web analytics

Espaço do Leitor: Quais os próximos passos para encontrar vida em Marte?

marte01Nasa encontrou água líquida em Marte.

Para a grande maioria das pessoas, por causa da forma que esta notícia foi passada, Marte agora é séria candidata a ser um possível destino para pescar nas próximas férias. Afinal, se há água líquida, tem rios, mares, oceanos. Então, deve haver peixinhos nadando nestas águas.

Mas a história não é bem esta.

Para começar, a Nasa encontrou EVIDÊNCIA direta de água em forma líquida. O que foi dito foi que “a evidência mais forte até então” é que a água líquida flui em Marte porque foram encontrados feixes de sais percloratos hidratados, como se os mesmos tivessem sido arrastados por água líquida.

Portanto, ainda não foram fotografados rios em Marte, mas encontrada uma forte evidência indireta de que há água líquida lá.

Bom, esclarecido este ponto, vamos entender porque, mesmo assim, esta descoberta é fantástica.

Por enquanto, obviamente, não podemos esperar que haja criaturas mais complexas vivendo desta água. Tudo o que podemos cogitar é que haja seres extremófilos vivendo lá, isto é perfeitamente possível.

Por isso, considerando o que a Nasa nos liberou até agora, é quase certo que Marte tenha algum tipo de vida microscópica. Digo isso porque temos provas aqui na Terra que há organismos que podem viver nestas condições.

Não sabemos a origem da água descoberta em Marte. O que sabemos é que ela flui pelas crateras, formando leitos de sal. O fato de encontrarmos estes leitos de sal pode significar que esta água, em contato com a atmosfera, evapora.

Seguindo este raciocínio, podemos supor que a água provém de reservatórios subterrâneos.

Então, sabemos que Marte tem um tipo de água muitíssimo salgada e extremamente gelada. Temos, portanto, que encontrar um tipo de vida que consiga sobreviver em um ambiente assim. Existe? A resposta é sim!

Nos lagos salgados da Antártida, onde a temperatura pode chegar a -20ºC, foram encontrados micróbios que foram denominados psicrohalófitos, ou seja, seres que gostam de sal e frio. Estes micróbios foram descobertos em veios líquidos entre mantos de gelo.

É claro que -20ºC ainda é quentinho, perto das baixas temperaturas de Marte, que podem chegar a menos de -50ºC. Mas já temos um ponto de partida.

Mesmo porque, a vida tem nos demonstrado que é possível prosperar em qualquer lugar, desde ambientes extremamente quentes ou frios, até ambientes tóxicos, corrosivos, radioativos.

E, se vale mais uma especulação, considerando que a água possa vir do subsolo de Marte (o que para mim é o mais provável) podemos concluir que é lá que estão os micróbios.

Por que?

Ora, é lá que as temperaturas serão maiores e é lá também que a água estará livre da forte radiação de Marte. Também é lá que a água não vai evaporar com facilidade.

Então, se eu fosse a Nasa, voltaria a minha atenção para o que está no interior de Marte. Pode ser até que tenhamos surpreendentes surpresas.

Isto se, obviamente, a Nasa já não esteja estudando isso e, literalmente, só esteja liberando para nós a ponta de um salgado iceberg…

  • João Henrique Sampaio
Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh