web analytics

Satélite esquecido no espaço desde 1967 começa a transmitir sozinho

Segundo o site super.abril.com.br, um satélite abandonado há quase quatro décadas voltou à ativa, enviando sinais sonoros ‘fantasmagóricos’ à Terra, e ninguém sabe exatamente o porquê disso.  

O nome do satélite é LES1, e foi abandonado em órbita pelos Estados Unidos em 1967.

Aparentemente, a NASA achava que o satélite já havia se tornado lixo espacial há muitos anos e não imaginava que ele ainda fosse capaz de transmitir quaisquer sinais, porque o LES1 apresentou defeito antes mesmo de ter entrado em órbita.

satelite-fantasma

O LES1 foi desenvolvido pelo Massachusetts Institute of Technology– MIT como teste militar, e foi lançado em janeiro de 1965 junto com oito outros satélites, LES2 a LES9. Contudo, teve um problema sério de lançamento, deixando-o inutilizado.  Com o erro do lançamento, suas transmissões também foram cortadas.

Devido ao fato dos outros satélites terem tido sucesso, os cientistas simplesmente ignoraram o LES1, abandonando-o no espaço.  Esperava-se que o satélite acabasse virando lixo espacial, mas em 2013, o astrônomo amador Phil Williams, de North Cornwall, no Reino Unido, captou um sinal de rádio bizarro vindo do satélite.

Williams acabou enviando o sinal para o MIT conferir.  O Instituto confirmou que se tratava mesmo de uma transmissão do satélite abandonado.

O MIT explicou que, embora as baterias do LES1 tenham desintegrado durante o lançamento, o satélite tinha painéis solares.  Assim a hipótese mais aceita é a de que os sinais são enviados à Terra quando os painéis são recarregados pelo Sol.

 

Ouça no vídeo abaixo o som que está sendo transmitido pelo LES1:

n3m3

Fonte das informações

Colaboração: G33k

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh