web analytics

China envia astrônomos ao novo observatório na Antártica, para procurarem vida alienígena

A construção de um observatório astronômico da China está quase pronta no ponto mais alto do planalto da Antártica, ao começar a 33ª expedição daquele país ao continente.  A missão ao Pólo Sul espera descobrir a origem da matéria escura e da vida extraterrestre.

A bordo do navio quebra-gelo de pesquisa Xuelong (Dragão da Neve) estão quatro astrônomos que têm planejado uma centena de projetos  para os próximos quase seis meses de viagem.  Eles terão 20 dias para trabalhar na base Kunlun, de acordo com um dos cientistas.

Desde 2007, a China tem enviado astrônomos todos os anos para a região, a fim de construírem um observatório em Dome Argus, quase 1.200 km longe da costa marinha e aproximadamente 4.093 metros acima do nível do mar.

antarctic-station

A estação Kunlun foi construída em 2007, localizada a 7.3 km de Dome Argus, onde tem sido preparada para seu centro de observatório.

Com uma plataforma automatizada de observação astronômica em Dome Argus, a China está agora planejando construir um telescópio de alta-elevação na localidade.

n3m3

Fonte

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh