web analytics

Não estamos sós… e está na hora de tomarmos decisões

O texto abaixo foi publicado no site upsocl.com, provavelmente como uma forma de propaganda para o filme Vida (Life), que está sendo lançado pela Sony Pictures, e demonstra quase que perfeitamente a paúra de alguns humanos para com o desconhecido.

Certamente a ideia do texto não condiz com aquilo que este seu editor do OVNI Hoje acredita sobre os alienígenas, mas fica aqui como tema de discussão na área de comentários, por ser um ponto de vista muito incisivo e interessante.

Veja se você concorda:

O tema ‘extraterrestre’ está mais atual do que nunca. Estamos nos aproximando do momento em que ‘eles’ virão colonizar o nosso planeta, e está na hora de pensarmos sobre a coisa mais importante:

O que faremos quando eles vierem?

Talvez seja tarde demais para perguntarmos esta questão, porque eles já se manifestam entre nós há muito tempo, mais vezes do que imaginamos ou estamos dispostos a acreditar. E eles não vêm somente para observar. Pelo menos agora o jogo mudou.

Há milhares de anos, no Egito, os alienígenas podiam se misturar com os humanos, vindo com um plano aterrorizador que ainda não podemos compreender… mas certamente não pacífico.

Não estamos sós… e está na hora de tomarmos decisões.

Eles pretendem se misturar com os humanos, talvez para obterem uma espécie mais similar à deles, e assim serem capazes de usar-nos como escravos, ou talvez usar-nos como reposição para uma possível pandemia que estaria colocando sua civilização em perigo.

O problema é que eles são muito mais avançados do que nós e, o dia que quiserem, nos usarão para seus propósitos, e não teremos escolha a não ser obedecermos e sobrevivermos se pudermos. Certamente não será fácil…

Sabemos que há cada vez menos tempo para descobrirmos a vida fora do nosso planeta. As recentes descobertas de vários planetas próximos abrem o debate sobre os passos que devemos dar. Mas é tarde. Há crenças que tudo que descobrimos são pistas que os extraterrestres nos deixaram. Rastros para seguirem seus planos, ainda acreditando que somos livres. Mas não somos. Nunca fomos livres e as consequências estão mais próximas do que nunca.

Não estamos sós… e está na hora de tomarmos decisões.

As últimas descobertas podem ser as pistas finais. Talvez eles estejam nos levando para algo maior? Talvez nos levar à destruição?

O ser humano não está preparado para a chegada de alienígenas. Não temos tecnologia nem organização suficientes. Não queremos que eles visitem, mas eles virão…

Seremos capazes de convencê-los a retraírem seus planos de destruição?

Ele têm estado por aqui por muito tempo, e se eles não querem se apresentar oficialmente… é por alguma razão!

Não estamos sós… e está na hora de tomarmos decisões.

Há poucas coisas que podemos fazer para encarar esta civilização alienígena… porque não temos conhecimento suficiente para encará-los.  Somos crianças num mundo controlado por uma inteligência maior…

O que faremos?

Já que se trata de um artigo projetado para causar debate, posso deixar aqui minha opinião sucinta sobre ele:

Uma das pouquíssimas partes que concordo é com o título, ou seja, “Não estamos sós… e está na hora de tomarmos decisões”.  E você?

n3m3

Fonte

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh