web analytics

NASA destrói centenas de fitas encontradas em porão de engenheiro morto

Um par de computadores da NASA da era Apolo e uma centena de bobinas de fita misteriosas foram descobertos no porão de um engenheiro falecido na cidade de  Pittsburgh, de acordo com um relatório do Escritório do Inspector Geral (sigla OIG em inglês) da NASA, divulgado em resposta a um pedido através da Lei de Liberdade da Informação (Freedom of Information Act – FOIA).

Grande parte das fitas não estava marcada, mas a maioria do resto parecia ser bobinas de instrumentação para as sondas Pioneer 10 e Pioneer 11, missões da NASA para Júpiter e Saturno.

Os dois computadores eram tão pesados ​​que um guindaste provavelmente foi usado para mover as máquinas, concluiu o relatório.

NASA destrói centenas de fitas

 

Em algum momento do início da década de 1970, um engenheiro da IBM que trabalha para a NASA no auge da Corrida Espacial levou para casa os computadores – e as bobinas de fita misteriosas. Um negociante de sucata, convidado a limpar o porão cheio de eletrônicos do falecido, descobriu os computadores. Os dispositivos estavam claramente rotulados como “PROPRIEDADE DA NASA”, então o revendedor entrou em contato com a NASA para denunciar o achado.

O herdeiro do engenheiro disse ao comerciante de sucata, de acordo com o relatório:

Diga à NASA que esses itens não foram roubados. Eles pertenciam ao IBM Allegheny Center Pittsburgh, PA 15212. Durante o período 1968 a 1972, a IBM estava se livrando dos itens, então [engenheiro nome ocultado] perguntou se ele poderia tê-los e foi informado de que ele poderia leva-los.

Os investigadores da NASA pegaram os 325 rolos de fita de dados magnéticos em 8 de dezembro de 2015. Os rolos mediram 14 polegadas de diâmetro e eram preenchidos com fita magnética de meia polegada. As fitas “estavam em mau estado e quase todas foram afetadas por mofo moderado a severo”.

A maioria das fitas não estavam rotuladas, mas “das fitas que foram rotuladas, o conteúdo parecia ser relacionado à ciência espacial com missões, incluindo Pioneer e Helios e o intervalo de datas era de 1967 a 1974”.

A NASA disse à família do falecido que não estava no negócio de remoção de lixo:

Não, não precisamos dos computadores. Não temos uso para [eles].

O relatório observa que “os computadores não foram removidos da residência devido ao tamanho e ao peso”.

A NASA Goddard Archives examinou as fitas misteriosas, e o relatório do arquivista diz:

Realizei uma avaliação inicial do material em 10 de dezembro de 2015. Essa avaliação confirmou o número aproximado de 325 bobinas de fita de dados magnéticos que mediam cada 14 polegadas de diâmetro ,com uma dimensão de fita magnética de ½” e contidas por uma bobina de metal. A avaliação Também mostrou que as fitas magnéticas estavam em condições precárias e quase todas foram afetadas por mofo moderado a severo, identificado como um risco para a saúde. A maioria das fitas não foi rotulada e das fitas que foram rotuladas, o conteúdo pareceu ser ciência espacial relacionada com missões, inclusive a Pioneer e a Helios, e o intervalo de datas foi 1961-1974. Uma avaliação final das fitas em 3 de abril de 2016 desmembrou o conteúdo das fitas para o seguinte:

PN8 [Pioneer 8]: 1 bobina

PN9 [Pioneer 9]: 2 bobinas

PN10 [Pioneer 10): 40 bobinas

PN11 [Pioneer 11]: 53 bobinas

HELl [ou] HEL-A [Helios 1]: 10 bobinas

A recomendação final do arquivista: destrua as fitas:

Não há evidências de que este material seja historicamente significativo … Recomendo a eliminação através da destruição imediata de todas as fitas magnéticas.

Após toda a investigação, um último mistério permaneceu sem solução. Os computadores da NASA são rotulados com um Número de Contrato: “CONTRATO NO. NAS5-2154.” O OIG da NASA não pôde encontrar nenhum registro de tal contrato.

Dado o fato de que a NASA uma vez apagou “acidentalmente” as fitas de pouso lunar da Apolo 11, talvez isso não venha ser uma surpresa.

Contatamos com o OIG da NASA para qualquer informação adicional, mas um porta-voz disse que eles não têm mais comentários além dos resultados do pedido pela Lei de Liberdade da Informação.

(Fonte)

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh