web analytics

NSA diz ter perdido seus arquivos originais de OVNIs

O artigo abaixo é mais uma grande indicação de que o fenômeno dos OVNIs é sim algo que os governos (aqueles que realmente estão no poder e não meros políticos) tentam esconder de seus cidadãos.  Se este fenômeno não fosse nada de mais, ou engano de identidade, ou ainda imaginação de lunáticos, os governos não guardariam essas informações a sete chaves.  Estas forças governamentais têm ciência que ele é um fenômeno real, e sabem muito bem do que se trata; assim tentam proteger o status quo não disseminando a informação, para que assim possam ficar no poder ad æternum.

Leia:

John Greenald, pesquisador de OVNIs e de segredos governamentais, protocolou petições junto a National Security Agency – NSA (EUA) para que os arquivos OVNI da década de 1990 fossem liberados.  Quando eles foram liberados, após uma batalha legal, muitas das informações haviam sido editadas, com frases ocultadas.  Havia uma grande quantidade de informações ocultadas ou cobertas com ‘Errorex’.  Porém, a NSA recentemente disse a Greenewald que eles não podiam sequer encontrar um original das centenas de páginas sobre OVNIs.

Greenewald recebeu esta informação em resposta às suas petições para Revisão de Desclassificação Compulsória (Mandatory Declassification Review – MDR).  As MDRs requerem que a agência revise os arquivos previamente censurados, para retirar a censura das informações importantes agora ‘desclassificadas’.  Este é um processo similar ao que foi usado para revelar o nome da Área 51 em documentos da CIA no ano passado.

A MDR foi preenchida para um depoimento relacionado às ações judiciais, pedindo que a NSA liberasse os arquivos OVNI em 1980.  Quanto ao resto dos arquivos, a NSA escreveu: “Com exceção dos documentos em anexo, não podemos localizar as cópias não editadas, nem os documentos originais que foram anteriormente revisados e liberados ao público.

No final da década de 1970, os Cidadãos Contra o Segredo dos OVNIs (Citizens Against UFO Secrecy – CAUS), entidade dirigida pelo advogado Peter Gersten, tentou obter os arquivos OVNIs de várias agências governamentais dos EUA, utilizando a Lei da Liberdade de Informação (Freedom Information Act – FOIA).  A NSA recusou liberar seus arquivos, assim o CAUS a processou.

A NSA tinha uma grande quantidade de arquivos OVNIs, não necessariamente porque eles estavam investigando OVNIs, mas porque ele monitoram as comunicações mundialmente como parte de suas tarefas diárias.  Estes arquivos são chamados de ‘inteligência de comunicação’, de sigla em inglês COMINT.  Entre esta grande quantidade de dados, estavam centenas de arquivos referentes aos OVNIs. Porém, a NSA achou que eles deveriam permanecer secretos.

Em 1980, Eugene F. Yeates, chefe do Escritório de Políticas do NSA, submeteu um documento de 21 páginas ao juiz que estava analisando o caso, o Juiz Federal Gerhart A. Gesell, descrevendo o porquê dos artigos deverem permanecer secretos. Este documento ficou conhecido como o ‘Depoimento de Yeates’, o qual também tornou-se um documento secreto.

Embora o juiz Gesell não obteve licença de acesso para ler os documentos em questão, ele foi convencido de que os arquivos da NSA deveriam permanecer secretos.  Ele escreveu: “O interesse público na liberação é superado pela natureza sensível dos materiais e dos óbvios efeitos sobre a segurança nacional que a liberação possa trazer.

Quando o ‘Depoimento de Yeates’ foi liberado, ele estava pesadamente editado.  O pesquisador de OVNIs, Stanton Friedman, mostrou a página do documento, para demonstrar o nível de segredo sobre OVNIs exercido pelo governo, e ele diz que isto ficaria bem na TV, onde uma simples imagem pode ser muito eficiente quando se tenta provar um ponto de vista.

A heavily redacted page from the Yeates affidavit. (Credit: NSA)

Uma página pesadamente editada do ‘Depoimento de Yeates’.

Finalmente, em 1997, devido à leis que tornam mais difíceis manter o segredo sobre arquivos com mais de 25 anos, a NSA liberou uma cópia menos editada do ‘Depoimento de Yeates’, bem como 156 documentos sobre OVNIs.  Como Friedman coloca, a declaração estava originalmente com 75% das páginas ocultadas, a segunda versão foi liberada com somente 20%.  Porém, os documentos sobre OVNIs estão pesadamente editados.

A NSA deve ter escutado as falas de Friedman em entrevistas de TV, porque ao invés de escurecer a maioria do texto, desta vez ele usaram ‘Errorex’ para ocultar as palavras, tornando o documento menos agressivo visualmente.

A heavily redacted COMINT UFO file. (Credit: NSA)

Documento sobre OVNIs pesadamente editado com ‘Errorex’.

Como pode ser visto na foto acima, há muito pouca informação disponível nos documentos COMINT sobre OVNIs.  Embora um pouco mais de informação tenha sido revelada no ‘Depoimento de Yeates’, os relatórios COMINT não editados são as informações mais importantes para pesquisadores de OVNIs.

Greenewald escreveu, “Essencialmente, os ‘originais’ foram destruídos ou perdidos quando eles editaram os registros há muitos anos – e agora em 2014 – eles estão perdidos e não podem ser mais revisados para a ‘desclassificação’ e liberação.  A história, seja lá qual for, é perdida para sempre.”

Os documentos que a NSA liberou podem ser encontrado em sua página de OVNIs. Você podem fazer o download dos pedidos FOIA de Greenewald sem seu site GovernmentSecrets.com.

 

n3m3

Fonte: www.openminds.tv

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh