web analytics

Quais são os perigos de morar em Marte?

colônia-em-Marte

A residência permanente em Marte causaria muitos danos ao corpo humano.  Esta é uma séria preocupação que não é levada de forma leviana, devido aos efeitos seus devastadores.

Aqui estão as principais preocupações:

Radiação: O campo magnético e a atmosfera da Terra naturalmente nos protegem da maioria das radiações nocivas que emanam através do espaço.  Sem esta proteção, qualquer astronauta que viva em Marte seria exposto a níveis perigosos de radiação, aumentando seu risco de câncer a longo prazo.

Recentemente a NASA calculou que um viagem de ida e volta para Marte, combinada com uma permanência de seis meses por lá, aumentaria o risco de um astronauta desenvolver câncer em aproximadamente 5 por cento.  Quanto mais tempo alguém permanecer por lá, mais a probabilidade aumentaria.  Esta radiação também aumentaria a chance desta pessoa ter um filho com mutações genéticas – o que é um grande problema para quaisquer planos para o estabelecimento de uma colônia auto sustentável naquele planeta.

Foram sugeridos vários mecanismos para proteger os astronautas desta radiação, como o empilhamento do solo marciano contra as estruturas das moradias, e também um espaço com proteção especial pesadamente encapado, no qual os astronautas poderiam se recolher em caso de uma explosão solar.

Gravidade reduzida: Normalmente, os músculos e ossos do seu corpo trabalham para lutar contra a força da gravidade da Terra.  Devido à gravidade reduzida de Marte, os músculos dos astronautas iriam rapidamente se atrofiar.  Em experimentos, ratos que foram levados ao espaço perderam um terço de sua massa muscular em suas pernas, dentro de poucos dias.

Para alguns músculos, isto poderia ser minimizado através de exercício em bicicletas estacionárias e esteiras, mas a gravidade ainda seria um problema para o esqueleto, o qual perderia cálcio e se tornaria quebradiço, e para o mecanismo dentro do ouvido interno, que normalmente permite que você se equilibre (potencialmente levando à vertigem e desorientação).

Também há alguma evidência de que um período estendido em gravidade reduzida pode ser nocivo para a visão de um astronauta, talvez porque isso causa que o fluído se agregue próximo do nervo óptico, mudando o formato do globo ocular.

Tédio: Alguns peritos acham que as tensões psicológicas de se despender anos engaiolado com um par de colegas e poucas distrações seria a parte mais difícil da jornada até Marte.  Isto seria piorado pelo fato de que demora, pelo menos, 10 minutos para ondas de rádio viajarem da Terra até lá, fazendo com que as conversas em tempo real com as pessoas amadas se tornassem impossíveis.

n3m3

FonteVox

 

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh