web analytics

“Iridium Flares”: Não confunda essas luzes com OVNIs

03/04/2013 | Por n3m3 | 25 Comentários Mais
Compartilhe com a galáxia:

Uma típica emissão de luz de um satélite Iridium.

Uma típica emissão de luz de um satélite Iridium.

Muitos leitores nos escrevem relatando a respeito de luzes no céu noturno, as quais eles acreditam não terem sido satélites, devido ao brilho que elas emitiram a um determinado momento.

Algumas dessas pessoas inclusive declaram que o alegado OVNI sinalizou de volta para eles com um facho de luz, enquanto eles o observavam.

Mas, para mantermos nossos pés aqui na Terra enquanto observamos o céu com o intuito de localizar os elusivos Objetos Voadores Não Identificados, temos que ser honestos conosco mesmos, bem como com todos os leitores do OVNI Hoje.

Da mesma forma que nem tudo que reluz é ouro, nem tudo que se movimenta e brilha no céu é nave espacial alienígena.

Frequentemente as pessoas são enganadas pelos satélites Iridium, pois eles não só cortam o céu em sua órbita, mas também em determinados momentos emitem um brilho repentino, o qual faz com que a pessoa que os avistou naquele momento pensar que se trate de algo extraterrestre.

Este fenômeno artificial é chamado de Iridium Flare, ou, em tradução livre, ‘Cintilação Iridium’, a qual é proveniente dos satélites de telecomunicações com o mesmo nome.

Flare_Simulation

Animação mostrando com uma emissão de luz Iridium se comporta para quem a avista da Terra.

Os satélites Iridium carregam enormes antenas altamente refletivas, as quais, nas condições certas, podem refletir a luz solar na direção da Terra por alguns segundos, fazendo com que os menos avisados pensem que acabaram de ver uma nave alienígena sinalizando para eles.

Se você já viu algo parecido antes, vale a pena recapitular exatamente o que viu, pois as chances são grandes de que tenha sido somente um satélite Iridium.

Porém, se você avistar uma luz cortando o céu e ela variar sua velocidade, ou então mudar sua rota, fique alerta, pois satélites não fazem isso.  Eles cortam os céus em velocidades constantes e nunca mudam sua rota.

Também vale lembrar que os satélites Iridium só refletem a luz solar uma vez ‘por avistamento’.  Portanto, se o objeto emitir luz mais de uma vez, comece a registrar tudo que esteja vendo naquele momento, pois pode ser algum fenômeno muito mais raro.

Para aqueles interessados em saber quando um evento Iridium Flare ocorrerá na sua região, há vários aplicativos disponíveis para quem tem telefones celulares ou tablets com sistema operacional Android, ou mesmo para o iPhone/iPad.

Assim, a próxima vez que você vir um brilho repentino no céu noturno não chegue à conclusões precipitadas… mas fique alerta.

Olhos no céu… e pés na Terra!

n3m3

 

Compartilhe com a galáxia:

Tags: Iridium, ovni, OVNI Hoje, ufo

Category: Editoriais, OH

close next picture next picture
Original Picture...
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE