web analytics

“Aranhas” em Marte: Cientistas ‘cidadãos’ descobrem novas formações em Marte

Em uma descoberta atípica, cerca de 10 mil cientistas cidadãos (não remunerados) conseguiram descobrir formas de relevo chamadas “aranhas” em partes de Marte, onde anteriormente pensava-se que não podiam existir.

novas formações em Marte

Cientistas não remunerados descobrem novas formações de solo em Marte.

Nome dado devido às suas aparências de aracnídeo, as “aranhas” são um tipo particular de erosão do solo, onde as redes de rachaduras se formam, completamente diferente de qualquer coisa na Terra, disseram pesquisadores da Universidade de Oxford no Reino Unido.

A descoberta foi feita por cientistas assistentes não remunerados que trabalhavam para o projeto “Planet Four: Terrains“, uma missão on-line organizada pela Zooniverse, que é a maior e mais popular plataforma de pesquisa do mundo financiada pelo público.

Conhecidos cientificamente como “Araneifroms“, esses padrões estão presentes no pólo sul do planeta vermelho e se formam quando o dióxido de carbono se transforma em gelo durante os invernos.

À medida que as estações em Marte mudam, os raios solares diretos atravessam o gelo transparente e, portanto, aquecem o solo abaixo. A superfície então fica corroída à medida que o dióxido de carbono cai e arranca pequenos pedaços de solo, formando ramos que se parecem com pernas de aranha.

As características foram anteriormente consideradas presentes em uma região conhecida como South Polar Layered Deposits – SPLDs.

Em uma pesquisa publicada na revista Icarus, os voluntários da ciência cidadã confirmaram as aparências desse fenômeno em outras áreas da superfície marciana, usando imagens de alta resolução da câmera HiRISE, a bordo da sonda orbital Mars Reconnaissance Orbiter da NASA.

O autor principal do artigo de pesquisa, Meg Schwamb, disse:

Esta foi uma descoberta totalmente inesperada. Ao ter tantos olhos examinando as imagens, sabemos agora que o SPLD não é o único lugar onde as aranhas se formam. Isso nos ajudará a entender melhor a processo de formação de jato de dióxido de carbono.

(Fonte)

Mas será mesmo que se trata de um processo químico, e não biológico, já que também é encontrado em outras partes de Marte onde não há formações de gelo, as quais foram a base para a explicação desse fenômeno?

Talvez com esses cientistas independentes trabalhando nessa questão, as informações poderão fluir com mais facilidade… ou não.

n3m3

 

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh