web analytics

Será que o telescópio Kepler não mais poderá procurar por exoplanetas habitáveis?

keplerAnteontem, a NASA anunciou que seu telescópio espacial Kepler, o qual já descobriu mais de 2700 exoplanetas até agora, está avariado e poderá “se aposentar” prematuramente.  De acordo com a agência, as “rodas de reação” do aparelho, que são dispositivos para controle do posicionamento da nave no espaço, falharam.

Contudo, há uma chance mínima de que telescópio Kepler possa ser recuperado.  Os engenheiros da missão estão fazendo o possível para consertar a falha nas próximas semanas.

Mas a situação não é desesperadora, pois, apesar de nenhum instrumento com a mesma capacidade técnica do Kepler está previsto para ser lançado a curto prazo, em outubro a Agência Espacial Europeia irá lançar sua Missão Gaia, projetada para criar um mapa extremamente preciso, em 3D, de aproximadamente 1 bilhão de estrelas da Via Láctea; ou seja 1 por cento do total da galáxia.  Este trabalho poderá detectar dezenas de milhares de novos sistemas planetários, dizem os cientistas.

Os cientistas esperam que o Gaia lhes mostre mais detalhes a respeito da distribuição dos exoplanetas pela nossa galáxia: “Há mais deles próximos ao centro, ou nos braços espirais [da galáxia]?  Os planetas são mais comuns nas áreas ricas em elementos pesados?“, indagaram os repórteres Yudhijit Bhattacharjee and Daniel Clery na publicação Science online recentemente.

Enquanto isso, a NASA planeja lançar um satélite caçador de planetas em 2017, com o nome de TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite), o qual focará na missão de encontrar planetas do tamanho da Terra que possam abrigar a vida.

Logo após, no final de 2018, a NASA planeja apontar seu Telescópio Espacial James Webb para os mais prometedores dos exoplanetas que descobertos pelas missões anteriores, a fim de fazer uma varredura de suas atmosferas, na esperança de encontrar vapores d’água e gases que possam ser produzidos por organismos vivos, tais como oxigênio, metano, etc.

n3m3

Fonte das informações: space.com

 

 

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh