web analytics

V Fórum Mundial de Ufologia: como foi o segundo dia (II UFOZ)

Stephen Bassett fala diante do auditório lotado, encerrando o segundo dia do II UFOZ 2013

Stephen Bassett fala diante do auditório lotado, encerrando o segundo dia do II UFOZ 2013

Na sexta-feira em Foz do Iguaçu aconteceram algumas das mais importantes apresentações do evento

O dia começou com a palestra de Ataíde Ferreira Neto, psicólogo, conferencista, escritor e presidente da Associação Mato-Grossense de Pesquisas Ufológicas e Psíquicas (AMPUP). Durante sua apresentação, intitulada O Impacto da Presença Extraterrestre, Ataíde levantou as mais diversas características da arqueologia brasileira, analisando-as sob a ótica ufológica, mostrando que a cultura indígena no Brasil contém registros contundentes do Fenômeno UFO.

Ele também trouxe para sua conferência comparações entre a cultura indígena nacional e outras ao redor do mundo, mencionando como exemplo as pinturas rupestres encontradas na cidade de Barra do Garças, que retratam objetos discoidais semelhantes aos identificados no deserto do Saara, na região de Tassili no norte da África. Estes e outros indicativos globais descrevem o mesmo fenômeno, que é relatado  e observado atentamente desde os primórdios da nossa civilização.

A segunda conferência do dia foi do português Luis Vieira de Matos, renomado pesquisador que tem em seu histórico uma rica investigação da casuística na África, em especial as ocorrências entre as etnias mais isoladas. Sob a temática O que os UFOs Significam Para Nós?, Matos discorreu sobre a cronologia ufológica em nosso planeta datada desde antes do surgimento do homem. Apresentou indícios como um fóssil de pegadas encontrado em Utah, datando de no mínimo 250 milhões de anos, até fotos e vídeos mais atuais de avistamentos de UFOs.

Tempo de grandes mudanças se aproxima

Ao final de sua palestra Matos apresentou uma extensa lista de personalidades das áreas da política, religião e ciência que fizeram declarações sobre o Fenômeno UFO, mostrando como os líderes mundiais estão cientes dos acontecimentos e não revelam toda a verdade para a população mundial, alegando que o pânico tomaria conta da racionalidade das pessoas. Sobre isso ele declarou: “Se for instaurado o caos, o controle das massas não será possível”. Em suas considerações finais o palestrante afirmou que estamos muito próximos de um passo na evolução de nossa espécie: “O tempo da passagem do Homo sapiens sapiens para o Homo sapiens aliens está chegando”.

Em seguida subiu ao palco Thiago Ticchetti, ufólogo e conferencista, autor do livro Quedas de UFOs e de vários artigos e entrevistas para a Revista UFO. Sob o assunto da Tipologia dos Alienígenas, apresentou diferentes descrições obtidas em diversos casos ao redor do mundo, mostrando como a partir destes podemos classificar algumas das espécies mais comuns visitantes. Thiago as dividiu em quatro classes: humanoide, animalia, robótica e exótica. Na classe de humanoide há seres com características semelhantes aos humanos e entre os mais comuns estão os Greys, pequenos seres de pele cinza, de cabeça grande e calva, muito comuns em seriados e filmes. Na classe animalia existem subdivisões como mamíferos, insectoides, anfíbios e aviários, sendo os mais comumente descritos os reptilianos, por vezes chamados de homens-lagarto, com aproximadamente 1,80 metros, apresentando pele verde e membranas nos pés e mãos.

A classe robótica tem aspecto metálico e pelo fato de se comunicarem entre si, conforme descrição de testemunhas, são também considerados uma forma de vida. O último tipo abordado por Ticchetti foi o exótico, classe composta por seres físicos que não apresentam atributos comuns às outras. Por exemplo, um dos seres relatados foi descrito como tendo forma de geleia, cerca de 90 centímetros e exalando mau cheiro. O conferencista conclui dizendo: “Há uma diversidade enorme de raças que visitam a Terra e ainda não temos conhecimento de todas elas, nem mesmo suas intenções”. Thiago também apresentou seu novo livro intitulado Arquivo UFO: Casos Ufológicos, que será lançado em breve pela Biblioteca UFO.

Contatos diretos e a consciência humana

A quarta palestra do dia foi a do chileno Rodrigo Fuenzalida, sociólogo e presidente do Agrupamento de Investigações Ovniológicas Nacionais (AION) e representante da Mutual UFO Network (MUFON) no Chile, além de correspondente internacional da Revista UFO. Intitulada Os UFOs e os Fenômenos da Consciência, a conferência abordou casos de diversas naturezas ocorridos dentro do território chileno. Fuenzalida apresentou estudiosos que falam do tema Ufologia e consciência, assim como especialistas em casos parapsíquicos. Ele apontou as principais características que determinam se um contato é de caráter psíquico ou não. Além disso, relatou que muitas aparições ufológicas coincidem com movimentos de placas tectônicas que, de alguma maneira, podem liberar uma maior concentração de energia eletromagnética.

Fuenzalida especulou que esse fato pode estar diretamente relacionado a constantes avistamentos em locais próximos a vulcões. Posteriormente o palestrante falou sobre experiências extrassensoriais afirmando: “A consciência não é apenas uma atividade química no cérebro, mas vai além desses estímulos”, defendendo que para entender os contatos ufológicos além da consciência é necessário sair do pensamento linear. Rodrigo Fuenzalida finalizou afirmando ser possível observar que muitas dessas aparições desafiam as leis da gravidade, sugerindo que essas civilizações pertencem a um estágio evolutivo mais avançado.

A Avançada Ciência e Espiritualidade em ETs que Atuaram no Brasil Central foi o tema da conferência apresentada pelo general Paulo Yog Uchôa. Filho e seguidor do também general e maior pioneiro da Ufologia Brasileira, Alfredo Moacyr de Mendonça Uchôa, o conferencista abordou as experiências e relatos de seu pai, descrevendo casos em que a ciência alienígena surpreendeu os mais diversos estudiosos e especialistas. Um dos casos mencionados foi o encontro de seu pai com Yogarin, uma entidade posteriormente identificada como sendo também Mestre Morya, que orientou o general Alfredo a divulgar seus conhecimentos acerca dos fenômenos que vivenciava, assim como suas experiências dentro da Parapsicologia e do conceito de Hiperespaço.

Clique aqui para ler o restante do artigo…

 

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh