O OVNI / UFO que acompanhou a missão Apollo XI a caminho da Luz

OVNI visto pela Apollo 11Veja abaixo o trecho em português do documentário “First on the Moon” (“Apollo XI, A Verdadeira História”), do Discovery Channel.

Nele é descrito o encontro da Apollo XI com um misterioso objeto enquanto estavam à caminho da Lua.

Assista:

Fonte do vídeo: Eduardo Oliveira

n3m3

Arquivado em: Avistamentos, Documentários, Fotos, OH, Vídeos Tags: , , , , ,

PARA COMPARTILHAR ESTE ARTIGO EM SUA REDE SOCIAL, UTILIZE OS ÍCONES À ESQUERDA DA TELA.

...

SE VOCÊ NÃO ACESSOU NOSSA PÁGINA PRINCIPAL, ESTÁ PERDENDO UM UNIVERSO DE INFORMAÇÕES: OVNIHOJE.COM

...

Outros artigos de interesse:

Poderia o misterioso ladrilho que caiu do céu pertencer à uma nave ultra secreta dos EUA? Poderia o misterioso ladrilho que caiu do céu pertencer à uma nave ultra secreta dos EUA?
Mistérios do Espaço: Alienígenas Mistérios do Espaço: Alienígenas
Objeto ainda não identificado cai do céu em Nova Jersey, EUA Objeto ainda não identificado cai do céu em Nova Jersey, EUA
ETs invadem Portugal ETs invadem Portugal
42 comments
Reptilian
Reptilian

você acredita que a Terra, uma das dezenas de bilhões, se não centenas de bilhões de planetas é o "mais avançado" e ou a vida "apenas" inteligente no Universo ... que é possivelmente a coisa mais ignorante que você poderiamos pensar. existem planetas exponencialmente mais e estrelas no universo do que há todos os seres humanos e animais na Terra. Além disso, temos milhares monolíticas estruturas de anos (como o templo de Balbek) que não temos chance de ser capaz de construir com a tecnologia de hoje 'tentando me dizer que em bilhões de anos a terra tem sido em torno não há até mesmo uma outra raça inteligente de dezenas de bilhões de planetas no universo? Sinceramente ... acordar e cheirar as rosas! ridículo!

http://youtu.be/CC04CgoT7gY

Ashwynni
Ashwynni

Pessoal,para manter a organização do blog, comentários aleatórios que nada tenham a ver com o tópico,serão excluídos sem aviso prévio.Obrigada.

Marcos Cesar
Marcos Cesar

Depois do testemunho de um cara desses, não teria que haver mais discussão sobre o assunto OVNI. A coisa existe e ponto final.

bardo
bardo

boa tarde, não é divulgado nada que realmente interesse por uma questão de segurança, resta saber de quem ou do que.

Eduardo
Eduardo

Sei não... se eu fosse apostar tudo no ano da grande revelação, seria 2013... Faz no mínimo uns 20 anos que me interesso pelo desconhecido e, ligando os pontinhos de tudo que já vi, li e ouvi, diria que este ano nos reserva muitas surpresas. Fiquem atentos no mundo a sua volta, esqueçam as distrações (2012, carnaval, BBB, novelas...). Verão que algo está para acontecer.

Elisabeth
Elisabeth

Vcs não estão achando estranho toda essa exposição "agora" de ovnis e etccc por parte dos governos americano, soviético, chinês e etc..? Não querendo ser maluca mas dá a impressão que estão fazendo questão de alardar tudo isso. Desculpe coisas malucas de minha cabeça.

antoniofarias
antoniofarias

sobre o assunto, existe uma certa pressão pela divulgação mas eles já sabiam disso e estão preparando os documentos que vão apenas nos fazer ficar na mesma. Nada de impacto, perderam a chave do cofre.

wess
wess

POIS É!

arquivos para serem mostrados, somente alguns...

e os outros? esperamos terminar esses tipos de acobertamentos.

Isso é que se chamamos de ridicularizar informações.

STOP the UFO Cover Up!

segundo Neme.

abraço

menino.welisson
menino.welisson

Aham henderyck dart , 2013 Promete , O que eu quero saber mais é da AREA 51 E da ida a LUA , Coisa que vão divulgar no dia de são nunca :D , Seilá kk , ABRAÇO! ;D

henderyck dart
henderyck dart

A NASA sabe muita coisa. Eu acho que não vou chegar a ler ou ouvir o que ela sabe. Só na próxima encarnação. Se bem que 2013 promete: renuncia papal, bombas da Coreia do norte, Tsuname nas ilhas Salomão, Renan Calheiros comandando, gasolina subindo. Deve vir mais "bombas" por aí, e não são Coreanas.

Gilmarnauta
Gilmarnauta

Ridicularizaçáo?

Essa NASA é verdadeeirameente ridicula!!!!

antoniofarias
antoniofarias

Essa e centenas de avistamentos por astronautas, mas nós sabemos bem pouco.

marujo
marujo

- Um momento Apolo, estamos verificando!

(Eugene desliga o microfone)

- Vamos lá, quero alternativas para a resposta ... rápido, ou Aldrin vai ter um piti!

(...)

- Aqui está, Diretor.

a) balão meteorológico,

b) pareidolia,

c) lens flare,

d) drone,

e) duas gotas na janela,

f) um de voces está brincando com o lazer,

g) holograma do Tony,

h) papai noel,

i) explicamos na volta,

(my God)

- Alô, Apolo, voces estão com problemas ...

Maneco
Maneco

Já não é segredo que as missões tripuladas eram e são extensivamente vigiadas de perto por esses objetos espaciais, resta saber o que querem ou se é só curiosidade!

Creio que querias ter escrevido LUA ao invés de luz no título do post!

Gliese581g
Gliese581g

Duvido que eles não relataram a Houston, com certeza fizeram em off. Até pq poderiam ser os Sovieticos! Escondem muita coisa!

Boa noite!

SENAM
SENAM

Sem censura, está indo muito bem.

henderyck dart
henderyck dart

Francis, muito bom o vídeo. O desmaio da astronauta eu ví ao vivo.

Cris
Cris

Imagina Elisabeth... vc está certíssima! :)

mauro
mauro

Espera só o mês de março chegar.

Marcelino S de Melo
Marcelino S de Melo

Faltou a alternativa preferida deste blog, Apollo vão dormir que é FAKE: KKKKKKKKKKKKKKKKKK

Marcelino S de Melo
Marcelino S de Melo

E os três disseram que foram dormir e deixaram para falar do assunto na volta? Os caras estão no espaço, indo para lua, sem proteção nenhuma contra uma possível ameaça, e aí eles vêem um objeto brilhante desconhecido seguindo a Apollo 11 a uma certa distância e resolvem ir dormir tranquilamente ???? Eita cabra machos. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Conversa fiada sô.

vander
vander

(my God) rsrsrsrsrsrsr rachei o bico

Francis
Francis

Essa Astronauta é um exemplo vivo do controle existente sobre o que eles devem falar!

Tonny Galletti
Tonny Galletti

O ceticismoaberto assim como o e-farsas são da mesma fonte criacionista de psicopatas defensores da alucinação e controle mental "teísta".

Luiz Rasiel
Luiz Rasiel

Cometa de gelo? Parece mais dois sois...

Trooper78
Trooper78

Pois é, para alguns ele poderia ser um louco, mas pra mim ele tinha opiniões que davam calafrios ^^

Raphael
Raphael

Engraçado vc falar em alucinação......

Tonny Galletti
Tonny Galletti

Sobre uma de minhas pesquisas no meu livro está apossibilidade pactível de transporte de objetos gigantescos em caudas de cometas... Isso me deixou surpreso porque da informação de Collier sobre o transporte da Lua até à órbita de nosso planeta teria sido feito por meio de "puxamento" de um cauda de um cometa....... Verifiquei artigos e inclusive fotos de objetos sendo arrastados pelo cometa Elennim......... Antes de ele se desintegrar(artificialmente, claro!!! Porque esse papo de desintegração por proximidade ao Sol eu nao engulo) - Logo esta afirmação dada pelos Andromedanos a Collier pode ser factível e verossímel de que a Lua é mesmo uma imensa nave usada por aliens répteis nos tempos mais remotos da história de nossa Terra. Lembro ainda que o módulo lunar ao tocar a superfície da Lua o sismógrafo registrou vibrações como se estivessem desembarcado em cima de um grande objeto oco e metálico: metálico no sentido bruto e antigo........... Thau!!!.......

Tonny Galletti
Tonny Galletti

Eu não sofro de esquizofrenia...... Estou apenas em recesso escrevendo um pequeno livro.... Mas eu sempre sobrevôo por aqui........... Estou de olho!

Tonny Galletti
Tonny Galletti

Infelizmente a grande maioria da população é propensa à alucinações especialmente no campo da re-li-gi-ao e isso se deve muito em parte de nossa informação genética "como humanos" produzidos artificialmente. Logo somos uma "quimera" produzida sem o mínimo de ética por alienígenas e desordenadamente nossos antepassados foram modificados por inúmeras inserções de DNA de outras raças...

Quanto à alucinações eu falo em maior grau no fator da escravidão por parte das re-li-gi-o-si-da-des ---- Existe um video circulando na "web" intitulado: "pentagono identifica "gene" alucinógeno da re-li-gi-ao e estuda produzir uma vacina pra neutralizar esse gene. O nome do projeto é, se eu me recordo é: FUNVAX.

:)

Alex lima
Alex lima

Embora a lua seja o corpo celeste mais próximo da Terra, ela ainda guarda uma enorme quantidade de mistérios. Mais próxima em termos relativos, claro: o grande satélite que embeleza nosso céu está a cerca de 362 mil quilômetros de distância de nós.

Um ser humano não deixa sua marca na superfície da lua desde 1972. Chegar lá não é tarefa fácil, especialmente em missões tripuladas. Mas isso não impede uma série de pesquisas sobre o satélite. Mesmo com quase quatro décadas sem a presença humana, a lua recebeu uma série de sondas, enviadas por várias nações ao redor do mundo.

Rochas lunares transportadas para a Terra pelo programa Apollo, décadas atrás, ainda continuam oferecendo pistas importantes para entender a história da lua.

Futuras missões, com robôs e pessoas, devem nos ajudar a encontrar soluções para as dúvidas do quebra-cabeça lunar. Abaixo você confere os principais questionamentos dos astrônomos e curiosos.

Como a lua chegou lá?

Culturas em todo o planeta já criaram mitos para tentar explicar a existência da lua, nas mais diversas épocas. Atualmente, os cientistas têm novas ideias sobre o que realmente aconteceu.

A teoria mais aceita é a de que um corpo do tamanho de Marte se chocou com a Terra, cerca de 4,5 bilhões de anos atrás. Com a colisão, o outro corpo teria se desintegrado. Seus pedaços teriam se condensado e ficado presos pelo campo gravitacional da Terra, gerando assim nossa grande vizinha prateada.

A hipótese, entretanto, levanta dúvidas. A lua tem muita água congelada, por exemplo, algo que não poderia ser ligado a sua possível origem quente.

Lua de gelo

A lua continua surpreendendo pesquisadores pela quantidade de água que contém. Quanto mais os astrônomos procuram o líquido, mais eles encontram, em diferentes locais e profundidades.

A água, em forma de gelo, transformou-se em crateras. Estudos indicam que o interior da lua é muito mais úmido do que estimavam os pesquisadores (ainda que hiperárido, se comparado com o da Terra).

Uma das possibilidades é que cometas gelados tenham colidido com a lua, originando parte substancial dessa água. Mas a questão da origem e distribuição do líquido na lua ainda é um mistério que deixa os cientistas coçando a cabeça.

As duas caras da lua

O lado negro da lua pode não ser visível da Terra, mas isso não impede que pesquisas se realizem lá. As marias, regiões escuras de magma resfriado, são praticamente ausentes por lá, como foi revelado por sondas e observado por astronautas do Apollo 8.

Os hemisférios totalmente diferentes da lua podem ser explicados, em parte, pelo fato do lado escuro ter uma crosta espessa, com cerca de 15 quilômetros. O lado iluminado é mais propenso a se rachar com a colisão de meteoritos, que também espalham magma no local.

Seria a lua o motivo para a nossa existência?

Com o quarto maior diâmetro e mais de 1% da massa da Terra, nossa lua é o quinto maior satélite natural do sistema solar, e o maior em relação ao seu planeta.

Com sua massa considerável, a gravidade lunar estabiliza a oscilação do eixo terrestre, moderando nossas mudanças sazonais. Além disso, a lua tem função importante nas marés do oceano e pode ter ajudado na formação da sopa primordial, a mistura que teria dado origem à vida na Terra há mais de três bilhões de anos.

Os astrônomos se perguntam se planetas semelhantes à Terra precisariam de grandes luas como a nossa para que a vida pudesse se desenvolver.

Uma resposta pode estar no nosso vizinho vermelho, Marte. O planeta tem duas pequenas luas, que podem ter sido asteróides anteriormente. Nunca foi encontrada vida em Marte, algo improvável, mas não fora de questão. Os estudos para descobrir se alguma forma de vida surgiu por lá podem ser fundamentais para entendermos a influência das luas nos planetas, e como seria o desenvolvimento da vida na Terra sem ela.[Life'sLittleMysteries]

Stephanie D’Ornelas é estudante de jornalismo, tem 20 anos e adora um café e um bom livro. Curte ciência, arte, culturas e escrever, mesmo que sejam poesias para guardar na gaveta.

@[email protected]

r4f4b3ml0c0
r4f4b3ml0c0

Teoria interessante, mas creio que para isso acontecer quem reboca tem que ter mais massa, e só uma questão sobre a lua ser uma nave, se for vero, e ela ser oca, não totalmente claro, sua massa não seria suficiente para alterar as marés na terra, a menos é claro que isso seja uma força desconhecida produzida de forma mecanica-espiritual por lagartichas, e seria um grande desperdicio de tamanho, visto que uma lua é bem grande para uma nave, a menos que tenha uma civilização inteira lá dentro, ou seja a estrela da morte.

fireman
fireman

Concordo com a sua teoria Tony...eu tambem penso a mesma coisa, a um mês atrás observei e filmei por algum tempo, um objeto luminoso azul, que ficava zig-zagueando em volta da LUA pemanecendo por várias horas, dava imprensão que tinha mais ponto luminoso com menas intensidade naquela área, depois de algum tempo o objeto luminoso se distanciou-se e juntou-se a outro objeto luminoso na cor verde, sumindo logo em seguida, apenas permanecendo o ponto azul, vou postar este vídeo na àrea de Relatos, só pesso que me aguardem, por gentileza...abraços..

Jam
Jam

TONNY, UMA DICA: sobre este tipo de "vai e vem" dos satélites do nosso sistema solar que esta no livro Ringmakes of Saturn (CAPÍTULO - A CONECÇÃO LUNAR) Norman Bergrun. Também fala de Iapetus.

Alex lima
Alex lima

Misterios e Ufologia

Estamos sozinhos no universo? Somos realmente o topo da evolução? Acredite existem mais verdades que imaginamos.

Total de visualizações de página

5758

Este Blog Link daqui

Este Blog

Link daqui

sábado, 19 de fevereiro de 2011Revelações de Willian Rutledge geram polêmica sobre a Missão Apollo

Entrevista com William Rutledge, 76 anos, formado pelo laboratório Bell e empregado pela USAF, é o nome da “garganta profunda”, que desde abril de 2007 tem descoberto e espalhado muitos vídeos e materiais fotográficos no YouTube sobre a suposta missão espacial da Apollo 20. O nome de usuário dele no site é “retiredafb” e a fotografia mais incrível que ele lançou é do suposto vôo sobre uma nave alienígena encontrada na parte de trás da Lua.

A última missão tripulada oficial para a Lua foi a ApolLo 17 (NASA), que ocorreu em dezembro de 1972, e a missão Apollo 20 foi cancelada pela NASA em janeiro de 1970. Mas a suposta fotografia da Apollo 20 não é o único material que veio a tona nessas últimas semanas. Wiliiam Rutledge também lançou uma suposta oficina para o vôo de supostas naves espaciais, disponível no YouYube como preflight study for Apollo 20. Temos também no mesmo site alguns vídeos com reflexos do estranho objeto no lado escuro da Lua (cujos números seriam AS20-1020, AS20-1022 e AS20-FWD-7250). Segundo os arquivos de Wiliiam Rutledge no YouTube, que atualizou as duvidosas fotografias e as imagens com alguns reflexos, a Apollo 20 foi para a Lua em agosto de 1976. O destino era ISZAK D, sudeste da cratera Delport, do outro lado da Lua. Era uma missão americana e soviética. A tripulação era composta por William Rutledge CDR, formado nos laboratórios Bell, Leona Snyder, CSP laboratórios Bell e Alexei Leonov, cosmonauta soviético formado pela Apollo Soyouz (missão um ano antes).

ENTREVISTADOR – Como se tornou um astronauta com a NASA nos anos 70?

WILLIAM – A NASA não me empregou, quem me deu emprego foi a USAF. Eu tinha trabalhado em um estúdio de tecnologia estrangeira, apenas russa, e estudei sobre o projeto N1, sobre o plano de projeto Ájax e no projeto Mig Foxbat 25. Tinha algumas habilidades para navegação de computador e eu era voluntário para o projeto MOL-Gemini. A USAF me recrutou. Optei mais tarde pela Apollo 20 porque eu era um raro piloto que não acreditava em Deus, o que mudou desde 1990. Isto não era o status dos astronautas da NASA. Não acreditar em Deus fez a diferença.

ENTREVISTADOR – Quando e, acima de tudo, por que decidiu abrir essas informações sobre a missão espacial secreta? Há alguém te protegendo?

WILLIAM – Talvez seja o anúncio da “maravilha de tudo isso”, 2012 está se aproximando muito rápido. Penso também que os UFOs aparecerão com mais freqüência a partir de setembro de 2007. Muitas pessoas morreram ao meu redor em Ruanda. Tenho tido mais tempo para me preocupar com isso. Sobre proteção, por favor, entenda, é difícil falar de minha blindagem.

ENTREVISTADOR – Após a missão Apollo 20, que ocorreu em 1976, segundo as informações que você nos deu, o que fez e quando deixou os Estados Unidos?

WILLIAM – Depois da Apollo 20, algumas coisas aconteceram, não estava ciente de como o material coletado seria usado. Pensei que a nave espacial era uma péssima idéia. Trabalhei no projeto KH 11 antes de me aposentar.

ENTREVISTADOR – Nas suas palavras no YouTube, você mencionou os membros da Apollo 20, entre eles há um cosmonauta soviético, Alexei Leonov. Lembro-me que ele ainda está vivo. Ele sabe o que você está fazendo na rede mundial? Você falou com ele depois de abril de 2007? E se a resposta for não, você não tem medo do que ele poderia fazer ou dizer?

WILLIAM – Leonov não está ciente de tudo isso. Eu não falei com ele, nossos contatos foram totalmente perdidos em 1982, 1984. Fui para Ural em 1995 ou 1994, não me lembro, respondendo a um convite, mas estava uma grande confusão aqui, cruzei Moscou quando os tanques estavam atirando no parlamento russo. Não posso imaginar a reação dele. Se ele descobrir os vídeos sem uma preparação, ele pode confirmar ou deixar rolar. Se ele tiver preparado e avisado, ele pode negar.

ENTREVISTADOR – A questão dos subtítulos nos diálogos do “material da nave”, você o fez ou mais alguém o ajudou? E os diálogos originais? Estavam no material? Teve problemas com a codificação durante a transferência?

WILLIAM – Sim, diversos problemas. Os subtítulos foram feitos apenas depois da transferência, tenho que trabalhar com a distância, estarei de volta em Ruanda em julho. Pedi para colocar o material do vôo rapidamente, eles fizeram as legendas em uma hora, a abertura para 1.8 não está no lugar correto, há erros, mas isso não me espanta. A Apollo 11 me surpreendeu em uma menção no começo do filme, isto está no filme original, um internauta me avisou. Os filmes não são da primeira geração, alguns deles foram copiados em 1982, estou certo disto, alguns tem o fundo azul como eram as do final dos anos 70.

ENTREVISTADOR – Nos diálogos entre os astronautas e a missão de controle, há algumas expressões que não entendo: por exemplo, “CSM”, “DSKY” e “Vanderberg 20”. Poderia imaginar que “DSKY” é a posição que estão na Lua (perto da cratera Izsak) e o “Vandeberg 20” são do controle de missão, localizado na base da Força Aérea em Vanderberg, na Califórnia. Pode explicá-los?

WILLIAM – CSM é Command Service Module [Comando do Módulo de Serviço], DSKY era o computador “display keyboard” [Exibição do teclado], usávamos muito disso. AGC é Apollo Guidance Computer [Computador de Guia da Apollo] o mesmo que DSKY, mas localizada dentro da nave da Apollo e unida a um telescópio. Em alguns vídeos, as primeiras imagens vistas é o painel DSKY com linhas “prog”, que indica o programa que está correndo em verbo e pronome, o verbo indica o que o DSKY precisa fazer e mostrar. Antes de filmar tive que entrar no verbo 15 (que é MET, missão, tempo, ou horas, minutos, segundos, então há 65 pronomes para exibição naquelas fileiras, as horas estão na primeira linha, minutos na segunda e na terceira estão os segundos e os décimos). Então, em cada filme colocamos a data no começo da matéria, MET (Mission Elapsed Time). No filme do vôo, o computador indica 144 horas se me recordo bem.

Capcom (cc) é a função do único carregado da transmissão oficial para os astronautas. Ele garante todas as informações e as transmite para os astronautas, notícias do solo, instruções para correções, chamadas para acordarem, há três pessoas se revezando.

A síntese era “Vandenberg” chamando de próximo vandenberg “vinte” uma ligação do “vinte”. Isto invertia quando começava da terra: Capcom – Vinte ou às vezes EECOM-vinte, Guido vinte era quando tínhamos um trabalho especial para fazer, entrada num dique, correções. Quando a saída de um dique era feita, as comunicações eram diferentes. Constelação vandenberg (nome da espaçonave da Apollo), fênix vandenberg (nome do LM). O nome da nave da Apollo 19 era Endymion e Ártemis era o nome do modulo lunar.

ENTREVISTADOR – Gostaria de saber algo mais sobre a preparação da missão “Apollo 20”. De onde e quando o foguete saturno foi lançado e quantas pessoas estavam envolvidas nesta missão. Pode dizer alguns nomes?

WILLIAM – Trezentas pessoas estavam envolvidas na preparação e mais algumas outras testemunhas em vandenberg. Ela foi lançada desta AFB. Mais e mais testemunhas chegaram, muitas pessoas viram a partida, câmeras foram proibidas em todas as redondezas de Vandenberg, mas hoje muitos filmam os lançamentos de cada foguete do delta de suas cidades. Outras pessoas viram este lançamento, mas não estavam sabendo que era a Saturno 5. Um internauta vendo o vídeo do lançamento disse que era o lançamento da Saturno 1B . Se hoje, com todas as informações disponíveis, alguém ainda comete tal erro, você pode imaginar como era isso em 1976. A preparação era longa, sujeita a cancelamentos, novas largadas. Os Russos tinham as primeiras informações desde 1966, não sei quais eram suas fontes.

ENTREVISTADOR – Pode me dizer alguma coisa sobre a colaboração russa na Apollo 20?

WILLIAM – James Chipman Fletcher colaborou para EUA e Valentin Alexeive para a Rússia. Werner Von Braun era o inspetor de sorte. Na Capcom tínhamos o Charles Peter Conrad e James Irwin.

ENTREVISTADOR – Diga-me alguma coisa sobre as missões “Apollo 18” e a “Apollo19”, especialmente sobre esta última e sua falha. Eram missões secretas com o mesmo objetivo da “Apollo 20”? Conte-me sobre sua ex-namorada, Stephanie Ellis, “a primeira mulher americana no espaço”, de acordo com a carta formal que você me escreveu. A história oficial do espaço não a inclui como astronauta...

WILLIAM – A Apollo 18 era o projeto Apollo-Soyuz, uma Lua de Mel antes do pouso na Lua e foi apresentado com um simples “aperto de mão” na missão de 1975. A Apollo 19 e Apollo 20 eram missões perigosas. Na longa duração do vôo, a pressão do Helio era muito alta no LEM, a segurança do disco tinha que estourar se a pressão estivesse alta, mas os motores ficariam inúteis depois disto. Então foram trocadas na Apollo 19 e 20, mas não foram testadas no espaço antes. Estava certo, mas... No papel. De qualquer maneira não tivemos problemas com isso. Era uma missão longa, sete dias programados na Lua, cada raio de luz era usada até a elevação. A Apollo 19 teve uma perda de telemetria, um brutal fim de missão sem dados. Agora a verdade é desconhecida, mas parece que foi um fenômeno natural, uma colisão com um “quase-satelite” como Cruithne, ou um meteoro (eu acho que a probabilidade é mais alta). O objetivo era o mesmo, o pouso era no mesmo local, o programa de exploração era diferente, eles tinham um grande trabalho para fazer, explorando o teto da nave e escalando na “colina de Mônaco”, (terei que colocar um mapa lunar on-line). Nenhum astronauta americano está registrado, descobri desde que muitas pessoas encontraram diversos William Rutledge na NASA. Posso ter encontrado na lista dos pilotos de teste de Chance Vought, no centro de consulta de registro de James Forrestal. Eu estava envolvido com os fluidos mecânicos. Meu chefe era Bogdanoff (nada em comum com o cientista Bogdanoff).

Stephanie Ellis nasceu em Abidjan (Costa do Marfim) em 1946, chegou à América com sete meses de idade. Ela era a especialista da LM, trabalhou com Grumman Bethpage para novas implementações no sistema de navegação da LM (note que LM15 foi oficialmente destruída por Grumman). Ela contribuiu com o debug do programa luminar. Apollo 19 e 20 tiveram sérios problemas com a entrada no dique e com algumas reuniões. O conhecimento técnico dela era tão bom quanto à de Roger Chafee. Ela era uma pessoa maravilhosa e engraçada também. Tenho algumas fotos dela no LEM. Não mostrarei os outros membros da tripulação.

Quanto aos colaboradores russos, não sei como, mas eles foram informados da presença de uma nave no lado distante da Lua. A Luna 15, em julho de 1969, chocou-se no nariz da nave. Era uma sonda similar a um guarda chuva ou a outra qualquer na órbita lunar. Eles fizeram mapas e quadros precisos da área. O centro das decisões era em Ural, na cidade de Sverdlovsk. O chefe do programa era professor Valentin Alekseiv, que mais tarde tornou-se presidente da academia de ciência de Ural. Leonov foi escolhido por causa de sua popularidade em conduzir o pessoal comunista, e porque ele estava na Apollo-Soyuz. Em 1994, encontrei de novo Valentin Alekseiv em Ural, Yekaterinburg, e ele tinha um modelo da nave feito de malaquita com a cadeira embutida de ouro.

Eu poderia lhe contar cem historias sobre como os Russos quiseram nos impressionar. Por exemplo, quando vim para a academia de Ural pela primeira vez, meus pés escorregaram no chão, eles tinham colocado verniz no chão, não estava seco, queriam nos mostrar seus novos escritórios, ele fizeram tudo isso da “maneira russa”, rapidamente, com grande quantidade de verniz, sem estar completamente pronto.

ENTREVISTADOR – Há alguém nos EUA, na Rússia ou na Europa que possa confirmar a sua história? E você não tem medo que alguém possa ameaçar seus amigos ou parentes?

WILLIAM – Nos EUA, honestamente, não sei quem está vivendo lá agora. Conrad morreu de uma maneira estranha, a morte dele foi terrível. Irwin está morto, acho que Van Braun e James Fletcher também. Leona Marieta Snyder está viva, nos comunicamos e ela me apóia neste trabalho. Na Rússia tem Valentin Alekseiev e Alexei Leonov. Leonov é aposentado, não estou certo disso, mas é por causa dos problemas de saúde dele. Sobre segurança, sem problema já que vivo em Ruanda, eu tive problemas só agora na Europa, minha família está morta. Fui para Ruanda em 1990, e fiquei durante três anos. Os meses de abril a julho foram os piores da minha vida, mas agora tenho amigos verdadeiros na comunidade Tootsie e no governo. Não sou conhecido em Ruanda como William Rutledge e cidadão Americano, tenho uma vida toda nova. Mantive meu sinal da Lua, nomeado de tecido Beta.

ENTREVISTADOR – O que soube sobre o não oficial instituto de pesquisa Warwinck informado no Programa de Aclamação Públicalançado em 1992 para o MUFO?

WILLIAM – Não tinha conhecimento desta informação, 1992 foi um ano muito difícil para mim, estava desconectado de tudo isso.

ENTREVISTADOR – Agora podemos discutir sobre a “nave alienígena” e “a cidade” no lado distante da Lua. Você entrou dentro da nave espacial? Que tamanho era? Encontrou algo lá dentro?

WILLIAM – Entramos dentro da nave gigante, e também dentro de uma triangular. As principais partes da exploração eram essas. Era uma nave mãe muito antiga que cruzou o universo à pelo menos um bilhão de anos atrás (1.5 estimados). Havia muitos sinais biológicos, restos antigos de vegetação em uma seção de “motor”, rochas especiais que emitiam “lágrimas” de um líquido amarelo que tinham algumas propriedades medicinais especiais e, claro, sinais de criaturas extra-solares. Encontramos restos de pequenos corpos (10 cm) vivendo de principio, em tubos de vidros da nave, mas a principal descoberta foi de dois corpos, sendo que um intacto.

ENTREVISTADOR – Você visitou a “cidade” na Lua? Onde é? Você entendeu se havia alguma conexão com a nave espacial? A “cidade” e a “nave” ainda estão lá?

WILLIAM – A “cidade” foi nomeada na Terra e programada como Estação 1, mas pareceu ser um lixo espacial real, cheio de pedaços, peças de ouro, somente uma construção parecia intacta (colocamos o nome de Catedral). Fizemos fotos com pedaços de metais, de toda peça revestida de caligrafia exposta ao sol. No vídeo, as fotos na tela fazem os artefatos parecerem maiores.

ENTREVISTADOR – E o que me diz da “Mona Lisa EBE”? [O nome correto em italiano é Mona Lisa]. Como ela é e onde ela estava na hora que a encontrou na Lua? Onde você acha que ela está agora?

WILLIAM – Mona Lisa. Não me lembro quem a deu este nome, Leonov ou eu, era o EBE intacto. Humanóide, fêmea, com 1,65 m de altura, cabeluda, seis dedos. Função: piloto, pilotar dispositivo fixado para dedos e olhos, sem roupas, tínhamos que cortar dois cabos ligados ao nariz. Não havia narinas. Leonov soltou o dispositivo dos olhos. Concreções de sangue ou biolíquido estourou e congelou a boca, nariz, olhos e algumas partes do corpo.

Algumas partes do corpo estavam em boas condições e não muito comum, (cabelo) e a pele estavam protegidos por uma capa fina transparente. Com dissemos para o controle de missão, as condições do corpo pareciam não vivas e não mortas. Não tínhamos nada de equipamentos médicos, muito menos experiência, mas eu e Leonov fizemos um teste, fixamos nosso bio equipamento no EBE, e telemetricamente as ajudas recebidas pelo cirurgião (médicos da missão de controle) foram positivas. Há outra história, algumas partes poderiam estar inacreditáveis agora, prefiro contar a historia completa quando outro vídeo estiver on-line. Esta experiência foi filmada no LM, encontramos um segundo corpo destruído, trouxemos a cabeça a bordo. A cor da pele era cinza azulado, um pastel azul. A pele tinha detalhes estranhos acima dos olhos e a frente, uma fita ao redor da cabeça não que havia inscrição. A “cabine do piloto” estava cheia de caligrafias e era formado por longos tubos semi-hexagonal. Ela está na terra, não esta morta, mas prefiro postar outros vídeos antes de dizer o que aconteceu depois.

ENTREVISTADOR – Você pôde identificar a origem da nave e a idade da mesma?

WILLIAM – A idade foi estimada em 1.5 bilhões de anos que foi confirmado durante a exploração. Encontramos expulsões da crosta original, e em outros lugares, feldspato em espiral, que veio do impacto que formou Isack D; A densidade dos impactos de meteoros na nave validou a idade e também alguns pequenos impactos brancos na colina de Mônaco ao oeste da nave ajudaram.

ENTREVISTADOR – Pode dar detalhes técnicos para cada material que postou no YouTube? Quero dizer, você pode distinguir entre as transmissões de TV do módulo lunar e as câmaras fotográficas durante esses vôos? Eu precisaria saber de detalhes das fotografias para todos os vídeos que você espalhou na web. Qual o significado dos números estranhos visíveis nos vídeos que às vezes lentamente sai de foco do vôo da Lua?

WILLIAM – Tenho respondido muitas vezes sobre isso, especialmente para os astronautas da Agência Espacial Européia (ESA). A transferência foi feita em Ruanda com codificação, e a recuperação do som não foi muito boa, mas depois se tornou melhor. Os subtítulos não são originais, os coloquei no vídeo após a transferência. Pedi para remover algumas vozes para proteger uma pessoa do controle de missão. Usávamos três câmeras de vídeo na Apollo, uma para o itinerante, chamada GTCA, isto não é o nome de uma companhia, mas uma câmera colorida Westinghouse. Todas as três câmeras de cor têm uma roda colorida, que produziu um atraso de tempo quando transmitido para a terra. Acho que poderia ser possível para uma empresa restabelecer a qualidade da imagem da TV.

A câmera CSM tinha um monitor preto e branco e produzia imagens estáveis e afiadas, porque o foco era visível na tela. A câmera LM tinha um visor de vidro. A câmera foi usada uma vez com o visor AGC, usando as coordenadas, eu transmiti o vídeo durante o vôo. O vídeo do vôo foi feito em gravidade zero. Eu estava na janela esquerda, na horizontal, com as pernas em volta da rede de dormir e lentes de vidro. As câmeras tinham um tubo de vidicon sensível a luz, na verdade a uma grande quantidade de luz. As marcas e números são usados para executar uma boa aterrissagem. Durante o programa 64, quando quase que na vertical, tínhamos que colocar o número 60 no lugar da aterrissagem e esperar lá minutos depois da aterrissagem. Estas marcas estão em ambas as janelas, você pode verificar isso no site da NASA. Por favor, no site original da NASA. Tenho uma foto de alguém que viu no filme da Apollo 13u mudando os diafragmas colocando* durante as transmisso controle de miss de misstados ao nariz. e a marca tinha uma inclinação num ângulo especial. Se der uma olhada, você terá uma idéia da minha posição precisa durante a seqüência.

ENTREVISTADOR – Como conseguiu nesses anos as cópias das fotografias da missão?

WILLIAM – Um dia, alguém que conheço me disse que era o encarregado de manter a segurança ao redor de um container. Uma construção havia sido destruída, e arquivos teriam de ser queimados por uma tocha de plasma. O container estava cheio de coisas interessantes durante esses dias. Como o ser humano é naturalmente curioso, as pessoas encarregadas da segurança entraram no container. Meu amigo pegou uma filmadora de vídeo, um par de pratos de 16 mm, caixas de papel B/W e dois ampliadores. Ele me contatou para vender o papel novo, e foi como descobri as outras coisas. Já havia visto algumas fotos antes, 11*16 e as fotos eram violeta/azul, fotografias RC antigas, assisti aos vídeos, não eram tarefas empresariais, coloquei-os em segurança, a única coisa importante para mim eram as folhas de papel BW. Isso foi há 15 anos.

ENTREVISTADOR – Você já encontrou alguma vez o senhor Clark McClelland, engenheiro formado da NASA que perdeu seu emprego alguns anos atrás por causa do que ele descobriu na KSC (suponho corpos alienígenas ou objetos do espaço)?

WILLIAM – Os documentos podem estar na KSC, mas corpos ou nave alienígena eu acho que não.

ENTREVISTADOR – Você mencionou em uma carta formal as iniciais C.M e M. Quem são eles?

WILLIAM – C.M é o website oficial dos oceanos da NASA [http://oceancolor.gsfc.nasa.gov/]; M. também. A.M é a coordenada 508 . No momento eu só tenho as cartas que troco com o centro espacial Johnson. Penso que há um momento de pânico desde 18 de maio. Cheque a coordenada 508 na ferramenta de busca da NASA. A declaração 508 é uma maneira de empurrar a NASA para um material secreto. Esperei uma reação. É parte da minha estratégia. A NASA tem o direito de me bloquear se eu baixar informações não autorizadas. Se eles explicarem por que me bloquearam, eles reconhecem que os vídeos podem ser obtidos através deles. Se eu os processo por violação da declaração 508, eles serão forçados a provar que baixei um material não autorizado, mas isso não é o caso, nunca vou em frente no site da NASA. Desde 18 de maio, não tenho uma resposta precisa, tenho que esperar por uma decisão das sedes. Até mesmo como um cidadão Italiano você tem o direito de pedir material de uma agencia federal como a NASA, veja a declaração 508 no link http://www.section508.nasa.gov/

ENTREVISTADOR – Você não tem medo da reação do governo americano? E por que falou sobre a data de setembro de 2007, quando a NASA e USAF, segundo você, serão forçadas a contar toda a história antes deste dia? O que significa e quem é sua “garganta profunda”? Em um recente encontro entre nós, você falou sobre o ano de 2012, você disse “em 2012 os fracos morrerão e o governo quer dar uma mordida na herança deles, todos tem que estar preparados para 2012”. Há alguma conexão com o retorno do “planeta X” (o ancião Nibiru, adorado pelos sumerianos na mesopotâmia?) O que soube sobre isso?

WILLIAM – Eu estou na garganta profunda. O que a NASA e a USAF podem fazer agora? Bloquear-me e processar-me seria um reconhecimento. Eles podem falar de brincadeira ou ficção. O único medo que tenho é que eles poderiam abrir um site ou outra conta com meu nome ou colocar vídeos falsos quase perfeitos com erros voluntários para desinformar (causar confusão). Felizmente, a burocracia e o tempo trabalham a meu favor. É uma corrida. Por isso que a idéia de colocar os arquivos de Leonov é uma idéia boa, sem mais controvérsias. Não há fotografias do Leonov, nenhum vídeo dele neste período na LM ou na base da NASA e USAF. Isto relacionado é inimaginável como versão oficial. Sou apaixonado pelo período Sumeriano, da gênese, relatado pelos Sumerianos. Eles explicam claramente como Deus criou o homem. Mas não tenho nenhuma indicação da cosmologia Sumeriana.

Tem uma questão que você não me perguntou e estou sempre surpreso porque ninguém a faz. Por que é necessário esconder os UFOs? Por que desinformação? Por que colocar tudo isso debaixo de um carpete? Isto é uma pergunta de economia. Todas as moedas na terra são baseadas no valor do ouro. Muitos cidadãos não sabem disso, mas o ouro é um metal extraterrestre que vem da morte de uma estrela. Quando uma estrela está morrendo e a sua massa esta crescendo, seus átomos estão comprimidos, e quando a estrela explode, ela espalha grandes quantidades de ouro novo no sistema solar. Por isso que o ouro não é um mineral para negociar, mas sim um metal perfeito de carbono grátis. Isto significa que a substancia mais comum no universo não vale mais que um pedaço de plástico. Isto seria suficiente para derrubar todas as moedas do mundo. Imagine também que um EBE dissesse que “o café tem um ótimo gosto, raro nesta galáxia”. Só a perspectiva de comercializar o café através do universo deslocaria o poder econômico para os países do sul em um dia. Veja, não é problema de pânico, mas simplesmente um problema de economia.

Postado por Cicero Leite às 13:38

© 5982 OVNI Hoje!…. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.
close next picture next picture
Original Picture...
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
,