web analytics

Congressista dos EUA faz NASA se manifestar sobre vida em Marte

A NASA sempre evita falar sobre estas questões, mas quando seus representantes foram prestar contas para o Congresso dos EUA, o cientista Ken Farley foi forçado a declarar o que sabia… ou melhor dizendo, o que não sabia.

Veja:

vida em Marte

O encontro do Comitê da Câmara de Ciência, Espaço e Tecnologia normalmente é um evento calmo em que os representantes da agência espacial NASA estão a perguntados sobre os projetos em andamento e alocação orçamentária. No entanto, esta semana as coisas deram uma volta em direção ao esotérico quando os representantes da NASA foram perguntados por um congressista se Marte poderia ter sido o lar de uma antiga civilização.

O encontro começou normalmente, com um dos principais cientistas da NASA, Ken Farley, à frente do comitê da Câmara para atualizar os representantes sobre os planos para a próxima missão dos jipes-sondas em Marte. No decurso de seu depoimento à Câmara, Farley disse aos congressistas que parece que o Planeta Vermelho já foi o lar de um vasto corpo de água no passado distante. Essa revelação levou ao Republicano Dana Rohrabacher da Califórnia a cavar mais fundo. O político perguntou:

Você indicou que Marte foi totalmente diferente há milhares de anos. É possível que houvesse uma civilização em Marte há milhares de anos?

Farley respondeu que não tinha nenhuma evidência para sugerir que uma civilização alienígena já tinha povoado o Planeta Vermelho e pareceu estar se divertindo com o questionamento (e até corrigiu o congressista, dizendo que se tratava de bilhões de anos, e não milhares).

No entanto, Rohrabacher não ficou intimidado e questionou Farley se ele descartava a possibilidade de que alguma vez tenha existido uma civilização em Marte. Em resposta, Farley disse:

Eu diria que é extremamente improvável.

Acredita-se que, no passado distante, Marte era um planeta habitável com uma atmosfera robusta que possivelmente poderia ter permitido o desenvolvimento da vida extraterrestre. No entanto, nenhuma evidência já foi descoberta sugerindo que a vida inteligente, uma vez, percorreu a superfície do Planeta Vermelho, e os cientistas acreditam que, se houvesse vida em Marte, provavelmente seria apenas microbiana.

(Fonte)

Obviamente a posição oficial da NASA é a de negar todas as indicações de que realmente houve uma civilização antiga na superfície de Marte, que é algo que já foi proposto até por ex-cientistas de própria agência.

Vale também notar que durante sua declaração (por volta da marca de 0:45), Farley disse que “não há evidências, pelo que eu esteja ciente“, o que na verdade significa que ele nem sequer chega perto da evidência que há, pois há um tipo de ‘segregação’ por parte dos cientistas de “tendência predominante” contra qualquer coisa que conteste a ciência estabelecida.

Também não podemos esquecer que essa agência tem sua própria agenda, a qual é ditada por políticos e militares. Assim, o que mais pode-se esperar a não ser segredo a respeito de quase tudo?

Veja o vídeo do questionamento (para informações de como ativar a legenda em português, embora esta não seja precisa, clique aqui):

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh