web analytics

Se os ETs pousassem amanhã, como compreenderíamos eles, e eles a nós?

Assustador quanto possa parecer para alguns, a possibilidade de uma civilização alienígena fazer contato conosco aqui no nosso planeta é algo que a humanidade precisa considerar, porque mesmo se as intenções dos ETs forem boas, ainda iremos ter alguns problemas.

O mundo científico está dividido. Alguns descartam a existência de alienígenas até que evidências irrefutáveis sejam apresentadas.  Os outros novamente estão divididos em dois grupos: aqueles que acreditam que o contato com uma raça extraterrestre irá ocorrer logo, e aqueles que acham que um contato alienígena somente ocorrerá num futuro longínquo.

É óbvio que a humanidade poderia realmente usar alguns planos de contingência, caso os ETs decidam baixar logo. Esses planos certamente existem, mas o acesso a eles pela população civil é proibido. Assim, vamos construir nossa própria hipótese e debater o que aconteceria – em termos de comunicação – se um enorme OVNI descesse onde todos nós pudéssemos claramente vê-lo.

aliens-land

A título de argumento, vamos presumir que a espécie alienígena se comunicaria de forma que pudéssemos compreendê-la, ou através de vocalizações, ou através de imagens. Se a linguagem deles consistisse de uma série de emissões harmônicas de gases ionizados, não teríamos os órgãos para detectarmos suas ‘palavras faladas’.  Assim, o primeiro pré-requisito para uma conversa com os alienígenas seria que eles desenvolvessem uma forma de linguagem compreensível que poderia ser traduzida em conceitos que pudéssemos compreender. O linguista estadunidense, Noram Chomsky, acredita ser possível, embora provavelmente difícil.

“As mesmas estruturas que tornam possível aprendermos a linguagem humana, tornam possíveis para nós aprendermos a linguagem que viola os princípios da gramática universal”, disse Chomsky para o repórter do NY Times, John Gliedman. “Se um marciano pousasse do espaço e falasse uma linguagem que violasse a gramática universal, simplesmente não seríamos capazes de aprender essa linguagem da mesma forma que aprendemos linguagens humanas como o inglês ou o swahili.”

Ele está convencido que o esforço requereria um plano de ataque diferente, o qual por sua vez requereria mais cérebros do que um exército de zumbis sapiosexuais famintos.

“Deveríamos abordar a linguagem alienígena vagarosamente e laboriosamente – da forma que cientistas estudam a física, onde demora gerações após gerações de trabalho para ganhar uma compreensão e fazer progresso significativo. Somos projetados pela natureza para o inglês, chinês, e todas as outras linguagens humanas possíveis. Mas não somos projetados para aprender linguagens perfeitamente utilizáveis que violam a gramática universal.  Estas linguagens simplesmente não estariam dentro da nossa gama de habilidades.

A segunda condição para uma comunicação significativa ocorrer, seria a existência de pontos de referência que ambos os lados compreendessem.  Na verdade, isto não seria tão difícil. Uma civilização que viajou as vastas distâncias do espaço sideral provavelmente compartilharia alguns pontos comuns com a humanidade. Escutamos sempre que a matemática é a linguagem universal e isto é verdade, especialmente quando considerarmos as barreiras que as espécies espaciais teriam que superar. Sem uma compreensão da física e do fenômeno natural, eles não teriam sobrevivido suas próprias idades da pedra, quanto mais pousar numa planeta alienígena (para eles).

Uma espécie que manipula com sucesso a matéria ao seu redor definitivamente faria uso de conceitos como tamanho, tempo, similaridade e diferença, morto ou vivo. Embora eles seriam diferentes de nós, poderíamos encontrar algo em comum.

Porém, há múltiplas instâncias na história da humanidade onde canais de comunicação simplesmente não foram abertos.  Em sua conquista por terra e riquezas, os exploradores da humanidade massacraram sem piedade tribos inteiras devido a barreira da linguagem. Você nem mesmo tem que olhar para trás na história para ver exemplos de humanos não sendo capazes de comunicar entre si.

Na Baia de Bengala, Oceano Índico, está um dos locais mais isolados da Terra. A Ilha Sentinela do Norte. Esta ilha, do tamanho de Manhattan, é o lar de uma tribo que nunca foi contactada pelo homem moderno. Embora tecnicamente estejam na Idade da Pedra, a tribo que habita a ilha ferozmente a guarda contra quaisquer transgressores, mesmo se isto signifique atacar helicópteros com lanças de madeira. Assim, mesmo entre membros da mesma espécie, a comunicação pode se provar impossível, se uma área de concordância não for claramente demarcada.

Uma coisa similar poderia acontecer para nós se extraterrestres avançados decidissem tornar sua aparição pública. Embora você, eu e o resto de todo o mundo bem intencionado provavelmente gostaríamos de ter uma aperto de mão amigável, ainda somos a minoria. Não me acredita?  Veja a reação das testemunhas em recentes avistamentos de OVNIs.  Embora não tenha sido determinado que as luzes no céu eram na verdade extraterrestres e, mesmo se fossem, elas não exibiram nenhuma intenção nociva, mas a multidão ainda queria apelar para a violência. Irrelevantemente da questão, a mentalidade da multidão frequentemente e rapidamente faz uso de argumentos de ataque.

Mas no caso de uma visitação alienígena que a população confundisse com uma invasão, podemos somente esperar que os próprios alienígenas sejam sábios e rápidos o suficiente para acalmar os medos das massas. Eles só poderiam fazer isto se falassem alto e claramente para todos escutarem. Só eles poderiam mitigar a situação que criaram. Os governos mundiais, de forma similar à tribo de Sentinela do Norte, indubitavelmente sacariam mísseis nucleares e outras armas de destruição em massa, embora aos olhos dos alienígenas avançados, eles se pareceriam como lanças com pontas de pedra e flechas de madeira.

Assim, se os alienígenas vierem, é melhor que venham preparados, porque certamente nós não estamos.

n3m3

Fonte: ufoholic.com

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh