web analytics

A vida pode estar se alastrando pelo espaço através de contaminação

DNA contaminating Space

Uma nova pesquisa sugere que a vida pode estar se espalhando de planeta em planeta através de objetos espaciais contaminados com o DNA humano, ou outros corpos vivos.

Primeiro, plâncton marinho foi encontrado vivendo no exterior da Estação Espacial Internacional.  Agora, os cientistas descobriram que é possível que as amostras de DNA sobrevivam, pelo menos por uma curta viagem ao espaço, no exterior de um foguete.

O novo estudo, que foi publicado no PLOS One, reporta que o DNA espirrado no exterior de um foguete TXUS-49 permaneceu funcional após um voo até o espaço, que durou 13 minutos.  O autor líder do estudo, e biólogo molecular da Universidade de Zurique, Cora Thiel, disse que esta descoberta não era esperada e “nos deixa um pouco preocupados“.

Ficamos totalmente surpresos… Nunca esperávamos recuperar tanto DNA ativo intacto e funcional.  Nossa descoberta nos deixa um pouco preocupados sobre a probabilidade de contaminação das naves espaciais, sondas e locais de aterrissagem, com o DNA da Terra.

Nas espaçonaves que deixam a Terra, milhões de micróbios tentam pegar carona até o espaço.  Isto abre a possibilidade de “enviarmos contaminação” para outros corpos planetários, potencialmente colonizando aqueles ambientes.

A pesquisa ocorreu por acaso.  Os pesquisadores pretendiam examinar o efeito da gravidade sobre o DNA.  O experimento foi colocado dentro da área de carga de um foguete.  Porém, durante as preparações para o voo, os pesquisadores decidiram colocar parte do DNA no exterior do foguete também, para testar a robustez de um biomarcador no DNA.

Quando o foguete retornou, os pesquisadores não esperavam encontrar DNA funcional no lado exterior, mas encontraram.

O estudo é somente um pequeno passo em direção à uma melhor compreensão da possibilidade de ‘envio de contaminação’.  Os pesquisadores informam que o DNA usado no experimento não foi portador de código genético, como o dos humanos, mas sim do tipo que pode ser encontrado em bactérias.

Não podemos dizer como estas grandes moléculas de cromossomos reagiriam sob as mesmas condições e isto deverá ser investigado num experimento separado. Em geral, pensamos que a sobrevivência de organismos ou de ‘moléculas da vida’ durante a reentrada requer uma combinação de diferentes fatores favoráveis e protetivos, e pode assim não ser a regra, mas mais uma probabilidade, e raramente o caso.  Mas, mesmo assim, a sobrevivência do DNA é possível, como demonstrada no nosso experimento“.

n3m3

Fonte: www.inquisitr.com

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh