web analytics

Estariam os alienígenas escondidos em planetas distantes de diamante e grafite?

2016-12Vida no Universo antigo poderia ter se forma em planetas de carbono, feitos de carbonetos, grafite e diamante, de acordo com um estudo aceito para publicação, e que está disponível online nas Notícias Mensais da Sociedade Astronômica Real (Reino Unido).  Os pesquisadores do estudo, da Universidade Harvard, alegam indicações de que até mesmo planetas contendo pequeninas quantidades de carbono podem ainda suportar a vida.

“Este trabalho mostra que mesmo estrelas  com um pequena fração de carbono em nosso sistema solar podem abrigar planetas”, disse a autora líder do estudo, Natalie Mashian, uma aluna graduada da Universidade Harvard. “Temos boas razões para acreditar que a vida alienígena será baseada em carbono, como a vida na Terra; assim isto também soa bem para a possibilidade de vida no Universo antigo.”

A equipe de pesquisa sugere que estrelas CEMP (carbon-enhanced metal-poor, ou aprimoradas com carbono, pobres em metal), formadas antes dos metais pesados que são cruciais para a vida na Terra, foram espalhadas através do Universo, as quais influenciaram a formação de planetas pela agregação de grãos de poeira de carbono para formar planetas de carbono.  Embora esses planetas seriam considerados mundos negros, com o mesmo tamanho e massa de outros mundos similares à Terra, eles ainda são capazes de sustentar a vida.

“Estas estrelas são fósseis de um Universo jovem”, diz o Ph.D. conselheiro de tese Avi Loeb, do Centro Havard-Smithsoniano para Astrofísica. “Através de seus estudos, podemos ver como os planetas, e possivelmente a vida no Universo, começaram.”

Se esta teria for comprovada, os astrônomos ainda precisam avaliar as atmosferas de planetas escuros, a fim de determinarem outros detalhes, dos quais eles não sabem nada.  Porém, eles acham que a atmosfera dos planetas contêm grandes quantidades de metano e dióxido de carbono.

A descoberta destes planetas poderia ser possível através da técnica do trânsito.  Esta técnica é a mesma usada pelos cientistas para detectar outros planetas, o que Loeb aprova como sendo um método prático para a análise de como os planetas antigos poderiam ter se formado durante a infância do Universo.

n3m3

Fonte: australianetworknews.com

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh