web analytics

A perspectiva alienígena sobre a psicologia

George LoBuono escreveu o seguinte artigo para o site locklip.com:

Após anos de experiência com diferentes tipos de alienígenas, podemos começar a fazer distinções sobre as perspectivas alienígenas sobre a psicologia.

O que estou para dizer pode deixar alguns leitores desconfortáveis, mas direi mesmo assim. A primeira e mais importante distinção do tipo tem a ver com a diferença entre as populações sexualmente reprodutivas (os sexuais) e aquelas que reproduzem por intermédio de clonagem ou outros meios não sexuais (os não-sexuais).  Toda a população alienígena com que interagi tem colocado ênfase forte e inequivocável na diferença entre os sexuais e os não-sexuais.

maxresdefault2

A diferença entre os ‘Verdantes’ sexuais (subjugados, todavia coletivamente agressivos, territoriais) versus os ‘Grays’ que são tipicamente não-sexuais, é marcante. Os Grays são mais imparciais e consistentes em sua análise, mas capazes de admitir erros. Eles são mais modestos, com menos tendências para procura de estímulos de desordem de personalidade.

O mesmo é verdadeiro de outros não-sexuais que têm interagido com humanos.

Entre as populações alienígenas, a distinção sexual versus não-sexual é considerada tão importante, tão intrínseca para descartar questões complexas, que uma perspectiva não-sexual básica parece ser um padrão universal. Por que disso? Porque um estilo de vida não-sexual é mais internamente consistente, mais calmo ecológicamente.

O raciocínio não-sexual é menos escorregadio, menos inclinado às armadilhas da procura do prazer e especialmente racionalizações, menos distorcido pela necessidade de impressionar os outros. Não-sexuais podem sustentar seus pensamentos de forma mais prolongada e podem desenvolver tipos de raciocínio mais afinados e detalhados.

Não-sexuais raramente apresentam um risco à ecologia universal – por uma simples razão.  Eles podem planejar e controlar seus números em proporções condizentes com suas necessidades e recursos. Enquanto isto, o que normalmente determina a quantidade de procriação sexual?  Impulsos, um sentido de solidão, necessidades biológicas e, em alguns casos, um prolongado medo de ameaças externas, uma necessidade de proteção. Algumas vezes também, é claro, há um tipo presciente de amor por aquela pequena belezinha futura.

O amor, para um bom alienígena, é um tipo geral de inter-relacionamento social, uma procura modesta por significado. Em sua forma universal mais inteligente, ele acata a abertura, um desejo verdadeiramente inspirado tanto para sentir quanto para ajudar todos os outros seres, de forma que combinam com todas as outras mentes, dentro de limites seguros.  Ele deliberadamente alcança as profundidades do sofrimento doloroso, para coletivamente levantar o afetado em direção à um tipo de compreensão mais avançado e transparente.

Tais alienígenas aceitam até mesmo humanos “sexo-positivos” que podem ver através de si mesmos e se comportar de forma responsável.

O tema sexual versus não-sexual é recorrente, embora subjugado, nas interações entre humanos e alienígenas e tem sido mencionado numa variedade de contextos.  Algumas vezes ele enquadra o criticismo alienígena sobre a violência e o excesso humanos, ou seja, nosso alto intelecto versus nossos impulsos animais.

Algumas vezes ele enquadra uma discussão de escapismo sexual e que, para os alienígenas, está próximo de noções de ilusão de refugio econômico. Algumas vezes temas sexuais versus não-sexuais permeiam discussões sobre a evolução e a dinâmica social avançada.

Alienígenas hiper-avançados dizem que seus planetas sofreram morte ecológica enquanto suas elites predatórias, responsáveis por tais desastres, continuaram suas aventuras até a morte de todas as formas de vida na superfície. Em alguns casos, eles competiam por oportunidades sexuais até mesmo quando fugiam para um refugio subterrâneo.

Alguns alienígenas apresentaram a seguinte questão:

Se, no futuro, ou após eu morrer, você puder escolher entre ingressar com um tipo mais avançado de consciência universal, ou continuar como um humano sexual, poderia você afastar-se da dimensão sexual, para assim existir como uma forma de vida mais elevada?

Em outros tempos, o tema sexual-não-sexual tem sido usado para enfatizar a intervenção agressiva, aqui pelos ‘Verdantes’, que supostamente dominam a população de alienígenas ‘Gray’, que é menor e dependente.

Não sei como o autor conseguiu “anos de experiência com diferentes tipos de alienígenas”, mas mesmo assim alguma da informação que ele cita em seu artigo parece fazer algum sentido.

n3m3

Fonte: locklip.com

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh