web analytics

DeLonge fala porque a pesquisa dos OVNIs poderá salvar a humanidade

Por muito tempo o interesse de Tom Delonge em alienígenas se manifesta de maneiras pequenas, Nos anos iniciais do Blink-182 ele lia por horas a respeito de abduções e física quântica, enquanto a banda ia de concerto para concerto através do deserto. Para o álbum multi-platina de 1999, Enema of the State, que lançou o grupo para o estrelato TRL, o cantor/guitarrista escreveu a música “Alienígenas Existem”.  E nos anos seguintes, quando DeLonge fundou a empresa tecnológica, continuou tocando com o Blink e começou a banda  Angels and Airwaves, ele continuou pesquisando o que ele chama de “o fenômeno”, a coleção de relatos de testemunhas que levaram gerações de pessoas a acreditarem que não estamos sós.

pesquisa dos OVNIs

Dentro da obsessão de Tom DeLonge por OVNIs, tumulto no Blink-182

“Parte de mim fica chateada?”, diz DeLonge sobre a separação com a banda. “Totalmente. Mas isto não me consome.”

Mas desde que DeLonge se separou do Blink-182 em 2015, seu interesse pelos extraterrestres se tornou mais do que um passatempo. Ele disse para a revista Rolling Stone:

Quanto mais eu me envolvo com isto, mais eu percebo que tudo era real.  Então eu disse, ‘OK, o que vou fazer a respeito disso?’

Assim, ele começou a espalhar a história. Ele começou a criar um lançamento multi-parte, multi-plataforma, de uma filosofia inteiramente nova, baseado na teoria de que alienígenas têm visitado a Terra pela maior parte da existência de nossa espécie – e a única forma de termos um futuro próspero no planeta é se levarmos isto em consideração, e logo.

A nova adição ao seu projeto é o livro Sekret Machines: Gods, a primeira parte numa trilogia não-ficção que está escrevendo com o historiador do oculto, Peter Levanda. Lançado em março, o livro abre com uma cena estendida de uma tribo primitiva no Pacífico Sul, tendo seu primeiro contato com o mundo exterior durante a Segunda Guerra Mundial – uma metáfora para os encontros alienígenas da humanidade. DeLonge explica:

Estas pessoas nunca haviam visto ninguém do mundo exterior fora de sua tribo antes.  Ele viram os aviões jogarem mantimentos, assim eles automaticamente presumiram que eram deuses. Eles começaram a adorar estes aviões, tentando obter remédios e alimentos. E sua religião ainda existe até estes dias.

Bem como estas comunidades foram mudadas após civilizações mais avançadas terem derrubado itens do céu, DeLonge e Levanda sugerem que assim os humanos mudaram pelas visitas vindas de cima. Levanda diz:

As religiões ao redor do mundo consistentemente dizem que seres vieram dos céus e nos ensinaram isto e nos deram aquilo.  Em Deus vamos para dentro desta nuança, desde sacrifícios de sangue aztecas, até várias criações épicas que dizem que fomos criados como servos de alguma outra raça de seres.

Para este volume, eles foram até o passado e olharam aos textos originais de várias civilizações para verem quais informações poderiam obter. Levanda diz:

Algo acontece e criamos um mito ao seu redor. Estamos falando sobre eventos que estão sendo descritos pelas pessoas usando o vocabulário que tinham.

Mas, como os autores apontam, eles não estão alegando que tudo que você vê em programas como Alienígenas do Passado seja real. Levanda afirma:

Humanos são responsáveis pela construção das pirâmides, por exemplo. Acho que podemos concordar sobre isto. Mas qual foi o ímpeto por detrás disso?  O que estamos dizendo é que o contato inicial é o que deu início a tudo isso. Não que houvessem alienígenas lá nos dizendo como construir pirâmides. Acho que isto desvaloriza toda a conversa, e estamos tentando ir além.

DeLonge e Levanda não são as primeiras pessoas famosas que expõem a existência de formas de vida extraterrestre.  Em 2010, Stephen Hawking disse que, dado o tamanho do Univesro, seria uma probabilidade estatística de que não estamos sós. Mais recentemente, Neil deGrasse Tyson chamou de “imperdoavelmente egocêntrico” acreditar que somos o único planeta com vida.  Mas DeLonge desvia do estabelecimento científico quando sugere que os seres alienígenas não somente têm visitado o nosso planeta, mas foram parte integral em nos ajudar a estabelecer a sociedade humana, tal como a conhecemos. Ele diz:

O que a aconteceria se aquelas inteligências estivessem perambulando pelo Universo e se envolvendo na genética e na colonização de outros tipos de vida?  Olhe, fazemos isso para animais e tribos indígenas.

Livros subsequentes da trilogia Sekret Machines, irão se afastar dos textos antigos para focar nas alegações de interações com alienígenas, documentadas pelas agências governamentais desde a década de 1940, muitas das quais estão disponíveis através de pedidos pela Lei de Liberdade da Informação e um recente conjunto de documentos liberados pela CIA.

Ao invés de continuar num relacionamento adversário entre os pesquisadores de OVNIs e o governo, DeLonge entrou em contato com autoridades, como o diretor de campanha de Hillary Clinton, John Podesta – uma correspondência que foi revelada quando Wikileaks publicou o último lote de e-mails de Clinton outubro passado. Embora ele decline ter conversado a respeito disso, ele diz que “uma coisa que posso dizer é, quando o Wikileakes veio, pelo menos as pessoas descobriram que eu não estava mentindo.”

O plano de DeLonge é maior do que somente alguns livros. Além da série não-ficção, ele está escrevendo uma trilogia de ficção histórica com o escritor A.J. Hartley, cujo primeiro livro foi lançado na primavera passada (outono no hemisfério sul), bem como um documentário e um roteiro de filme, todos os quais discutem a teoria de que não estamos sós.  Ele também está utilizando métodos que desenvolveu para sua empresa de software, Modlife, que ele criou para a ajudar os músicos ‘monetizarem‘ suas mídias na era pós-Napster…

DeLonge e sua equipe são cuidadosos ao enfatizar que suas teorias são exatamente isso… teorias. Levanda afirma:

As pessoas despenderam 70 anos tentando provar que isto é real, e se você estiver esperando que o governo faça isso, boa sorte.  O que estamos dizendo é, vamos prosseguir sob a presunção de que é real. O que isso significa para a história, para a medicina, para a física, para a química, para astronomia?  O que isto significa para nós como humanos se aceitarmos que o fenômeno sempre foi real?

As teorias do próprio DeLonge sobre a questão não são impecáveis, e falando sobre seu trabalho às vezes ele soa como uma dos teóricos da conspiração, dos quais ele tenta se distanciar…

Todavia, está claro que ele vê sua pesquisa como a última esperança para a geração de seus filhos:

Este projeto almeja a criação de um farol e um veículo capaz de interagir diretamente com a Geração Y ao redor do mundo. Algumas dessas coisas são fortalecedoras e algumas dessas coisas são, francamente, meio assustadoras. Mas você precisa compreender isto, e você necessitará lidar com isto quando não estivermos aqui.

n3m3

Fonte

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh