web analytics

Estrela com megaestrutura alienígena está perdendo seu brilho novamente

Dois dias depois de ter sido publicado aqui no OVNI Hoje um artigo sobre a declaração de um cientista, de que megaestruturas alienígenas podem ser vistas da Terra com a tecnologia atual, chega esta empolgante notícia astronômica: 

Estrela com megaestrutura alienígena

No final de 2015, astrônomos notaram algo absurdo acontecendo ao redor de uma estrela distante. Algo colossal parecia estar bloqueando até 20 por cento da luz daquela estrela.

Aquilo era muito grande para ser um planeta. Poderiam ser cometas, ou talvez uma Esfera de Dyson (construída por alienígenas). O problema é que nenhuma das hipóteses que os cientistas apresentavam (inclusive a dos alienígenas) realmente se encaixava com os dados. Isso levou os cientistas a pensarem que um fenômeno ainda não descoberto estivesse acontecendo ao redor dessa estrela.

Por anos, a astrônoma Tabetha Boyajian e seus colegas têm esperado para que a misteriosa diminuição da luz da estrela ocorresse novamente, assim eles poderiam coletar mais dados para tentarem resolver este mistério. E agora parece que a estrela começa novamente a perder seu brilho.

Os pesquisadores suspeitavam que outra queda no brilho estava acontecendo na quinta-feira (18/5), e na sexta-feria (19/5) o Observatório Fairborn, no Arizona, confirmou que a estrela perdeu 3 por cento de seu brilho. (Por comparação, um planeta do tamanho de Júpiter bloquearia um por cento do brilho de uma estrela, no máximo).

A equipe informou os astrônomos amadores e os grandes observatórios para apontarem seus telescópios para a estrela e coletarem dados. Os telescópicos Swift, Keck, Fairborn e Lick estão entre os observatórios que ajudarão com esta tarefa.

Em particular, os astrônomos querem ver como a estrela se parece em diferentes comprimentos de onda. Isso porque diferentes materiais bloqueiam alguns comprimentos de onda, mas não outros, oferecendo pistas para identificação de quaisquer materiais que possam estar bloqueando a luz da estrela.

Até agora, a intensidade da luz da “Estrela Tabby” decresceu em três por cento. Os astrônomos não têm certeza se a luz continuará a decrescer seu brilho, ou se continuar, por quanto tempo será.

Se for poeira que estiver bloqueando a luz, o espectro deveria mostrar grandes quedas nos comprimentos de onda azul e ultravioleta. Se forem outras coisas orbitando a estrela, como uma agrupamento de enormes cometas, então as observações deveriam mostrar calor extra sendo irradiado deste material. Até agora, o excesso de infravermelho permanece elusivo, mas Jason Wright, um astrônomo da Universidade de Pensilvânia, disse que as observações que iriam iniciar naquela noite dariam as primeiras evidências disso.

Se for uma megaestrutura alienígena, ou algum tipo de processo interno, todos os comprimentos de onda devem diminuir igualmente. Uma assinatura bizarra, tal como Tritium ou elementos artificiais, seria uma grande pista para a presença de alienígenas, embora isto necessitaria uma extraordinária quantidade de evidências para provar tal extraordinária alegação.

Wright disse que poderiam ter alguns resultados preliminares logo, mas outros dados demorarão mais tempo para serem analisados.  Ele disse:

Não acho que iremos resolver este quebra-cabeças este final de semana.

Mas ele adicionou que este final de semana pode ser quando eles coletarão os dados que finalmente resolverão este quebra-cabeças.

Este é realmente um momento muito excitante para a astronomia mundial. Esperemos que logo liberem os dados para sabermos de uma vez por todas o que está causando a diminuição do brilho dessa estrela. Se os comprimentos de onda indicarem que pode se tratar de uma estrutura artificial, certamente haverá contestações vindas de todos os cantos do mundo, como é de costume.

n3m3

Fonte

Termos recém pesquisados por leitores:

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh