web analytics

Logo poderemos conversar com extraterrestres através da comunicação quântica

A humanidade está encarando agora o despontar de uma nova tecnologia envolvendo a mecânica quântica em quase todos os aspectos da vida social, desde a computação até a comunicação.

Poderia ser natural perguntar se não deveríamos considerar a procura por mensagens quânticas vindas da inteligência extraterrestre.

A China lançou o primeiro satélite de comunicação quântica no ano passado, trazendo a humanidade para a borda de um enorme salto em tecnologia da comunicação.

Considerando-se a luz como um condutor de informação quântica, o satélite chinês é primariamente projetado para testar a robustez do emaranhamento quântico, uma bizarra propriedade dos sistemas quânticos responsáveis pela computação e comunicação quânticas.  Além disso, este primeiro satélite quântico não somente irá sondar a alta codificação de dados de segurança, mas também uma nova forma de transferir dados como informações quânticas codificadas em propriedades de partículas de luz (fótons).

A revolução da comunicação quântica pode provar a importância da transferência de dados em distancias mais longas, e assim na comunicação com a própria vida inteligente no Universo.

 

Seria a comunicação quântica através da luz a resposta para nossa longa procura por sinais de inteligência extraterrestre? Processamento de informação quântica na natureza

Tão estranho quanto isto possa soar, considerando nossa tecnologia atual de exploração da realidade física, a comunicação quântica pode ser o meio primário de transferência de informação no Universo, como um recente artigo sugere.

De acordo com o artigo, a luz que viaja num espaço-tempo deformado próxima de um buraco negro que está girando é compelida a codificar e processar a informação quântica, e também a informação é manipulada em nossos computadores quânticos reais de laboratórios.

Seguindo-se as linhas curvas e deformadas dos fótons de espaço-tempo distorcidos codifica-se os ‘bits’ quânticos de informação em sequências definidas que poderiam fazer alguém pensar em linhas de computador de um código. Quando finalmente escapam a influência de um buraco negro, os fótons nos fachos de luz são favorecidos com códigos quânticos simples para podermos interpretar e avaliar a informação neles contida.

Já que a computação e a comunicação quânticas parecem ser fenômenos naturais que ocorrem no Universo, pode parecer genuíno considerar a comunicação quântica com a luz como uma forma apropriada de trocar informações com civilizações avançadas.

 

Procurando por mensagens quânticas extraterrestres

Já temos a capacidade tecnológica de detectar e mensurar a informação quântica codificada na luz. Consequentemente, muitos laboratórios de universidades e empresas privadas ao redor do mundo estão testando a tecnologia quântica em todos os aspectos de sua aplicabilidade, desde a codificação quântica de algoritmos em fótons, até a transferência de ‘bits’ quânticos para grandes distâncias e para o armazenamento de informação quântica.

 

Comunicação quântica com a inteligência extraterrestre

O equipamento tecnológico que os pesquisadores estão usando agora nos laboratórios pode muito bem servir para analisar a luz vinda do espaço que é capturada pelos telescópios e medir a informação quântica armazenada em todos os fótons. Além disso, ao apontar um telescópio na direção certa do espaço, considerando-se todos os exoplanetas similares à Terra descobertos recentemente pela NASA, nossas chances de detectarmos sinais quânticos aumentam.

Inicialmente, podemos somente detectar e mensurar estados quânticos elementares que exibem uma certa quantidade de emaranhado quântico…

Embora possamos detectar e codificar fragmentos de informação quântica armazenada na luz astronômica, para identificarmos apropriadamente a mensagem codificada precisamos de algumas ferramentas especiais.

 

Computação quântica

A detecção de informação quântica codificada na luz poderia ser a premissa da comunicação quântica com a inteligência extraterrestre, mas ainda não resolve o problema da interpretação do conteúdo da mensagem.  O instrumento requerido que hipoteticamente pode organizar os estados quânticos detectados na sequência correta para decifrar a mensagem quântica é o computador quântico.

Os esforços para criar um computador quântico funcional estão agora nos estágios finais para a remoção do produto final do laboratório e sua implementação a nível industrial.  Num futuro não muito distante, a computação quântica será parte de nossas rotinas diárias.

Todavia, o fato de que não sermos capazes de interpretar as mensagens quânticas que poderemos detectar, vindas da vida inteligente do espaço, não deveria afetar nossa procura quântica pela inteligência extraterrestre; mesmo se o programa SETI um dia detectar sinais extraterrestres, muito provavelmente não serão capazes de imediatamente decifrar seu conteúdo.

 

Alerta instantâneo

Outro ingrediente chave na tentativa de usar a comunicação quântica com outras formas de vida inteligentes no Universo é um meio de decifrar as mensagens quânticas. Precisaremos de uma chave.

A chave quântica assegura a segurança da comunicação e dá ao receptor a ferramenta necessária para avaliar apropriadamente o conteúdo da mensagem. Na ausência da chave quântica não poderemos ser capazes de decifrar de forma apropriada uma mensagem quântica hipotética que a inteligência extraterrestre possa ter enviado.

Embora a chave quântica esteja faltando, deveríamos enfatizar aqui uma propriedade notável do emaranhamento quântico. Assim, a mensuração do estado quântico de um fóton, de um par emaranhado, instantaneamente decai o estado do outro.  Falando de forma simples, quando primeiramente detectarmos e mensurarmos uma informação quântica codificada nos fótons pela inteligência extraterrestre, o remetente da mensagem será intencionalmente avisado.

Nossa primeira mensuração quântica age como um “botão de alerta”, instantaneamente alertando a inteligência extraterrestre remetente de que outra civilização tecnológica superior no Universo está se levantando.

Em conclusão, tudo que temos que fazer é mensurar a informação quântica armazenada em um pequeno fóton para nos conectarmos com a “Internet quântica universal”.

n3m3

Fonte

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh