web analytics

Teria o mistério da possível ‘estrutura alienígena’ finalmente sido solucionado?

Lembra da estrela KIC 8462852, também conhecida como Estrela Tabby, que em 2015 os cientistas descobriram que ela misteriosamente diminuía e aumentava seu brilho sem explicação plausível, e até cogitaram a possibilidade dela estar rodeada por uma estrutura construída por uma civilização alienígena, conhecida como Esfera de Dyson?

Foram várias as teorias levantadas para descartar a possibilidade do fenômeno ser realmente uma estrutura alienígena, e agora mais uma teoria é levantada.

Veja:

mistério da possível estrutura alienígena

Os cientistas espaciais têm lutado para explicar por que o brilho da estrela – chamada de KIC 8462852 – estava constantemente flutuando.

Isso levou alguns algumas pessoas a sugerirem que uma mega estrutura alienígena existia ao redor da estrela.

Mas agora uma nova teoria tem uma explicação muito mais simples.

Mario Sucerquia e colegas da Universidade de Antioquia, em Columbia, acreditam que os diferentes graus de escurecimento podem ser causados ​​por um enorme planeta em com o tamanho aproximado de Saturno orbitando a estrela.

 

Eles acreditam que tal planeta escureceria a luz da estrela de forma irregular durante um trânsito. Primeiro, os anéis bloqueiam a luz da estrela, seguido pelo planeta, que diminuiria a luz ainda mais. Então, depois que o planeta passa, os anéis bloqueiam alguma luz novamente.

Escrevendo em um trabalho de pesquisa, os autores disseram:

Neste trabalho, estudamos um processo dinâmico, ou seja, o mecanismo Lidov-Kozai (LKM), capaz de produzir uma alteração quase periódica das características observáveis ​​do trânsito de um jovem planeta próximo.

À luz de nossos resultados, poderia ser possível especular sobre a natureza do objeto hipotético em órbita do KIC-8462852. Com a informação suficiente, pode-se encaixar as assinaturas observáveis ​​a um disco oscilante de detritos circumplanetários sujeitos a LKM.

Especulamos que, se observações consecutivas evidenciarem algumas assinaturas de um amortecimento na profundidade de trânsito observada, poderemos estar testemunhando pela primeira vez a ruptura de uma lua e o nascimento de um novo exoplaneta com anéis.

 

Para testar a teoria, o Sr. Sucerquai e colegas simularam uma curva de luz de uma planeta com anel orbitando uma estrela em cerca de um décimo da distância que a Terra orbita o sol.

Eles descobriram que não só a luz é irregular, mas a estrela realmente influenciava os anéis, fazendo com que eles oscilassem.

O telescópio espacial Kepler da NASA passou quatro anos observando a estrela tentando compreendê-la.

No ano passado, o astrônomo Ben Montet, do Instituto Carnegi, disse que estava confuso com o fenômeno e não descartava uma megaestrutura alienígena.

Montet disse ao site Gizmodo:

Passamos muito tempo tentando convencer a nós mesmos de que isso não era real. Simplesmente não conseguimos.

(Fonte)

Certamente, como tantas outras teorias já levantadas sobre esta misteriosa estrela, esta também será contestada e derrubada quando uma nova teoria surgir. Obviamente, todas elas tentando refutar a possibilidade de que uma civilização extraterrestre seja a responsável por tal fenômeno. Mas, é claro, realisticamente falando, a possibilidade de ser algo artificial, e não um fenômeno astronômico ainda desconhecido pela ciência, é ínfima.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh