web analytics

NASA propõe redefinir a palavra planeta

Na atual definição da palavra, para que um corpo celeste seja classificado como um ‘planeta’, ele deve estar em órbita ao redor de sua estrela mãe, deve ser massivo o suficiente para que sua própria gravidade o torne redondo, e deve ter “limpado sua vizinhança” de objetos pequenos com suas próprias órbitas.

Porém, agora os cientistas da NASA vieram com uma nova definição para a palavra ‘planeta’, a qual foca não somente nos seus atributos orbitais, mas também em suas propriedades físicas.

Se isto for estabelecido formalmente, significaria que o nosso sistema solar teria mais de 100 planetas, inclusive Plutão (que recentemente foi rebaixado) e até mesmo nossa própria Lua seria considerada um planeta.

Os cientistas escreveram:

Propomos a seguinte definição geofísica de um planeta para uso por educadores, cientistas, estudantes e o público.  Um planeta é uma corpo com massa sub-estelar que nunca passou por fusão nuclear, e que tem gravidade suficiente para tomar uma forma esferoidal adequadamente descrita por uma elipsoide triaxial, independentemente de seus parâmetros orbitais.

Em outras palavras, para ser considerado um planeta, um corpo celeste precisa somente ser redondo e menor do que uma estrela.

Esta definição faz muito mais sentido, argumentam os pesquisadores, pois a definição existente não leva em consideração os planetas em órbitas de outras estrelas, ou mesmo aqueles que não têm uma estrela mãe.

Também, o requerimento de ‘limpeza da zona’ ao redor do corpo celeste é falho, porque o tamanho da zona deve ser definido e em muitas circunstâncias a limpeza desta área é impossível irrelevantemente do tamanho e das propriedades do corpo celeste em questão. Um objeto do tamanho da Terra dentro do Cinturão de Kuiper, por exemplo, nunca seria capaz de limpar suas imediações, embora seja claramente um planeta.

Para acesso ao texto completo da proposta (em inglês), clicar aqui.

n3m3

Fonte

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh