web analytics

Teria o caso do OVNI do Chile sido resolvido?

Será mesmo que o CEFAA errou em sua análise e o OVNI do Chile não passava de uma aeronave comercial, ou estariam os céticos errados? 

Em 6 de janeiro passado, foi publicado aqui no OVNI Hoje um artigo a respeito de um vídeo liberado pelo Comitê de Estudos de Fenômenos Aéreos Anômalos – CEFAA, do Chile, mostrando um OVNI que foi filmado por um helicóptero da Força Aérea do Chile em 2014, e não havia sido identificado por uma equipe de especialistas chilenos.

Agora, Mick West, um administrador do site Metabunk.org, da cidade de Sacramento, na Califórnia – EUA, diz ter resolvido o caso.

Num artigo extenso em seu site, ele apontou para evidências, as quais sugerem que o objeto teria sido uma aeronave comercial, deixando para trás rastros aerodinâmicos. Usando registros de voo, ele rastreou dois voos prováveis que estavam próximos da área naquele momento.  Estes eram o voo 330 da LATAM, de Santiago para La Serena, no Chile, e também o voo 6830 da Iberia, que ia de Santiago para Madri. 

OVNI do Chile

À esquerda, o OVNI filmado no Chile. No centro, uma aeronave comercial deixando o rastro. À direita, investigadores alegam que se tratava de uma das duas aeronaves, IB6830 ou LA330.

West escreveu: 

Isto se parece como um avião voando para longe da câmera, consideravelmente mais alto do que o helicóptero (em algum lugar por volta de 15.000 a 25.000), que brevemente criou um rastro de fumaça.

Com base na análise de @Trailblazer, @Trailspotter, eu mesmo e outros, estas provavelmente são DUAS aeronaves envolvendo a IB6830 e LA330.

A aeronave que inicialmente parece se encaixar é a LA330, um A320 de duas turbinas, que foi reportada estar subindo para 20.000 pés naquela exata posição visual às 14h01m39.

Ela na verdade estava a 104 quilômetros, não 56 a 80.

Isto explica porque não foi vista pelo radar – a aeronave estava no radar, mas não onde eles pensavam que estava.

A segunda aeronave é o IB6830 que partiu mais tarde, e estava subindo mais para o sul, próxima do helicóptero.

No momento que isto foi vista, a aeronave estava na verdade por volta de 56 quilômetros de distância.  Porém ela iria rapidamente ficar mais longe.

O vídeo também foi analisado pela IPACO.fr, um grupo francês de investigação de OVNIs, que identifica farsas e erros de identificação.

Num relatório o grupo concluiu:

O objeto observado no vídeo foi muito que provavelmente uma aeronave de duas turbina de transporte médio, em fase de pouso, voando à frente do helicóptero em velocidade mais alta, com baixa altitude e baixa velocidade, visando pousar.

Como pode ser visto das análises acima, as duas entidades que tentam desbancar avistamentos de OVNIs só concordaram numa coisa: que deveria ser uma aeronave. A primeira analisou que o possível voo estava subindo à uma grande altitude, e a segunda “em fase de pouso”, em baixa altitude.

Vale observar que após analisarem desde 2014, o vídeo deixou a equipe do CEFAA desconcertada, e esta inclui cientistas e peritos da aeronáutica. Muito possivelmente eles já haviam investigado a possibilidade do objeto ter sido alguma aeronave, como alegam os sites mencionados acima, e teriam chegado à conclusão de que não era. Como reportado no primeiro artigo, o próprio General Bermudez, diretor do CEFAA declarou durante a investigação:

Não sabemos o que era, mas sabemos o que não era.

Bermudez também escreveu num e-mail:

Este tem sido um dos casos mais importante na minha carreira como diretor do CEFAA, pois o nosso Comitê estava desempenhando o melhor possível. O CEFAA é muito respeitado parcialmente porque há uma participação completa dos cientistas do mundo acadêmico, das forças armadas através de seus representantes, e da equipe da aeronáutica do DGAC, inclusive seu diretor. Estou extremamente contente com a conclusão alcançada, que é lógica e despretensiosa.

Também é importante frisar que tampouco o radar do próprio helicóptero conseguiu captar o objeto.

Com isto, não estou afirmando que os dois sites que analisaram o vídeo possam estar equivocados, mas quem melhor que a aeronáutica do Chile para levantar dados de voo dentro de seu próprio país?

Contudo, há sim uma possibilidade de falha na análise da CEFAA, afinal estamos lidando com humanos. E de qualquer forma, fica aqui a informação para a apreciação e comentários dos leitores.

n3m3

Fonte das informações

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh