web analytics

Civilização alieníngena avançada descobre planeta inabitável (humor ‘negro’)

Terra

Astrônomos de Terxus II dizem que logo este planeta, chamado de RP-26, não irá mais suportar a vida.

CONSTELAÇÃO HIDRA— Aumentando as esperanças daqueles que acreditavam que o mundo distante se provaria habitável, astrônomos do sistema estelar Terxus II anunciaram na quinta-feira que um planeta descoberto recentemente, que é, de forma impressionante, similar ao nosso, é de fato completamente hostil à vida.

De acordo com cientistas da avançada civilização alienígena, apesar de possuir água no estado líquido e estar orbitando bem na distância certa de seu sol, o planeta terrestre azulado, que batizaram de RP-26, não pode abrigar a vida, devido às massas de terra em erosão, sua atmosfera que está afinando e seu clima ficando cada vez pior.

“Teoricamente, este lugar deveria ser perfeito”, disse a astrobióloga chefe de Terxys, Dra. Srin Anarth, sobre o planeta localizado na beirada de um braço espiral da galáxia Via Láctea. “Quando nossos satélites de longo alcance primeiramente o localizaram, honestamente pensamos ter tirado na sorte grande.  Simplesmente presumimos que seria um mundo verde e exuberante, com recursos naturais abundantes.  Mas, infelizmente, sua biosfera danificada o torna totalmente inapropriado para criaturas vidas de qualquer tipo”.

“Basicamente se trata de um planeta morto”, adicionou a cientista. “Damos a ele mais uns 200 anos, no máximo.”

Os pesquisadores alienígenas declararam que a atmosfera em aquecimento do RP-26 contém quantidades alarmantes de dióxido de carbono e metano, bem como uma camada de ozônio que – por razões que não podemos nem começar a imaginar – foi permitida de desenvolver um grande buraco.  Eles também notaram a presença de calotas polares em derretimento, enchentes, e poluentes suficientes para envenenar “até a última gota de água potável do planeta, se é que você pode chamá-la assim”.

Dada à extrema toxidade de seu meio-ambiente, os cientistas de Terxus disseram que ainda não compreendiam como o planeta chegou a alguma vez abrigar a um único organismo unicelular, quanto menos espécies mais complexas e vida inteligente.

“Essencialmente, você tem todo este mundo que é um leito de morte para tudo que ainda está tentando viver lá”, disse a Dra. Xanarth, a qual estima que dezenas de milhares de espécies no RP-26 ficarão extintas a cada ano. “E, seja lá qual for a razão, membros de sua espécie mais dominante escolhem viver sobre o solo, onde são expostos aos mortais raios ultravioleta e padrões climáticos que ficam cada vez mais violentos.”

“A maioria deles vive em agrupamentos populosos e sujos, ao longo de corpos d’água extremamente poluídos”, continuou ela. “É tudo muito triste.”

Os cientistas alienígenas reconheceram que, para todos os propósitos práticos, RP-26 agora é um pouco mais do que uma gigante bola de sujeira, emitindo gases nocivos.  Mas eles também compartilharam uma concepção artística que mostra como o planeta poderia se parecer em seu passado recente, quando supostamente continha ecosistemas que floresciam, capazes de sustentar uma impressionante diversidade de espécies, e uma atmosfera que era realmente hospitaleira aos organismos que respiram oxigênio.

Os seres avançados disseram ter concluído que qualquer tentativa de colonizar, ou mesmo viajar para o RP-26, seria uma prática fútil, porque quando alcançassem o planeta suas costas estariam varridas, e as massas de terra restantes estariam prejudicadas por secas e fome.

“Francamente, seria muito inútil explorá-lo, ao menos que queiramos estudar como as coisas morrem”, disse a Dra. Xanarth. “Basicamente será algo muito feio, rocha contaminada coberta por uma grossa sopa de químicos mortais.  Ele precisaria ser terraformado antes de podermos até mesmo caminhar em sua superfície, o que, vamos falar a verdade, não acho que ninguém com uma mente sã estaria disposto a fazer.”

“Quanto às formas de vida inteligentes que habitam o planeta agora, que Deus os ajude, porque o lugar todo está indo para o inferno”, adicionou ela. “Realmente é uma pena, também, porque todos os nossos dados sugerem que elas seriam boas para comer.”

Fontewww.theonion.com

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh