web analytics

A existência de ETs provavelmente não irá abalar a fé dos humanos, dizem estudiosos

alienígenasFilósofos e cientistas, aqueles que crêem, bem como os ateus, por muito tempo tem se perguntado: “Estamos sós no Universo?”

Mas o teólogo Robin Lovin sabe o que diria para as pessoas que estão imaginando como receber a notícia sobre a existência de extraterrestres.

Esta descoberta é um lembrete do que todos nós deveríamos saber o tempo todo“, disse o Sr. Lovin, diretor de pesquisa do Centro para Investigação Teológica em Princeton, Nova Jersey.  “Deus está fazendo coisas em lugares onde nossas mentes não têm sido capazes de ir.

Lovin compartilhou esta mensagem com uma audiência no Centro John W. Kluge, da Biblioteca do Congresso (EUA), durante um painel de discussão para considerar o impacto da vida alienígena inteligente na religião.

Eu acho que é muito importante que as comunidades religiosas enderecem de forma proativa estas questões e se mostrem preocupadas sobre estes assuntos“, disse ele.  “Devido ao fato das pessoas estarem levantando estas questões, e eu acho que elas querem vê-las como perguntas morais e espirituais, que não é somente uma questão sobre biologia, mas uma questão sobre eles mesmos.

O Universo é um lugar enorme, muito vasto para vida não existir em outros lugares, disse Steven Dick, diretor de astrobiologia da Biblioteca do Congresso.

Eu acho que o princípio fundamental é, as leis da física e a biologia são universais“, disse Dick.  “O que aconteceu aqui é provável que aconteceu lá fora.   A ideia da vida lá fora está muito na vanguarda.  A questão é, quais são as implicações disso?

Apesar da preocupação inicial de que algumas pessoas de fé sofreriam uma crise de fé se a vida em outros planetas fosse descoberta, estudos têm mostrado que este provavelmente não seria o caso, disse Lovin.

Em 2008, Ted Peters, professor de pesquisa do Systematic TheologyPacific Lutheran Theological Seminary entrevistou 1.325 pessoas de várias religiões, perguntando uma série de questões relacionadas aos seus credos e uma crise de fé quanto a um anúncio hipotético de que a vida extraterrestre teria sido descoberta.

Citando esse estudo, Peters disse que a mensagem que recebeu dos respondentes é a de que as pessoas que pertencem às religiões tradicionais “irão ficar bem” se a vida alienígena for anunciada.

Recebi comentários tais como ‘A Terra é tão pequena, Deus é tão grande, esperaríamos ter vizinhos no espaço’ “, disse Peters.  “Minha favorita citação foi ‘Eu compartilharia um banco de igreja com um alienígena em qualquer dia’ “.

Albert Harrison, um psicólogo social e professor emérito da Universidade da Califórnia-Davis, disse também não estar surpreso pela resiliência da religião.

A religião tem estado ao nosso redor por um longo tempo“, disse ele.  “A religião, na maioria dos casos, se provou adaptativa.  Eu acho que ela é uma coisa importante para manter em mente, embora alguns cientistas ataquem a religião.  Ela fornece uma tremenda fonte de apoio e consolo para as pessoas, particularmente quando se lida com o desconhecido.  Simplesmente não compro a ideia de que as pessoas irão se assustar e entrar em pânico.

Isso não quer dizer que todas as pessoas que se consideram religiosas iriam abraçar a ideia de um vizinho cósmico.

A descoberta é um processo estendido“, disse Dick. “Cada um desses estágios pode durar semanas, meses, anos, décadas.  Não há dúvida que haverá algumas pessoas que irão negá-la.

Humanos fazendo um encontro imediato do terceiro grau pode ainda estar longe no futuro, mas os especialistas disseram que a oportunidade está muito próxima para os humanos deixarem suas marcas em outros planetas.

Não teríamos necessariamente que ter comunicação [com outra forma de vida] antes de termos um impacto“, disse Dick.  “Eu acho que precisamos ser proativos. Não podemos esperar até que um evento aconteça.

Harrison e Peters disseram que as políticas da exploração do espaço e do assentamento planetário é onde os teólogos podem fazer um impacto.

À medida que movemos em direção a outros planetas, que direito temos de alterar a paisagem marciana?“, perguntou Harrison.  “Seria OK se formos em frente e criarmos uma base, gerarmos uma atmosfera artificial e realmente mudarmos as condições de lá?

Peters disse que os estudiosos religiosos também poderiam olhar para a santidade da vida em outros planetas.

A vida possui um valor intrínseco?“, disse Peters.  “Se encontrarmos vida microbiana em Marte, temos a obrigação moral de proteger a biosfera?  Precisamos perguntar se deveríamos proteger o ambiente de vida dentro e fora da Terra.  Não há um consenso ainda, mas isso será algo importante.

n3m3

Fonte: www.washingtontimes.com

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh