web analytics

Por agora, é cancelado o encontro sobre OVNIs na Universidade Americana – vida na galáxia continua

Vida só na Terra?

Em 22 de outubro passado, publicamos aqui no OVNI Hoje uma notícia de que seria promovido pela Universidade Americana (American University) um painel de discussão sobre OVNIs . Porém agora, de acordo Bill Cox, que escreve para o devoid.blogs.heraldtribune.com, o encontro foi temporariamente suspenso, pois Miles O’Brien, ex-âncora da CNN, que seria o moderador do evento, não mais irá participar.

O’Brien declarou por e-mail ao site De Void: “Eu tive que cancelar minha participação neste evento devido a outro agendamento.  Não tenho nenhum problema em falar sobre o assunto e tenho feito isso publicamente no passado.  E eu pretendo também no futuro.  Simplesmente estou muito ocupado neste momento“.

John Weiskopf, um professor da Universidade Americana que está patrocinando o painel de discussão, ainda não encontrou um substituto, mas diz estar trabalhando nisso.  Ele escreveu: “Será alguém bom“.

Quanto ao comentário de Weiskopf acima, Bill Cox escreveu:

…Você tem uma melhor chance de começar a colecionar penas de tartaruga do que de agendar um jornalista “blue-chip” da mídia corporativa, que não sabe nada sobre o Grande Tabu.  As únicas coisas que passam pela cobertura jornalística de OVNIs por estes dias são pequenas e rápidas sinopses sobre imagens ambíguas no céu noturno…

…há um vácuo aqui, e esta é a razão de precisarmos reportagens bem informadas, persistentes e de mente aberta – e não pseudo-ceticismo doutrinário…

…Apesar do lixo descuidado, coisas estranhas realmente acontecem no espaço e próximas ao solo.  Encontrar jornalistas inteligentes e inquisitivos o suficiente que saibam a diferença é uma ‘missão virtual para tolos’ nestes dias de hoje.  Boa sorte John Weiskopf.

Entre as linhas de Cox publicadas acima, ele comenta sobre o silêncio e até a recusa de comentários pela NASA quando objetos anômalos aparecem em suas filmagens e fotos.

Certamente, com todas as dificuldades que são criadas para atrair a mídia corporativa para um evento sobre OVNIs de qualidade, só podemos chegar à constatação de que este fato é mais um ponto indicando que ‘tem coelho neste mato’. 

Mas há uma solução, a qual me ocorreu enquanto escrevia este artigo, que poderia solucionar de uma vez por todas este impasse.  Uma forma de atrair a mídia corporativa, todos os céticos e, quem sabe, até mesmo conseguir respostas da afônica NASA, seria a de promover um evento chamado: “Desbancando o Mistério dos OVNIs”.  Seriam então trazidos para o evento todos os dados, fotos e vídeos dos principais casos ovnilógicos ocorridos no mundo, com testemunhas, etc., passando assim a missão para todas as entidades céticas de oficialmente desbancar o material. Seria a chance de ouro para eles de calar o fenômeno de uma vez por todas.

Contudo, aqueles de nós que realmente têm seguido e estudado o fenômeno dos OVNIs sabemos muito bem que esta não seria uma missão tão fácil assim. Aliás, a missão é tão difícil quanto provar o contrário.

Todos os canais de mídia corporativa que viessem ao evento na esperança de sair dele gargalhando e zombando daqueles que acreditam no fenômeno, sairiam estarrecidos, pois a missão de derrubar dados concretos certamente seria fracassada.  A NASA então, se enviasse um representando ao evento, seria colocada contra a parede para cientificamente e solidamente tentar explicar todos os ocorridos.  E então, talvez assim, com a obrigação da mídia corporativa em reportar sua participação no evento, a realidade dos OVNIs possivelmente seria um pouco mais difundida entre aqueles que não acreditam, ou simplesmente ignoram o fenômeno.

Mas é claro, este tipo de evento não vai ocorrer, pois os céticos irão farejar de longe que se trata de uma ‘isca’ que, se for pega, os forçará à uma postura de possível aceitação da realidade daquilo que eles não creem.

Vale mencionar que, assim como crer cegamente que toda e qualquer foto ou vídeo de luz no céu noturno seja uma nave alienígena, duvidar cegamente de tudo também é nocivo, e ambas as posturas podem ser comparadas às posturas de fanatismo associadas aos extremismos em religiões e torcidas de futebol, pois como diz o velho ditado: ‘Tudo que é demais não presta’.  Ora, até a água que é necessária para vida, se for tomada demais acaba afogando e matando o indivíduo.

Devemos portanto sempre ser ponderados, expondo os acontecimentos e os estudando cautelosamente e de forma séria, e não descartando-os imediatamente sem contra argumentos com a célebre frase recorrente em comentários por toda a Internet: “É fake!”.  Isto até mesmo um papagaio pode ser ensinado a falar.  O que o papagaio não pode fazer é dizer o porquê ele está falando isso.  Com raras exceções, assim também tem sido a postura da maioria dos céticos e até mesmo da NASA.

Mesmo assim, vamos em frente, não porque aceitamos cegamente o fenômeno dos OVNIs como sendo algo extraordinário, mas sim porque, baseados em inúmeros dados e fatos ainda não explicados pela própria ciência, há uma indicação muito grande de que ‘há coelhos neste mato’… ou melhor, ‘ETs nesta galáxia’ – pelo menos até que se prove o contrário.

n3m3

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh