web analytics

Candidato a viagem para Marte diz que o projeto ‘Mars One’ está quebrado, é desorganizado e duvidoso

Dr. Joseph Roche

Lembra do Mars One?  O projeto para enviar colonos, com passagem somente de ida até Marte, presumindo que teriam uma nave, financiamento e os avanços tecnológicos necessários para fazer isso acontecer?  Surpresa! De acordo com um dos finalistas, a coisa toda é uma fraude.

Num artigo publicado no site medium.com, o Dr. Joseph Roche, um professor da Escola de Educação da Faculdade Trinity em Dublin (Irlanda) e Ph.D em física e astrofísica, revelou alguns dos problemas que Mars One enfrenta. O maior dos problemas é está relacionado aos meios de financiamento insensatos e incertos.  Roche explicou:

Você ganha pontos ao passar em cada nível do processo de seleção (mas somente um número arbitrário de pontos, nada a ver com a classificação), e então a única forma de obter mais pontos é comprando mercadorias do Mars One, ou doando dinheiro para eles…

Em fevereiro, os finalistas receberam uma lista de ‘macetes e truques’ para lidar com os pedidos de imprensa, os quais inclui: “Se lhes oferecerem pagamento para uma entrevista, então sinta-se a vontade em aceitar.  Pedimos gentilmente que você doe 75% de seu lucro para o Mars One.

Bem, pelo menos eles pedem gentilmente.

Além disso, para uma missão que, presumivelmente, estão procurando por quatro espécimes humanas ideais para sobreviver num ambiente impossivelmente inóspito, o processo de seleção parece ser um tanto relaxado.  De acordo com Roche, o que inicialmente deveria ser uma entrevista em pessoa, com a duração de um dia todo, e processos de testes, acabou virando uma mísera chamada via Skype de 10 minutos.  E pelo que parece, esses 10 minutos não foram muito proveitosos

Roche disse que teve uma curta conversa via Skype com o oficial médico chefe do Mars One, Norbert Kraft, durante a qual lhe foi perguntado sobre literatura a respeito de Marte e da missão, que o Mars One forneceu para todos os inscritos.  Nenhum teste psicológico ou psicométrico rigoroso fez parte da avaliação.  Foi dado aos candidatos um mês para digerir o material antes da entrevista.

E o fato da empresa de produção de TV, Endemol, que supostamente teria trazido US$6 bilhões, ter se desligado do projeto, não ajuda muito.

Aparentemente, não teremos, pelo menos oficialmente, nenhum humano pisando em Marte tão cedo.

n3m3

Fonte: gizmodo.com

Colaboração: Osnir Carlos Stremel Júnior

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh