web analytics

Nuvens lenticulares (ou algo mais estranho) aparecem em regiões não propícias ao fenômeno

nuvens-ou-ovnis

A foto da esquera e a do centro mostram o fenômeno ocorrido em Porto Alegre, Brasil. À direita o ocorrido em Orlando, três dias antes.

Em 27 de janeiro passado, na cidade de Porto Alegra, RS – Brasil, às 19h43, foi fotografada uma ‘nuvem’ de formato muito interessante.  O fenômeno teria durado alguns minutos e logo depois foi encoberto pelas nuvens ao seu redor.

Porto-Alegre

Foto da ‘nuvem lenticular’ avistada em Porto Alegre, no dia 27 de janeiro passado. (clique na foto para ampliá-la).

Os especialistas qualificaram a ‘nuvem’ em questão como sendo do tipo lenticular.

Coincidentemente, longe de Porto Alegre, na cidade de Orlando, Flórida – EUA, um fenômeno similar, mas não idêntico, foi registrado, três dias antes do incidente em Porto Alegre, no dia 24 de janeiro, já nas primeiras horas da manhã. 

E como se não bastasse, dias antes do fenômeno ocorrer em Orlando, na cidade do Rio de Janeiro – Brasil, mais nuvens lenticulares foram avistadas e fotografadas, como pode ser visto no seguinte artigo publicado aqui no OH: http://ovnihoje.com/2014/01/22/espaco-do-leitor-nuvem-lenticular-e-filmada-no-rio-de-janeiro-brasil

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Foto tirada do fenômeno ocorrido em Orlando, nos EUA, no dia 24 de janeiro passado.

Até aí, nada demais, exceto por um fator.  De acordo com a descrição constante na wikipedia, as nuvens lenticulares se formam da seguinte maneira: “Quando ar estável e úmido flui sobre uma montanha ou cadeia de montanhas, uma série de ondas estacionárias podem se formar à sotavento da mesma. Se a temperatura na crista da onda descer abaixo do ponto de orvalho, o vapor de água em suspensão se condensará formando a nuvem lenticular. Na continuação do fluxo de ar, ao descer em direção a depressão da onda, a nuvem pode evaporar-se, razão para suas bordas características.”

Até é aceitável a presença de nuvens lenticulares no Rio de Janeiro, pois embora o fenômeno seja incomum por lá, pelo menos há montanhas ao redor que possam justificar a formação dessas nuvens. 

Contudo, nuvens lenticulares em Porto Alegre e principalmente em Orlando, onde não existem montanhas para auxiliarem na formação das mesmas, é algo, no mínimo, muito estranho. 

Ou o clima mundial está tão louco que decidiu agora fabricar nuvens lenticulares sobre regiões planas, ou o que se vê nas fotos deste artigo são outro tipo de fenômeno climático, ou não.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh