web analytics

ONU irá adotar plano de defesa contra asteroides e outros objetos espacias que venham de encontro com a Terra

Plano de defesa contra asteroide deve ser implantadoA Organização da Nações Unidas – ONU, está montando um “Grupo Internacional de Alerta de Asteroides”, a fim de coordenar os esforços para defender a Terra de asteroides perigosos e outros objetos que venham em direção ao nosso planeta.

Quando um meteoro explodiu sobre Chelyabinsk, na Rússia, em fevereiro passado, as agências espaciais do mundo somente descobriram o fato junto com o resto de nós, através do Twitter e YouTube.  Isso, diz o ex-astronauta Ed Lu, é inaceitável, e as Nações Unidas concordam.

Na última semana a Assembleia Geral aprovou um número de medidas que Lu e outros astronautas recomendaram para proteger o planeta de asteroides perigosos.

Hoje, nenhum governo no mundo tem explicitamente designada a responsabilidade pela proteção planetária para quaisquer de suas agências“, disse Rusty Schweickart, membro da ASE (Association of the Space Explorers), que fez parte da missão Apolo 9 em 1969. “A NASA não tem a explicita responsabilidade de desviar asteroides, e nem as outras agências espaciais.”  A ASE prega que cada nação delegue a responsabilidade para lidar com um potencial impacto de asteroide para uma agência interna – antes que o evento esteja sobre nós.

O próximo passo na defesa da Terra contra os asteroides perigosos é o de encontrá-los, disse Lu.

Há 100 vezes mais asteroides lá fora além daqueles que já encontramos.  Há aproximadamente 1 milhão de asteroides grandes o suficiente para destruir a cidade de Nova Iorque, ou mais.  Nosso desafio é o de encontrar estes asteroides primeiro, antes deles nos encontrar.

O alerta com antecedência é importante, porque ele aumenta a chance de sermos capazes de desviar um asteroide ameaçador, uma vez que seja encontrado.

Se uma espaçonave atingir um asteroide 5 ou 10 anos antes da rocha atingir a Terra, uma leve alteração orbital deverá ser o suficiente para fazê-lo evitar a Terra; se o asteroide não for detectado cedo o suficiente, a evacuação da zona de impacto pode ser a única opção disponível.

Se não o encontrarmos com um ano de antecedência, prepare um ótimo coquetel, saia para fora e assista”, satirizou Schweickart

A Fundação B612, uma organização sem fins lucrativos fundada por Lu para tratar do problema de impactos por asteroides, está desenvolvendo um telescópio infravermelho, com financiamento privado, chamado Sentinel, que deverá ser lançado em 2017.  O telescópio dará início à uma procura sistemática por objetos perigosos próximos da Terra.

Os astronautas da ASE também estão pedindo às Nações Unidas para coordenarem uma missão prática de desvio de asteroides, a fim de testar as tecnologias para desviar uma rocha para fora de seu curso, caso seja necessário.  O meteoro de Chelyabinsk, que feriu mais de 1.000 pessoas, mas não matou ninguém, seria um ‘tiro de alerta’, disse o astrônomo Neil de Grasse Tyson, do Museu Americano de História Natural.

“Chelyabinsk foi má sorte“, disse ele. “Se formos atingidos novamente daqui há 20 anos, então não será má sorte – será estupidez“.  Lu concordou.

n3m3

Fonte: www.scientificamerican.com

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh