web analytics

NASA admite que o super-vulcão Yellowstone é mais perigoso que impactos de asteroides

Muitas pessoa não acreditaram nas reportagens publicadas nos últimos anos alertando sobre o perigo que o super-vulcão do Parque Nacional de Yellowstone, nos EUA, apresenta para a humanidade. Mas agora, um representante da NASA se manifesta sobre esta possibilidade e apresenta uma solução para a questão.

Veja:

A NASA está planejando proteger a humanidade da alarmante ameaça que vem de um antigo Super-vulcão Yellowstone ativo, que reside em um dos lugares mais bonitos do mundo, o Parque Nacional de Yellowstone.

Este super-vulcão que entra em erupção a cada 600.000 anos possui características tais como 10.000 fontes termais, vasos de lama, terraços e gêiseres, inclusive o gêiser chamado Old Faithful. E a última vez que o vulcão completou sua erupção foi 600 mil anos atrás.

De acordo com a estratégia da NASA, o objetivo é esfriar este super-vulcão, bombeando água para ele a alta pressão através da perfuração de um buraco de 10 quilômetros.

De acordo com Brian Wilcox do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA (JPL) no Instituto de Tecnologia da Califórnia, o super-vulcão representa uma ameaça substancialmente maior que um asteroide ou a cometa.

Ele disse:

Uma perfuração desta maneira poderia ser usada para criar uma usina geotérmica, que gera energia elétrica.

Você teria que dar às empresas geotérmicas incentivos para perfurarem um pouco mais profundo e usarem água mais quente do que o normalmente o fariam, mas você pagaria seu investimento inicial e obteria eletricidade, o que pode alimentar a área circundante por um período de potencialmente dezenas de milhares de anos. E o benefício a longo prazo é que você impede uma futura erupção do super-vulcão, o que devastaria a humanidade.

No entanto, perfurar um super-vulcão tem muitos perigos em potencial. Ele acrescentou:

Se você perfurar o topo da câmara de magma e tentar esfriar a partir daí, isso seria muito arriscado.  Isso poderia fazer a tampa sobre a câmara de magma mais quebradiça e propensa à fratura. E você pode desencadear a liberação de gases voláteis nocivos no magma no topo da câmara, que de outro modo não seriam liberados.

(Fonte)

Abaixo estão duas reportagens interessantes sobre este perigo em potencial, a primeira falando sobre um suposto contrato entre 4 países para abrigar a população dos EUA, caso o super-vulcão entre em erupção, e a segunda mostrando o que aconteceria com o planeta:

Contrato de bilhões de dólares é proposto para pelo menos 4 países, para abrigar estadunidenses, caso o supervulcão Yellowstone exploda

 

Veja o que aconteceria se o Supervulcão do Parque Yellowstone entrasse em erupção

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh