web analytics

Pesquisadores chegam mais perto do que nunca de confirmar a vida extraterrestre

Organismos isolados da poeira agregada na superfície da Estação Espacial Internacional (sigla em inglês ISS) “provam” que a vida existe fora da Terra.

As surpreendentes declarações poderão abalar o mundo da ciência espacial e têm sido acolhidas como um dos mais – se não o mais – “significante desenvolvimento científico do século”.

Amostras tiradas da superfície externa das janelas da ISS contêm criaturas vivas relacionadas aos plânctons ou algas, confirmaram os cientistas russos nos últimos dias.

A Agência Espacial Russa, Roscosmos, insiste ser IMPROVÁVEL que estas criaturas vieram da Terra, e que provavelmente são de origem extraterrestre.

Isto levou aos cientistas espaciais britânicos a reiterarem as alegações de que não somente a vida existe em outros planetas, mas que os seres alienígenas estão continuamente vindo do espaço para a Terra.

A descoberta está sendo aclamada como uma prova concreta da existência de alienígenas, que poderá mudar a opinião global sobre a existência de vida fora da Terra.

confirmar a vida extraterrestres

Amostras tiradas da superfície da ISS contêm criaturas relacionadas aos plânctons

Um porta-voz da Roscosmos disse:

Os micro meteoritos e poeira de cometas que se assentam na superfície da ISS podem conter substância biogenética de origem extraterrestre em sua forma natural.

A superfície da ISS é possivelmente um coletor ímpar e facilmente disponível, e guardador de substâncias de cometa e, possivelmente, de biomaterial de origem extraterrestre.

Os cientistas acolheram a descoberta, declarando que ela apoia anos de pesquisa que indicam a existência de alienígenas.

O Professor Chandra Wickramasinghe, da Universidade de Buckingham, espera que a surpreendente descoberta resolva de uma vez por todas séculos de especulações.  Ele disse:

Este é o desenvolvimento mais significante do século, não somente na pesquisa da vida fora da Terra, mas possivelmente da ciência.

Estas partículas orgânicas são quase que certamente minúsculos organismos que vieram do espaço; não tem como eles terem sido resultado da contaminação da Terra.

Estamos mais próximos agora do que nunca de reconhecermos que formas de vida extraterrestres existem; é uma revelação empolgante.

Por anos as pessoas têm tentado desbancar a teoria da vida em outros planetas; bem logo elas simplesmente não serão capazes de fazer isto.

O Professor Milton Wainwright, do Centro para a Astrobiologia da Universidade Buckingham, diz que as descobertas dão suporte às pesquisas conduzidas pela sua própria equipe, as quais isolaram partículas similares da estratosfera acima da Grã-Bretanha.  Ele disse:

Estes são relatórios surpreendentes da Rússia, onde os cientistas estão alegando ter encontrado vida na poeira cósmica do lado de fora das janelas da Estação Espacial Internacional.

Vindo de uma autoridade da agência espacial russa, a Roscosmos, isto dá grande impulso ao que estamos falando por anos, de que há vida fora da Terra.

Achamos que uma possibilidade é a de que os organismos originaram de cometas, uma visão que está alinhada às teorias existentes já há muito tempo.

Organismos similares descobertos pelo Professor Wainwright – foto acima – foram descobertos na superfície de balões de pesquisa enviados a 30 km de altitude, sobre Wakefield, Inglaterra.

Ele acredita que se tratem de partículas de algas que possuem uma elaborada camada de silício, as quais não poderiam ter vindo da Terra. O Professor insiste que ela flutuou até o nosso planeta, após ter sido carregada pelo espaço, provavelmente sobre a superfície de um cometa.  Ele disse:

Esta amostra em particular, mostra uma linda estrutura com um formato maravilhoso, típico de um organismo vivo, provavelmente uma alga, com um esqueleto externo de silício.  Isto foi coletado das amostras tomadas de muito alto acima da atmosfera para que tivesse sido soprada da Terra.

Outra coisa a ser mencionada é que não havia outro tipo de detrito como pólen ou outras partículas de poeira da Terra encontradas como esta partícula.

Temos que concluir que ela veio do espaço, e que verdadeiramente há vida no espaço…

O Professor Wainwright acredita que partículas de DNA – os blocos de construção da vida – e outras matérias vivas estão constantemente ‘chovendo’ na Terra, vindos do espaço.  Ele disse ser provável que a informação genética destas partículas foi incorporada na vida terrestre, através do processo da evolução.  Ele disse:

Isto tem acontecido por milhares de anos; somente não é reconhecido.

De qualquer forma, isto adiciona ao crescente corpo de evidências de que verdadeiramente há vida fora da Terra.

Embora a informação sobre os micro organismos encontrados na ISS já tenha sido publicada aqui no OVNI Hoje no passado, como a notícia retorna à Internet neste artigo recém publicado pelo site express.co.uk, nunca é demais relembrar aos leitores que nem todos os cientistas são céticos da existência da vida extraterrestre, embora os que acreditam nessa possibilidade sejam constantemente contestados ao apresentarem suas descobertas.

n3m3

Fonte

Termos recém pesquisados por leitores:

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh