web analytics

Espaço do Leitor: O inimigo da ufologia / ovnilogia

Rafael Santos Ribeiro nos enviou mais um artigo para ser publicado no Espaço do Leitor, o qual trata da credibilidade do assunto OVNI:

Diga para um colega de trabalho ou escola que você acredita em vida fora da Terra e que acompanha notícias sobre o assunto. A reação da pessoa provavelmente será um olhar de espanto ou uma risadinha nervosa. O fato é que poucas pessoas realmente param para pensar nesta possibilidade e para a maioria o fato de acreditar em vida extraterrestre é tratada como um tabu ou coisa de maluco. Mas de onde veio esse preconceito quanto a essa visão tão errônea das pessoas que veem a ufologia como uma área de estudo séria? A resposta pode ser a própria ufologia.

Primeiro temos que separar a ufologia. Existem aqueles que estudam o fenômeno cientificamente apontando fatos e levantando hipóteses, e existem aqueles que, por várias razões, criam uma pseudociência sem fundamento que eles alegam ser ufologia. Veja a quantidade de “pesquisadores” que surgiram nas últimas décadas que apontam para qualquer luz no céu como OVNIS ou qualquer foto borrada como evidencia, para mais tarde serem desmentidos e sumirem na obscuridade. Veja que são justamente estes charlatões que ganham mais mídia e conhecimento do público e ao serem desmascarados criam um fenômeno onde as pessoas acham que ufologia não passa de charlatões, pseudocientistas e malucos querendo seu momento de fama.

Hoje em dia é muito fácil criar provas falsas de fenômenos OVNIS e espalhar para as pessoas apenas para serem desmentidas após uma rápida análise. Provas falsas, alegações sem base científica, ou puro achismo, fazem com que a ufologia pareça um circo de espertalhões querendo chamar a atenção, enquanto que os verdadeiros pesquisadores ficam restritos a pequenas notícias ou a pequenos grupos. Provas reais são uma minoria em relação a grande quantidade de conteúdo falso criado e separá-las está cada vez mais difícil criando uma onda de desconfiança que até os adeptos ficam na dúvida do que acreditar.

Além dessas enchentes de notícias e vídeos falsos que circulam nos meios sociais é muito fácil fazer sensacionalismo em torno de algo que não há como provar sua veracidade. Há programas de TV inteiros dedicados a “mostrar a prova definitiva” quando, no final, vemos uma foto em preto e branco que foi achada por alguém em algum lugar. Alguém analisou a foto? De onde ela veio? Cadê as fontes? Programas desta forma apenas mancham ainda mais os pesquisadores sérios que buscam provas materiais e científicas deste assunto.

Se isso já não fosse ruim o suficiente, outros fatores ajudam a perda de credibilidade entre as pessoas entre eles:

·         Religião: Por alguma razão algumas pessoas tendem a relacionar aliens com demônios ou que o fato de descobrirem vida em outro ponto do universo irá diminuir o papel de Deus com o homem e vice-versa.

·         Educação: É um fato que a educação do povo (principalmente em países pobres) é deficiente. Somos ensinados desde pequenos que não existe nada no universo e que a ciência é algo estático e imutável. Provavelmente o que você aprendeu na escola já tenha sido negado ou modificado (Plutão é um planeta?)

·         Cientistas: Para a grande maioria dos cientistas de renome a ufologia é uma piada ou uma brincadeira. Ufologia é um tabu para muitos e eles preferem negar para não causar constrangimentos e represálias entre colegas.

·         Divulgação: Programas e sites precisam de divulgação e ufologia séria não é um lugar para grandes notícias. É preferível mostrar uma pessoa que diz falar com um ser da quinta dimensão através de conchas do que uma escavação arqueológica com pinturas de seres desconhecidos.

Como podem ver há vários fatores que levam a ufologia a uma ciência de segunda classe. Os próprios ufólogos às vezes parecem perdidos quanto a suas pesquisas (há mais perguntas que respostas), mas há algo que não podemos perder: a esperança que um dia as coisas mudem.

– Rafael Santos Ribeiro

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh