web analytics

NASA não encontra o ‘Planeta X’ e diz que ele pode não existir

Telescópio-WISE

O Telescópio Espacial WISE – Wide-field Infrared Survey Explorer (Explorador de Análise Infravermelha de Grande Angular), não encontrou o ‘Planeta X’.

É um dos maiores mistérios da astronomia: um corpo gigante, o qual poderia estar em algum local além da órbita de Plutão.  Apelidado de ‘Planeta X’, Nemesis ou Tyche, acreditava-se que este planeta grande, ou estrela pequena, poderia passar periodicamente entre os cometas externos, enviando-os em direção à Terra, causando assim extinções em massa.

Porém, após uma exaustiva procura por centenas de milhões de objetos, pesquisadores hoje admitiram que ele possa não existir

O sistema solar externo provavelmente não contém um enorme planeta gasoso, ou uma pequena estrela companheira“, disse Kevin Luhman, do Centro para Exoplanetas e Mundos Habitáveis da Universidade Penn State, na Filadélfia, EUA, autor do artigo descrevendo os resultados da pesquisa, que foi publicado no Astrophysical Journal.

Porém, a equipe admite que sua pesquisa não foi em vão.  Eles dizem ter encontrado vários milhares de novos moradores no ‘quintal’ do nosso Sol, consistindo de estrelas e corpos frios, chamados de anãs marrons.

Os sistemas estelares que têm estado se escondendo bem à nossa frente, simplesmente aparecem nos dados do WISE“, disse Ned Wright, da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, que é o principal investigador da missão.

O segundo estudo do WISE, que se concentrou nos objetos além do nosso sistema solar, encontrou 3.525 estrelas e anãs marrom dentro da região até 500 anos-luz do Sol.

Estamos encontrando objetos que ficaram totalmente desapercebidos antes“, disse Davy Krikpatrick, do Centro Infravermelho e Análise de Processamento do Instituto Califórnia de Tecnologia, em Pasadena.  Kirkpatrick é o autor principal do segundo artigo, também publicado no Astrophysical Journal.

Apesar do grande número de novos vizinhos solares encontrados pelo WISE, o ‘Planeta X’ não apareceu.

Especulações anteriores sobre este hipotético corpo celeste se originaram em parte dos estudos geológicos que sugeriram um intervalo de tempo associado com as extinções em massa na Terra.  A ideia era de que um grande planeta ou uma pequena estrela, escondida nos confins do nosso sistema solar, poderia periodicamente passar através das bandas de cometas externos, enviando-os em nossa direção.

As teorias de extinção em massa baseadas no Planeta-X foram em grande parte descartadas pelos astrônomos mesmo antes do novo estudo do WISE.
Outras teorias baseadas em órbitas irregulares de cometas também tinham postulado um corpo celeste do tipo Planeta X.  O novo estudo WISE agora argumenta contra essas teorias também.

Ambas as pesquisas WISE foram capazes de encontrar objetos que outros não conseguiram, sugerindo que muitos outros corpos celestes provavelmente esperam lá fora para serem descobertos dentro dos dados agregados pelo estudo.

Achamos que há ainda mais estrelas lá fora a serem encontradas com o WISE.  Nem mesmo sabemos sobre o ‘quintal’ do nosso próprio Sol, como você pode imaginar“, disse Wright.

O WISE foi colocado em hibernação após completar sua missão primária em 2011.  Em setembro de 2013 ele foi reativado e renomeado de NEOWISE, sendo designado a ele uma nova missão de dar assistência à NASA na identificação de objetos próximos à Terra que sejam potencialmente perigosos.  NEOWISE também irá caracterizar asteroides e cometas previamente conhecidos, para melhor entender seus tamanhos e composições.

n3m3

Fonte: www.dailymail.co.uk

Colaboração: Josemir Fortunato

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh