web analytics

Vida alienígena pode existir no oceano abaixo da superfície de Ceres, o planeta anão

De forma surpreendente, os pesquisadores concluíram que 10 por cento da superfície do planeta anão Ceres é feita de água congelada. O estudo detalhando a descoberta foi publicado no periódico Nature.

…é tecnicamente possível que ele (o oceano no subsolo) possa suportar a vida.

Água em forma de gelo foi confirmada nos polos do planeta anão Ceres. O gelo enterrado nas crateras das regiões mais escuras do planeta anão, onde o Sol nunca alcança, poderiam ser um sinal que aponta diretamente para a existência de um oceano abaixo da superfície e, assim, a possibilidade de que ele contenha uma forma de vida alienígena não descoberta.

Ceres, o maior objeto do cinturão de asteroides no sistema solar, é o terceiro corpo planetário além de Mercúrio e da Lua, onde o gelo foi detectado nas regiões polares.

Pode haver vida alienígena nos oceanos abaixo da superfície

Um oceano no subsolo poderia abrigar formas de vida bizarras. Credito: Nature Video

Embora a luz solar banhe parcialmente os polos do planeta anão, ele nunca fica quente o suficiente, mantendo a temperatura em sua superfície por volta de -150 ºC, agindo como uma verdadeira “armadilha gelada”.

Os especialistas sugerem que as “regiões negras” destas latitudes representam aproximadamente 2.129 quilômetros quadrados da superfície de Ceres.

Carol Raymond, cientista líder do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, disse via Reuters:

Ao encontramos corpos que eram ricos em água no passado distante, podemos descobrir pistas de onde a vida possa ter existido no início de sistema solar.

Recentemente, pesquisadores do Instituto Max Planck para a Pesquisa do Sistema Solar analisaram imagens de crateras na região do polo norte de Ceres, obtidas pela sonda Dawn da NASA, e identificaram locais de sombras perpétuas em pelo menos 634 crateras, das quais somente 10 tinham as “manchas brilhantes” refletindo altos níveis de luz solar.

Ao estudarem os comprimentos de onda de luz refletida destas áreas – por espectroscopia –  os cientistas identificaram que as superfícies refletivas continham água gelada.

Embora a água esteja associada à vida na Terra, Thomas Platz, um dos principais investigadores, ainda está cético de que este poderia ser o caso com Ceres. Platz disse:

É bem frio nessas sombras permanentes – aproximadamente 60 Kelvin [menos 231 Celsius]. No presente momento não vejo como a vida pode se formar em tais lugares.

Ainda é incerto o quanto de gelo estas crateras de Ceres poderiam conter “porque é difícil mensurar as regiões nas sombras”, disse Platz. Ainda, “o depósito de gelo em pelo menos uma cratera parece ser bem espesso, talvez com metros de espessura”.

n3m3

Fonte

Termos recém pesquisados por leitores:

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh