web analytics

Objeto misterioso encontrado no fundo do oceano não é bomba atômica, como pensavam

objeto-misterioso-canada-2O “objeto misterioso” que foi visto por um mergulhador na costa do Pacífico do Canadá não é uma bomba perdida, confirmou a Real Marinha Canadense (RCN).

Sean Smyrichinsky encontrou o objeto e inicialmente pensou ter encontrado algum tipo de OVNI no fundo do oceano. Depois suspeitavam que seria uma bomba atômica que foi perdida em 1950. Mas uma investigação pela RCN revelou que não se tratava da bomba não explodida e não apresentava risco ao público.

Contudo, a RCN determinou que o objeto é uma parte metálica de uma máquina maior e parece ser um pedaço de equipamento industrial.

objeto-misterioso-canada

“A RCN tem o prazer de aliviar quaisquer preocupações nas comunidades locais”, disse o Comandante Michele Tessier, Comandante da Divisão da Costa, Forças Marítimas do Pacífico.

Foi reportado inicialmente que o objeto poderia estar relacionado à queda de um B-36 Peacemaker da Força Aérea dos EUA, em 1950, durante a Guerra Fria.  Com a assistência de Sean Smyrichinsky, a RCN foi capaz de determinar que o objeto não apresentava risco ao público.

O objeto, pintado de cor amarela, mede aproximadamente 5,5 metros de diâmetro e 1 metro de altura, disse a RCN.

smyrichinsky

Sean Smyrichinsky

No início deste mês, Smyrishinsky encontrou o objeto enquanto mergulhava próximo da Ilha Banks, um local próximo da queda de um bombardeiro dos EUA em 1950, após uma bomba Mark IV ter sido perdida.

A bomba foi perdida em 14 de fevereiro, quando um Convair B-36 caiu na região norte da Colombia Britânica, a caminho do Texas, vindo do Alasca.

Smyrichinsky disse à CBC News:

“Fui um pouco longe do meu barco e encontrei algo que nunca havia visto antes. Parecia, como, uma rosca cortada pela metade, e então ao redor da rosca estes parafusos estavam moldados nela.

“Saí do meu mergulho e comecei a contar para a minha tripulação, ‘Meu Deus, encontrei um OVNI. Encontrei a coisa mais estranha que já ví’.”

Smyrichinsky disse que perguntou às pessoas e lhe disseram a história da bomba perdida, e quando ele olhou as fotos do Mark IV, ele pensou que poderia ser o bombardeiro.

Smyrichinsky disse que perguntou às pessoas e lhe disseram a história da bomba perdida, e quando ele olhou as fotos do Mark IV, pensou que poderia ser a bomba, uma das quais é mostrada acima.

O avião caiu após três de seus seis motores começaram a pegar fogo, e os outros três foram incapazes de manter o avião no ar devido ao peso de sua carga. O piloto sobrevoou a Ilha Princess Royal, para que a tripulação não tivesse que saltar sobre o Pacífico Norte, e então apontou a aeronave em direção ao oceano.

Num livro publicado este ano, Dirk Septer conta a história da bomba perdida.  Ele escreveu:

“Pouco antes da meia-noite, em 13 de fevereiro de 1950, três motores do bombardeiro intercontinental B-36, da Força Aérea dos EUA, pegaram fogo quando sobrevoava a costa noroeste do Canadá.

“Quase quatro anos mais tarde, os destroços foram encontrados acidentalmente numa localização remota na costa das montanhas da Columbia Britânica, a três horas de voo na direção oposta de onde era para ele ter caído.

“Após anos de silêncio, os Estados Unidos finalmente admitiram ter perdido sua primeira bomba nuclear; o incidente foi sua primeira ‘Flecha Quebrada’, um codinome dado aos acidentes envolvendo armamentos nucleares.”

Membros da tripulação saltaram do avião. Cinco deles morreram, mas 12 foram resgatados após saltarem e se livrarem da aeronave em algum lugar do Oceano Pacífico.

n3m3

Fonte

Termos recém pesquisados por leitores:

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh