web analytics

Se Ets invadissem a Terra, o que poderíamos esperar e como eles seriam?

O seguinte artigo foi publicado no site seuhistory.com:

Cientistas, curiosos, o cinema, a TV, os seres humanos em geral … quase todo o mundo especula que aparência teria um extraterrestre. A pista para esta pergunta que assola a humanidade pode estar perto.

O famoso cientista Stephen Jay Gould fez uma pergunta que nos persegue: “e se conseguíssemos rebobinar a fita da vida”? Até a origem comum dela, há 3,5 bilhões de anos, passando pelo começo da diferenciação dos animais, há 542 milhões de anos, até surgirem os primeiros ancestrais do homem, há 7 milhões de anos? Se algo tivesse acontecido diferentemente do que aconteceu, provavelmente não estaríamos por aqui…

ETS-vs-humanos

Divagações à parte, essa ideia de Gould pode ajuda a esclarecer uma das grandes curiosidades humanas: existe vida em outros planetas? E como se pareceriam esses seres?

Um dos maiores especialistas no assunto, Simon Conway Morris, do Departamento de Ciências da Terra da Universidade de Cambridge, vem escrevendo bastante sobre o assunto. Ele acha que conseguiremos uma resposta para isso olhando a chamada “convergência evolutiva”: olhando para características de animais de uma mesma origem. Exemplo: golfinhos, atuns e os extintos ictiossauros (répteis marinhos da família dos dinossauros) tiveram uma origem em comum. Só que um virou mamífero, outro virou peixe e o outro acabou extinto.

Para isso, além de água, precisaram de elementos como silicone, ácido sulfúrico, carbono, além de claro, água. A ciência pode chegar ao que um ET se parece pesquisando a existência desses elementos em outros planetas. Quem sabe alguns seres que habitaram a Terra há bilhões de anos estão evoluindo por ali, hein?

Ainda assim, só conseguimos buscar formas de vida como entendemos o que é a vida. A Nasa, por exemplo, busca a existência de água em outros planetas por entender que somente com água alguma forma de vida surge.

Mas e se isso não for realidade em outros lugares? São tantas perguntas….

“Paradoxalmente, nós e nossa biosfera estamos completamente sozinhos. O que é pior? Encontrar a nós mesmos ou não encontrar ninguém? ”, filosofa Morris, num de seus estudos.

Fonte

Fotos: First Step Studio/Shutterstock.com

Colaboração: Jeff Bisotto

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh