web analytics

Stephen Hawking pede retorno do homem à Lua, pois a Terra está acabando

Os seres humanos estão atrasados ​​para uma viagem de regresso à Lua, acaba de opinar Stephen Hawking.

Falando na terça-feira (19) no Starmus Festival, uma reunião científica/musical, o astrofísico deixou sua opinião com uma mistura de otimismo e pessimismo. Ele argumentou que devemos nos preparar para um êxodo cósmico que acontecerá nos próximos 200 a 500 anos.

Ele disse através de um link de vídeo para o público reunido em Trondheim, na Noruega:

Stephen Hawking

Estamos ficando sem espaço e o único lugar para onde podemos ir são outros mundos. É hora de explorar outros sistemas solares. Espalhar-se pode ser a única coisa que nos salvará de nós mesmos. Estou convencido de que os humanos precisam sair da Terra.

O plano de Hawking para zarparmos deste planeta é ambicioso: os países devem colaborar para construir uma colônia lunar dentro de 30 anos. Podemos chegar a Marte “nos próximos 15 anos”, disse ele, com uma base a seguir algumas décadas depois.

O chefe da Agência Espacial Européia disse em 2016 que uma “aldeia na Lua” levaria 20 anos para planejar e construir. Os planos de longo prazo da NASA incluem o envio de seres humanos para Marte até a década de 2030.

Os astronautas passaram pela Lua em 1972, no mesmo ano em que o “Rocket Man” de Elton John estreou em disco de vinil. O visitante lunar final, Eugene Cernan, morreu em janeiro. Cernan permaneceu um defensor da viagem espacial durante sua vida toda, testemunhando perante o Congresso dos EUA em 2011 que a exploração espacial estadunidense estava em “um caminho de decadência” depois que a administração Obama fechou o programa lunar Constellation da NASA.

A tristeza de Hawking vai além da decadência em direção escatologia. Em novembro, ele disse que tínhamos cerca de 1.000 anos antes de escapar para as estrelas. Em maio, cortou esse cronograma para os cem anos seguintes. Durante seu discurso de terça-feira, intitulado “O futuro da humanidade”, o especialista em buracos negros de 75 anos disse que “a Terra está sob ameaça em tantas áreas que é difícil para mim ser positivo”.

Há apocalipses extraterrestres, como impactos de asteroides “garantidos pelas leis da física e da probabilidade”. Na Terra, Hawking citou o derretimento das calotas polares, a perda de vida animal e os recursos físicos cada vez menores, entre outros portentos ruins.

“A Terra está se tornando muito pequena para nós”, disse ele. O aquecimento global também é uma ameaça, uma visão que ele conhece não é compartilhada pelo presidente Trump, “que pode ter tomado a decisão mais séria e errada sobre as mudanças climáticas que esse mundo já viu. Estou defendendo o futuro da humanidade e uma estratégia de longo prazo para conseguir isso “.

Então, vejamos outros mundos. Em um vizinho, a 4,37 anos-luz de distância, o planeta Proxima B no sistema Alpha Centauri é um alvo promissor, disse Hawking – exceto que, com a tecnologia atual, a viagem interestelar é “absolutamente impraticável”.

Ele descreveu algumas das tecnologias teóricas por trás do Breakthrough Starshot, uma missão que ele apoia junto com o magnata russo Yuri Milner. O objetivo é enviar sondas minúsculas até Proxima B, a 40 trilhões de quilômetros daqui e receber delas informações de volta.

n3m3

Fonte

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh