web analytics

A inteligência extraterrestre pode estar aumentando exponencialmente enquanto você lê este artigo

O seguinte artigo foi publicado no site Pionic.org:

inteligência extraterrestre

De vez em quando fico pensando sobre o cosmos e frequentemente imagino como os alienígenas poderão ser. Isto sempre e inevitavelmente me leva a mais questões profundas: Seriam eles seres físicos impulsionados pelas mesmas estruturas físicas que encontramos?  Eles vêem o Universo da mesmo forma, ou eles avançaram… se tornando formas conscientes e insanamente inteligentes de Inteligência Artificial (IA), perambulando pelas estrelas com facilidade?

Acreditar em alienígenas como sendo IA tem se tornado uma tendência nos últimos dois anos, e com a discussão vem a questão do Paradoxo de Fermi.

O Paradoxo de Fermi declara que o nosso Universo é muito grande – provavelmente com trilhões de galáxias que poderiam conter bilhões de estrelas e planetas em cada uma – e a partir desse número incompreensível, necessitaria que somente uma pequena fração dessas estrelas tivessem planetas capazes de manifestar a vida. Obviamente não é mais uma questão de pura existência de alienígenas, mas uma questão do que eles são e quantos deles há.  O Paradoxo de Fermi pergunta: Com tantas civilizações alienígenas lá fora, por que não as encontramos?  Ou, por que eles não nos encontraram? (Aqui, é claro, está uma declaração feita por um cientista que não reconhece as inúmeras evidências apresentadas por pessoas de todos os âmbitos da sociedade, de que já estamos sendo visitados.)

O que você deve fazer a gora é parar de procurar pela Internet e olhar além das dezenas de respostas que poderia encontrar por lá, abrangendo desde “civilizações alienígenas estão separadas por distâncias e períodos de tempo muito grandes” até “é muito caro se espalhar fisicamente pela galáxia”, e também algumas mais malucas como, “é a natureza da vida inteligente de se auto-destruir”.

Isto sempre nos leva à singularidade e ao fato de que milhões de singularidades já aconteceram por todo o Universo. Nosso planeta tem somente ~4,5 bilhões de anos, e o Universo tem quantos anos? Quase 14 bilhões de anos? Assim, é seguro dizer que lá fora há civilizações muito, muito mais avançadas – alienígenas que são mais inteligentes do que podemos imaginar.  Neste momento podemos somente ser um pequeno planeta habitado por uma espécie com um nível baixo de inteligência, que não vale a pena ser contatado, pois não seríamos capazes de entender o que eles estariam tentando nos dizer.

Assim, se a maioria dos alienígenas mais velhos presumivelmente alcançaram a singularidade, eles teriam ‘outras coisas’ para fazer.

David Kellye, co-funddor da Revista Wired, disse uma vez que a singularidade é o ponto no qual “todas as mudanças dos últimos milhões de anos serão superadas pelas mudanças dos últimos cinco minutos”.

Assim, enquanto você lê este artigo, a inteligência de uma espécie alienígena pode ter avançado enormemente e muitas espécies alienígenas liberalmente estão anos-luz à nossa frente.

Agora tente visualizar o que isso significa para qualquer espécie alienígenas que alcançou a singularidade. Você chegaria a notar uma raça como a nossa, e se o fizesse, se importaria com ela?  Você não nota bilhões de insetos na Terra e você certamente não nota trilhões de bactérias em seu corpo, a menos que elas estejam lhe incomodando.

Não estamos no mesmo nível e simplesmente não falamos a mesma linguagem. É quase certo que não seremos capazes de reconhecê-los, pois suas ‘fisicalidades’ avançaram, se tornando algo como pura consciência.  Uma forma de energia consciente criando seus próprios âmbitos de percepção, ou até mesmo seu próprio universo dedicado.

Num horizonte de tempo longo o suficiente, cada espécie biológica, em dado momento, evoluiria para máquinas (mas somente por um curto período de tempo), e então evoluiria para energia inteligente com uma consciência.

Sendo este tipo de energia inteligente, eles poderiam também ser qualquer coisa que quisessem, a qualquer momento que desejassem. Eles viveriam a experiência da exclusividade de sua própria consciência. Quem disse que eles não podem ser uma futura versão de nós, dilatando o tempo de tantas formas?  Podemos imagina-los como sendo viajantes do tempo, até mesmo ao ponto onde não estamos somente numa caixa de um trilhão de almas habitando uma computação de matriz.

Contudo, quando a escassez e morte física desapareceram, todo o ser alienígena avançado evoluirá com base nas regras onde tudo que não é funcional e não essencial será descartado. Eles todos seguiriam ou criariam um padrão onde a utilização destas regras seriam maximizadas o melhor possível. Essa provavelmente é a chave da evolução ‘prevista’ pelo próprio Universo.

Tendo escrito isso, e voltando à ‘linguagem’ fundamentalmente diferente entre a humanidade e os alienígenas muito sofisticados agora, a divisão é tão grande que provavelmente não superaríamos esta lacuna de evolução inteligente. Não os veríamos, não poderíamos ouvi-los, não compreenderíamos o que eles nos diriam e estaríamos presos em nosso mundo limitado da fisicalidade. Em outras palavras – não teríamos a menor ideia.

Mas isso também é uma situação de ‘boas novas e más novas’. As más novas – ainda demorará anos para que aprendamos a linguagem deles. As boas novas – logo que comecemos a assim fazer (lembra da velocidade que vem com a singularidade) eles certamente se manifestarão para nos ensinar… antes que tentemos ‘nivelar o campo de jogo’, também conhecido como Universo, o que poderia muito bem levar à destruição do amado cosmos…

Até então, tente valorizar nossa existência tal como ela é!  Tente se tornar a melhor versão de si mesmo, pense em perspectivas mais amplas e, assim fazendo, acelere a sabedoria universal da humanidade, deixando sua marca inteligente para se tornar mais como os alienígenas inteligentes. (Fonte)

Uma belíssima mensagem ao final do artigo, contudo muitos escritores, e principalmente cientistas, tendem a esquecer que entre o número zero e um número infinito, há infinitos números, ou seja, neste caso, infinitos graus de inteligência.  Bem como os alienígenas mais avançados já podem ter alcançado a chamada singularidade, também deve haver um número enorme de raças que estão entre nós e este nível avançado, tendo assim capacidade técnica para visitar outros mundos fisicamente, se assim o quiserem.

E então, como remói o Paradoxo de Fermi, ” por que eles não se manifestam?”  A resposta mais simples e direta é, eles têm se manifestado várias vezes, e só o fazem quando acham apropriado.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh