web analytics

Elon Musk fará o que a NASA não tem coragem de fazer, ou não pode

Elon Musk e sua nave Space Dragon

Elon Musk e sua nave Space Dragon

A empresa aeroespacial de Elon Musk, SpaceX, fez o seguinte anúncio em seu site, ontem (27):

Estamos empolgados em anunciar que a SpaceX foi abordada para voar dois cidadãos particulares numa viagem ao redor da Lua no ano que vem. Eles já pagaram um depósito significante para a realização da missão. Como os astronautas da Apolo antes deles, estes indivíduos viajarão ao espaço carregando consigo as esperanças e sonhos da humanidade, impulsionados pela espírito universal humano de exploração. Esperamos conduzir os testes de saúde e aptidão física, bem como começar o treinamento inicial, mais tarde neste ano.  Outras equipes de voo também expressaram um forte interesse e esperamos que mais coisas ocorram.  Informação adicional será liberada sobre as equipes de voo, dependendo de sua aprovação e confirmação dos resultados dos testes de saúde e de aptidão física.

Mais importante, gostaríamos de agradecer à NASA, sem a qual isto não seria possível. O Programa de Tripulação Comercial da NASA, que forneceu a maior parte do financiamento para o desenvolvimento do Dragon 2, é um possibilitador chave para esta missão. Além disso, este projeto usará o foguete Falcon Heavy, que foi desenvolvido com financiamento interno da SpaceX.  O Falcon Heavy está agendado para seu primeiro teste de voo neste verão (inverno no hemisfério sul) e, quando obter sucesso, será o veículo mais potente a alcançar órbita após o foguete lunar Saturno V.  Com 5 milhões de libras (2,26 milhões de quilos) de empuxo de decolagem, o Falcon Heavy tem dois terços do empuxo do Saturno V, e mais do que o dobro do empuxo do próximo maior veículo de lançamento atualmente sendo utilizado.

Mais tarde neste ano, como parte do Programa de Tripulação Comercial da NASA, lançaremos nossa nave Tripulação Dragon (Dragon Versão 2) até a Estação Espacial Internacional. Esta primeira missão de demonstração será feita em modo automático, sem tripulação a bordo. Uma missão subsequente, com tripulação, está agendada para voar no segundo trimestre de 2018.  A SpaceX é contratada atualmente para desempenhar uma média de quatro missões Dragon 2 por ano para a Estação Espacial, três delas com carga e uma com tripulação. Ao também voar missões com tripulações particulares, as quais a NASA tem encorajado, custos a longo prazo para o governo declinam e mais histórico de confiabilidade de voo é ganho, beneficiando assim tanto as missões do governo quanto as particulares.

Uma vez que as missões operacionais Tripulação Dragon estejam ocorrendo para NASA, a SpaceX lançará a missão particular numa jornada ao redor da Lua e de retorno para a Terra.  O lançamento será feito da histórica rampa 39A do Centro Espacial Kennedy, próxima do Cabo Canaveral – a mesma rampa de lançamento utilizada pelo programa Apolo, para suas missões lunares.  Isto representa uma oportunidade para os humano de retornar ao espaço profundo pela primeira vez em 45 anos, e eles viajarão mais rápido e mais longe no sistema solar do que qualquer outro antes deles.

Projetada desde o início para transportar humanos, a espaçonave Dragon já possui uma longa herança de voo. Estas missões construirão sobre a base desta herança, estendendo-a para operações de missões no espaço profundo, um importante marco à medida que trabalhamos em direção à nossa meta máxima de transportar humanos até Marte.

E assim, cada vez mais a NASA, importunada por questões burocráticas, financeiras e de vaidades pessoais, fica no ‘banco de trás’ da exploração espacial por humanos, abrindo a oportunidade para a iniciativa privada preencher esta lacuna.

n3m3

Colaboração: Tmago

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh