web analytics

Agência Espacial Europeia recebe luz verde para procurar por vida extraterrestre

Agência Espacial Europeia vai procurar por vida extraterrestre

A Agência Espacial Européia (sigla ESA, em inglês) obteve aval para ir à procura de vida alienígena e eles vão fazê-la com a missão PLATO. A missão vai envolver a procura de exoplanetas que são habitáveis ​​e a missão recebeu a luz verde e agora está passando do projeto para a construção real.

A missão foi escolhida em 2014 como parte do Programa de Visão Cósmica da Agência Espacial Européia. No entanto, a data de lançamento, que foi configurada para 2024, foi então empurrada para dois anos depois, em 2026.

O objetivo da missão PLATO é o de detectar planetas de tamanho similar à Terra ou super-terras que orbitam estrelas em zonas que são habitáveis, que são as regiões que dão aos planetas condições semelhantes às da Terra, tendo uma atmosfera e ser capaz de suportar a água no estado líquido.

O professor de astrofísica Don Polacco, da Universidade de Warwick, no Reino Unido, vai encabeçar o projeto e, recentemente, realizou uma entrevista na qual ele disse que o lançamento da missão lhes permitiria a chance de contribuir para as maiores descobertas da próxima década e dar respostas às questões fundamentais sobre a nossa existência. Ele continuou dizendo que a missão acabaria por levar à descoberta de vida extraterrestre.

Em 2026, serão lançados 34 telescópios de grade abertura e as câmeras a bordo poderão usar fotometria. Este é um método que é popular, capaz de detectar planetas apenas analisando a luz das estrelas desses planetas. Os pesquisadores disseram que se o brilho da luz das estrelas cair periodicamente, então há uma razão para acreditar que foi causada pelo planeta passando pela frente da estrela e isso bloqueia parcialmente a luz. Isso é suficiente para dar aos pesquisadores uma maneira de estimar o tamanho do planeta, além de poder compará-lo ao raio da Terra.

Os pesquisadores da missão esperam poder usar essa técnica para identificar planetas que possam ser habitáveis. Com a missão agora recebendo a luz verde para avançar, os líderes da indústria terão a chance de apresentar propostas para a construção de componentes para os telescópios espaciais, juntamente com o software que serão utilizados neles.

A Agência Espacial Européia não é a única que está à procura da vida alienígena em outros planetas. A NASA tem sua própria missão que está sob o nome de Kepler. Os cientistas apenas acabaram de encontrar 219 exoplanetas que podem ser capazes de vida, sendo dez na zona habitável e do mesmo tamanho que a Terra.

A quantidade total de exoplanetas que foi encontrada até agora é mais de 4.000. No entanto, neste momento, não se sabe se algum dos planetas tem as condições necessárias para suportar a vida.


Reitero, na minha opinião, a importância destas pesquisas pela comunidade científica. Contudo, volto a dizer, se parte da ciência de tendência predominante pesquisasse de forma séria o fenômeno OVNI na Terra, o qual é incontestável e bem documentado até mesmo pelas agências governamentais do mundo todo, poderíamos obter em pouco tempo dados surpreendentes.

n3m3

Fonte

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh