web analytics

Como o governo da Austrália parou de investigar os OVNIs / UFOs

Se a verdade sobre os OVNIs realmente está la fora, não perca tempo dizendo isto ao governo da Austrália.

Documentos do Departamento de Defesa daquele país, marcados como ‘SEGREDO”, mostram que a Real Força Aérea Australiana parou de investigar relatos de OVNIs na década de 1990, porque a maioria não era oriunda de visitantes do espaço, e somente 3 por cento dos avistamentos eram inexplicáveis. (Este percentual é bem conhecido àqueles que estudam o fenômeno.)

Entre 1960 e 1973, aproximadamente 815 avistamentos de OVNIs foram reportados às autoridades australianas. Noventa por cento foram mais tarde atribuídos a aeronaves, satélites, meteoros, lixo espacial, estrelas e planetas, enquanto sete por cento não puderam ser investigados devido ao momento ou à falta de informação. Quanto ao 3 por cento restante, estes foram atribuídos às ‘causas desconhecidas’.

Porta-voz da UFO Research NSW, Doug Moffett.

Os documentos mostram que as autoridades escolheram não anunciar a mudança à imprensa, para evitar teorias da conspiração e controvérsias.

As autoridades disseram que qualquer “ameaça extraterrestre à segurança da Austrália provavelmente não se desenvolveria sem o conhecimento antecipado dos sistemas astronômicos e de outras vigilâncias. O potencial existe para a RAAF (Real Força Aérea Australiana) ser acusada de ocultar documentos sobre avistamentos e incidentes em particular, ou negligenciar nossas obrigações de segurança nacional por não encarar esses assuntos de forma séria”.

Avistamentos reportados publicamente que poderiam ter implicações de segurança nacional, inclusive “lixo espacial caindo do espaço ou uma aeronave em chamas”, seriam instruídos à polícia ou autoridades da aviação civil.

Centenas de relatos de “discos voadores e outros objetos aéreos” mantidos pelos Arquivos Nacionais da Austrália incluem avistamentos de enormes discos e foguetes no céu, luzes brilhantes, cores caleidoscópicas, explosões e até mesmo naves com cúpulas e linhas de luzes iluminando o solo.

O porta-voz da UFO Research NSW, Doug Moffett, disse que os governos usaram uma abordagem do tipo “pino redondo num buraco quadrado” para milhares de avistamentos todos os anos.  Ele disse:

Seja falando da força aérea ou do governo, simplesmente é uma área que não vai a lugar algum. Os departamentos do governo acham que não há nada a ser ganho ao se envolverem com isto.  Governos ocidentais, de fala inglesa, praticamente cantam no mesmo tom. Os melhores amigos dos EUA – nós, a Inglaterra e o Canadá – tratam a coisa OVNI praticamente da mesma forma, como um ‘não-assunto’.

Moffett disse não acreditar que motivos sinistros levaram à mudança na política, mas os governos procuraram por muito tempo diminuir a realidade dos OVNIs.

A política original de 1984 foi revisada após pelo menos duas investigações de avistamentos anormais, inclusive um com estranhas luzes sendo vistas no céu ao redor da cidade de Bendito, Vitória, em 1983, e uma quando uma nave Mirage e uma F-111 foram levadas a “altos estados de alerta”, devido a um objeto avistado em baixa altitude pelo radar de Sydney.

A investigação Bendigo não foi conclusiva e a do radar de Sydney mais tarde foi decretada como defeito.

n3m3

Fonte

Colaboração: Lord Vanderals

Termos recém pesquisados por leitores:

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh