web analytics

OVNIS/UFOS são fotografados em Santana de Parnaíba, SP -Brasil, ou seria só um fenômeno natural? (ATUALIZADO)

ATUALIZAÇÃO: 19/3/2014 – 20h00

O fotógrafo William Camargo nos enviou um e-mail, indicando uma atualização ao artigo inicial.

Veja parte do artigo complementar, o qual possui um link para uma versão maior da foto em questão:

(19/03) – Por William Camargo – Para os que acreditam em Ovnis ou Ufos (Objetos Voadores Não Identificados), com certeza as imagens a seguir são reveladoras. No entanto para os céticos, pode parecer nada mais do que uma aberração cromática, pingos de água, objetiva ou câmera com defeito.

Em matéria anterior deste periódico, li os muitos comentários postados, o que me fez, como autor das fotografias, estudioso da arte há 26 anos, analisar de forma mais detalhada as demais imagens deste dia em que, como em outro qualquer, caçando meus raios, (meu Hobby) Veja matéria anterior clicando aqui.

Intrigado com todos os comentários, havia decidido não tocar mais do assunto, seja para não receber represália, sei lá de quem, não é verdade, ou então para não partir com este conceituado veículo para a apelação ou o sensacionalismo. A tarefa do jornalista é básica. Transmitir o que vê, com toda veracidade possível.

Foto de Ovni ampliada em 300 vezes – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

Foto de Ovni ampliada em 300 vezes – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

Foto de Ovni ampliada em 300 vezes apenas com canal verde – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

Foto de Ovni ampliada em 300 vezes apenas com canal verde – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

240x135xFoto-de-Ovni-ampliada-em-300-vezes-apenas-com-canal-de-cor-vermelho-300x169.jpg.pagespeed.ic.nOyoLUCI3b

Foto de Ovni ampliada em 300 vezes apenas com canal de cor vermelho – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

Foto de Ovni ampliada em 300 vezes apenas com canal azul – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

Foto de Ovni ampliada em 300 vezes apenas com canal azul – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

Resumindo, para que não se torne um texto enfadonho e prolixo, seguem as imagens que tive o prazer de trabalhar em diversas situações no Adobe Photoshop, realizando testes, que compartilho com vocês, meus queridos leitores. São novas imagens, feitas no mesmo dia das anteriores, porém meia hora depois. Verificarão que não existe um padrão, comparando com a foto anterior, visto que elas foram feitas no tripé, no mesmo das aparições anteriores. Lembrando que, ainda faltam algumas imagens que ainda estou analisando para posterior publicação, caso seja do desejo de nossos leitores.

 Obrigado mais uma vez por dispensarem um pouquinho do seu tempo para ajudar a analisarem tais imagens comigo e tecer seu comentário. Para tanto estou disponibilizando a imagem em alta resolução. Download aqui para estudo – Proibida a publicação por qualquer meio.

Nossos agradecimentos ao William Camargo por ter enviado informações complementares sobre sua foto.

n3m3

Fonte: www.folhapaulistana.com.br

——-

19/3/2014 – 00h05min

Objetos Voadores não identificados entre as cidades de Santana

As pequenas setas brancas na foto indicam a localização dos objetos anômalos que apareceram na foto. Foto: William Camargo/Folha Paulistana

O seguinte artigo, escrito por Athos Moraes, foi publicado no site folhapaulistana.com.br:

O jornalista, fotógrafo e professor de fotografia William Camargo (40), registrou o que para muitos podem ser considerados Ovnis ou Ufos (Objetos Voadores Não Identificados), durante uma tempestade na cidade de Santana de Parnaíba, São Paulo, Brasil. A imagem passou despercebida pelo profissional por pelo menos 1 mês, até que ele preparando fotos para uma exposição, no software Adobe Photoshop (programa de tratamento de imagens), notou dezenas de pontos de luz de quatro pontas e esferas vermelhas brilhantes.

Algumas hipóteses podem ser consideradas, visto que as imagens foram captadas durante a queda de um raio. Poderiam ser faíscas do próprio raio, tais pontos brilhantes de quatro pontas? E quanto as esferas vermelhas, seriam reflexos das luzes da cidade? Ou apenas uma aberração ótica ou reflexo na objetiva do profissional de fotografia?

Objeto voador não identificado de quatro pontas com ampliação de 300 vezes – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

Objeto voador não identificado de quatro pontas com ampliação de 300 vezes – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

Até o momento que o fotógrafo apenas analisava uma das 24 imagens, foi esta a conclusão que ele chegou. Já era noite quando foram tiradas as fotos e a possibilidade de se tratar de apenas mais um fenômeno natural se fortalecia na mente do jornalista. Outras fotos serão divulgadas nesta sexta-feira (14), pelo fotógrafo [aparentemente não foram – n3m3].

No entanto, a história tomou um novo rumo quando ele decidiu analisar as demais fotografias que havia tirado naquele mesmo dia. Foi então que notou que, tanto as imagens que foram tiradas no anoitecer quanto as que foram feitas durante o dia, tinham as esferas vermelhas brilhantes e os pontos luminosos de quatro pontas, com o céu totalmente encoberto, sem raios, sem estrelas sem avistamento de nenhum tráfego aéreo devido a forte tempestade.

Esfera vermelha que parece estar em movimento – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

Esfera vermelha que parece estar em movimento – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

William Camargo estava bastante reticente quanto a publicar ou não as fotos, por se tratar de um assunto extremamente polêmico, não querendo nem sequer falar no assunto com os colegas. Porém, depois de analisar as demais fotos, decidiu liberar a publicação das mesmas e colocar a disposição de estudiosos sérios e que realmente entendam do fenômeno Ovni/Ufo, para analise mais profunda e conclusões coerentes quanto ao fato ocorrido em Santana de Parnaíba.

Objetos brilhantes de quatro pontas e esfera vermelha juntos na mesma imagem – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

Objetos brilhantes de quatro pontas e esfera vermelha juntos na mesma imagem – Foto: William Camargo/Folha Paulistana

William Camargo é fotografo desde os 14 anos de idade e agora aos 40 anos, explicou que em seus 26 anos fotografando coisas na terra, no céu e na água, jamais havia se deparado com tal situação, que para ele é no mínimo inusitada. “Tenho o hábito de fotografar raios, nuvens, pássaros, flores e paisagens, além do fotojornalismo. Serve para mim como um calmante. Mas desta vez, confesso que fiquei no mínimo intrigado, senão curioso com o fato de as minhas fotos apresentarem esse padrão de comportamento durante uma tempestade, principalmente, depois de ter fotografado centenas delas. Fiquei mais intrigado quando mostrei a foto para um amigo, que disse que eu havia fotografado os objetos voadores não identificados (Ovnis), na região que se inicia a Serra do Japi, região esta que eu já tinha conhecimento de haver algumas aparições”, disse o jornalista. “Mas precisava aparecer justo pra mim?”, brincou William.

Para o jornalista e fotógrafo William Camargo, trata-se realmente de algum objeto voador não identificado. “Posso garantir que estrela não era, avião muito menos, reflexo das luzes da cidade, nem pensar. Então considero sim um objeto voador não identificado (OVNI), pois não consegui ver nenhuma similaridade com nada que voa, que eu particularmente conheça”.

Agora o jornalista, depois de muito estudar as imagens deverá enviar para algum órgão que seja especialista na área, para então realmente obter uma conclusão definitiva.“Seja um Ovni ou um fenômeno natural, não importa, o que realmente precisamos é de explicações convincentes quanto as 24 fotos tiradas”, finalizou William.

As fotos foram tiradas no dia 22 de janeiro de 2014.

Por Athos Moraes/Folha Paulistana
Edição final: Natasha Mekanna/Folha Paulistana

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh