web analytics

Cientista diz que famoso sinal vindo do espaço pode ter sido gerado por cometas

wowsignalHá quase 40 anos recebemos um sinal misterioso do espaço. O sinal durou por 72 segundos e era tão anormal que foi apelidado de sinal Uau!, ou ‘Wow‘ em inglês, devido ao que foi exclamado pelo seu descobridor.  Esse sinal tem intrigado os cientistas desde então.  Várias explicações foram apresentadas.

Agora, um professor na Flórida – EUA, apresentou uma explicação diferente.

Antonio Paris, um professor de astronomia da Faculdade de São Petersburgo, na Flórida, acha que o sinal poderia ter originado de um ou dois cometas.  Os objetos não eram conhecidos na época, mas suas orbitas e posições em 1977 eram muito próximas da localização do sinal Wow!

O telescópio Big Ear em Ohio, que fez a descoberta, tinha um campo de visão fixo, assim ele dependia da rotação da Terra para fazer sua varredura do céu.  Ele podia somente observar uma determinada área por 72 segundos.  em 15 de agosto de 1977, ele estava apontada na direção do grupo de estrelas Chi Sagittari, quando detectou o sinal.  O sinal tinha claramente uma origem extraterrestre e definitivamente precisava de mais observações.

A mesma região tem sido observada por várias vezes desde então, mas o fenômeno nunca foi replicado.  Por esta razão, alguns pesquisadores sugeriram que tenha sido um evento causado por algo passando naquela região do céu, naquele momento.  Isto fez com que Paris pensasse sobre os cometas 266P/Christensen e P/2008 Y2 (Gibbs).

“Passou pela minha cabeça essa ideia quando eu estava dirigindo meu carro e imaginando se um corpo planetário, se movendo rápido o suficiente, poderia ser a fonte”, ele disse para o  New Scientist.

O sinal foi observado a 1420 MHz. O telescópio usava essa frequência para observar hidrogênio neutro, o qual pode emitir esse comprimento de onda.  Paris alega que os dois cometas liberam muita água e a luz ultravioleta do Sol ‘quebra’ a água, liberando o hidrogênio.

Alguns pesquisadores estão céticos quanto a isto.  Cometas teriam que liberar uma quantidade significativa de hidrogênio para produzirem uma sinal tão forte quanto o Wow!

Falando com o New Scientist, James Bauer, do Laboratório de Propulsão a Jato, em Pasadena – Califórnia, disse: “Se cometas ficam rádio ativados a 21 centímetros [o comprimento de onda que o sinal foi observado], eu estou intrigado com o porquê disso não ter sido observado mais vezes nessas frequências”. 

“A hipótese deve ser testada antes de ser descartada”, adicionou Paris.  E ele terá sua chance nos próximos anos. O cometa 266P/Christensen estará de volta em 25 de janeiro de 2017, e o P/2008 Y2 (Gibbs) em 7 de janeiro de 2018.  Através do estudo de suas emissões de rádio e o quão rapidamente eles se movem no céu, os astrônomos deverão ser capazes de dizer se eles realmente produziram o sinal Wow!

n3m3

Fonteiflscience.com

Colaboração: Osnir Carlos Stremel Júnior

 

Termos recém pesquisados por leitores:

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh