados níveis evolutivos, que vão desde seres iguais a nós no tempo que éramos trogloditas (e cá entre nós, acho que ainda somos – é só ver as notícias no jornal e na TV), até seres que possivelmente, assim como o artigo sugere, não conseguiríamos estar cientes de suas presenças.

Além disso, a casuística da ovniologia sugere que há contato com raças diferentes de alienígenas aqui na Terra, seja por civis, seja por militares ou instituições governamentais.

Onde está a verdade? Difícil dizer, mas talvez um dia saberemos.

Mas e se houvesse um contato aberto, estaria a raça humana preparada para isso? Um astrônomo do SETI diz que sim:

Astrônomo do SETI diz que estamos prontos para o Contato Alienígena… Graças a Hollywood

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh