web analytics

NASA quer montar ‘cidades flutuantes’ acima das nuvens de Vênus

Imagem: NASA Langley Research Center

 

Apesar do planeta Marte estar em pauta neste momento, uma equipe de cientistas da NASA estão idealizando um conceito inovador, o qual poderia levar os humanos a ocupar a atmosfera de Vênus, numa ‘cidade’ flutuando sobre as nuvens.

Todo mundo quer enviar humanos até Marte; isto tem sido o próximo passo lógico por algum tempo, principalmente devido às suas características similares à Terra.  Nossa química da atmosfera é mais próxima da de Marte, entre todos os planetas em nosso sistema solar, e atemperatura média de lá não é impossivelmente fria (-63ºC).  Além disso, assim como a Terra, Marte também possui grandes calotas polares, as quais acredita-se serem compostas predominantemente de água gelada.

Mas, e que tal Vênus, nosso vizinho mais próximo?

Vênus, na verdade, é de forma impressionante muito parecido com a Terra.  Tanto é que ele é muitas vezes descrito como o gêmeo da Terra, embora um irmão muitíssimo quente.  Os dois planetas são similares em tamanho, massa, densidade, gravidade e composição.  Assim, por que não estamos tentando enviar humanos para lá, ao invés de Marte?  Bem, provavelmente é porque isso tem a ver com o fato que lá é um inferno.

Ele é o planeta mais quente do sistema solar, com temperaturas em sua superfície alcançando 465ºC, que é quente o suficiente para derreter o chumbo.  Ele também é coberto por uma densa atmosfera, com nuvens tóxicas de ácido sulfúrico e pressões atmosféricas altíssimas de aproximadamente 90 vezes a nossa.

Então, a superfície de Vênus é praticamente uma zona proibida.  Mas e se tomássemos nossa residência em sua atmosfera?  Esse é o pensamento da NASA e o seu Centro de Pesquisa Langley já começou a dar andamento a algumas ideias interessantes para uma potencial futura missão.

Batizada de High Altitude Venus Operational Concept – HAVOC (Conceito Operacional Vênus de Grande Altitude), o programa evolucionário é composto de uma série de iniciativas que começariam através do envio de robôs até a atmosfera do planeta, a fim de ‘testar as águas’, seguido de uma missão orbital tripulada de trinta dias.  Se tiver sucesso, a próxima missão seria tripulada e com a duração de 30 dias dentro da atmosfera de Vênus, finalmente levando os humanos a despenderem um ano por lá, ou talvez até mesmo estabelecendo uma presença permanente numa ‘cidade’ flutuante.

O que separa esta de outras missões espaciais são as naves que a NASA idealizou: balões cheios de gás hélio e movidos a energia solar.  Como descrito pelo site IEEE, a versão robótica teria 31 metros de comprimento e a versão tripulada quase 130 metros. A parte superior seria decorada com painéis solares, uma gôndola seria construída na parte inferior para os instrumentos e, no veículo tripulado, haveria uma habitat para humanos e uma elevação robotizada que os astronautas usariam para entrar na órbita de Vênus e retornar à Terra.

As naves ficariam a 50 quilômetros acima da superfície do planeta.  Neste local haveria somente uma pressão atmosférica e a temperatura seria um razoável 75ºC.  Também haveria energia solar suficiente para suprir as naves, muito mais do que em Marte, e a exposição à radiação seria por volta da mesma como se você tivesse no Canadá.

Tudo parece maravilhoso no papel, mas há algumas sérias barreiras que precisam ser superadas.  Eles precisam resolver como enviar as naves, que teriam que ser desatadas e infladas com gás.  Eles também precisam descobrir uma forma plausível de enviar os humanos até as naves, e trazê-los de volta para a casa.  Muitos outros estudos ainda precisam ser feitos, mas mesmo assim o projeto é empolgante.

Vídeo via: NASA Langley Research Center

n3m3

Fonte: IEEE, via www.iflscience.com

Colaboração: G33K

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh