Fóssil de vida microbiana é encontrada em meteorito

Um trabalho científico foi publicado recentemente no Journal of Cosmology (Vol 21, No 37) em 10 de janeiro deste ano, o qual alega que vida microbiana foi definitivamente encontrada em um meteorito.

Veja abaixo a tradução do resumo do trabalho:

Reportamos a descoberta, pela primeira vez, de células silicificadas de diatomácea [alga unicelular] em um meteorito carbônico que caiu na Província Central do Norte do Sri Lanka em 29 de dezembro de 2012.  A contaminação está excluída devido ao fato de que as abundâncias elementares dentro das estruturas combinam proximamente com aquelas de toda a matriz ao redor.  Também há evidências de estruturas morfologicamente similares às células de chuvas vermelhas que podem ter contribuído com o evento de chuva vermelha que ocorreu dentro do período de dias da queda do meteorito.  Os novos dados das algas unicelulares fossilizadas fornecem uma forte evidência à teoria de panspermia por cometa.

Veja abaixo fotos obtidas por microscópio, das estruturas unicelulares encontradas:

fossil

Fossil diatom = alga unicelular fossilizada; fossil red rain cell = célula de chuva vermelha fossilizada; filamentous diatoms = alga unicelular filamentosa (clique na foto para ampliá-la).

fossil 2

Fossil diatom = alga unicelular fossilizada (clique na foto para ampliá-la).

O trabalho foi submetido por N. C. Wickramasinghe e D.H. Wallis (Buckingham Centre for Astrobiology, University of Buckingham, Buckingham, Reino Unido), J. Wallis (Escola de Matemática, Cardiff University, Cardiff, Reino Unido) e Anil Samaranayake (Medical Research Institute, Colombo, Sri Lanka).

n3m3

Fonte: Journal of Cosmology (Vol 21, No 37)

Colaboração: Marcos Roberto dos Santos

Arquivado em: Fotos, Notícias, OH Tags: , , , , ,

PARA COMPARTILHAR ESTE ARTIGO EM SUA REDE SOCIAL, UTILIZE OS ÍCONES À ESQUERDA DA TELA.

...

SE VOCÊ NÃO ACESSOU NOSSA PÁGINA PRINCIPAL, ESTÁ PERDENDO UM UNIVERSO DE INFORMAÇÕES: OVNIHOJE.COM

...

Outros artigos de interesse:

NASA: Mundos habitáveis, com vida extraterrestre, provavelmente estão lá fora NASA: Mundos habitáveis, com vida extraterrestre, provavelmente estão lá fora
OVNIs / UFOs são avistados voando em formação, na Áustria OVNIs / UFOs são avistados voando em formação, na Áustria
A abdução do garoto Janiel A abdução do garoto Janiel
Enorme cratera aparece na Sibéria Enorme cratera aparece na Sibéria
88 comments
thiago
thiago

existem numeros incalculaveis de planetas no universo, vcs se lembram da teoria de einstein? em que o universo faz curvas,e vcs lembram tambem que temos o muilt verso ou seja ( espelho do universo),? imprecionante tanto e que os cientistas estão provando o mesmo que einstein disse e o pior de tudo que naquela epoca a tecnologia era orrivel. resumindo tudo isso, e que não estamos socinhos no universo e cada dia que passar temos que abrirmos nossos olhos, e tem outra coisa que eu queria deixar bem dito sobre oque eu penso...

não estamos aqui de bobeira,não estamos socinhos no universo (não somos o centro do universo),somos unidos no espaço do espaço, o universo e incriiiiiiiiiveeeeeeeeeeeellll

MÁRIO DIOGO DE MELO JR.
MÁRIO DIOGO DE MELO JR.

O NOSSO SISTEMA SOLAR PODERIA TER SE ORIGINADO AGREGANDO RESTOS MORTAIS DE ALGUM OUTRO SISTEMA ESTELAR EXTINTO, SISTEMA ESSE QUE PODERIA TER ABRIGADO VIDA ABUNDANTE EM ALGUM DE SEUS PLANETAS QUE PODERIA TER SE ESTILHAÇADO NO PROCESSO DE EXTINÇÃO DO SISTEMA. ENTÃO OS COMETAS COM INDÍCIOS DE VIDA PODERIAM SER REMANESCENTES DESSE ANCESTRAL SISTEMA VIVO E A TERRA PODERIA TER SIDO CONTAMINADA POR ALGUM MICRÓBIO EXTREMÓFILO SOBREVIVENTE QUE AQUI ENCONTROU AS CONDIÇÕES IDEAIS PARA SEU DESENVOLVIMENTO, PROLIFERAÇÃO E MUTAÇÕES AO LONGO DAS ERAS.

fotografo
fotografo

assim começou a colonia animal aqui na terra.

O Corvo
O Corvo

O fato desta notiícia não aparecer em nenhum outro lugar (pelo que eu vi lógico) me deixa com uma pulga atrás da orelha...

Fábio
Fábio

Journal of Cosmology não é uma revista muito bem vista pela comunidade científica, só pra avisar.

Gilmarnauta
Gilmarnauta

Dado o avanço nas observações do espaço e o ritmo da exploração do cosmos nas últimas décadas, é cada vez mais viável que os cientistas encontrem algum indício de vida fora da Terra, afirma novo documento do Fórum Econômico Mundial. Assim, é preciso que os países e as grandes organizações comecem a discutir, desde já, os efeitos dessa grande descoberta.

No relatório Riscos Globais deste ano, o Fórum lista alguns dos "fatores X" que devem entrar na roda de debates da comunidade internacional por terem suas consequências incertas para o futuro da humanidade. Além da vida extraterrestre, são citados outros quatro tópicos, como as implicações das habilidades sobrehumanas, o custo da longevidade para o planeta, o descontrole das mudanças climáticas e o da falta de regulamentação na geoengenharia (tecnologia usada para controle do clima).

De acordo com o documento, é possível que, dentro de dez anos, sejam encontradas evidências de que a vida pode existir em algum lugar do Universo além da Terra. Se isso acontecer, o impacto a curto prazo será centrado na comunidade científica. Grande parte do fluxo do dinheiro mundial será colocado na construção de telescópios e novos equipamentos, nas missões robóticas e nas viagens espaciais, além dos esforços para que o corpo humano sobreviva às distâncias interestelares.

Mas a longo prazo, as implicações psicológicas e filosóficas serão profundas. As especulações de que indícios químicos (oxigênio, água e atmosfera, por exemplo) podem dar suporte à vida inteligente fora da Terra vai abalar crenças de religiões e da filosofia humana. O relatório afirma que, com campanhas, o público pode se preparar para esse processo e obter um entendimento científico sobre a posição e a importância da humanidade para o Universo.

André
André

Confirmando: a notícia é REAL.

Embora o link do artigo citado pelo N3m3 esteja em um blog (pelo wp-content na url). o que gera muitas suspeitas, o mesmo texto está no site oficial do Journal of Cosmology, em

http://journalofcosmology.com/JOC21/PolonnaruwaRRRR.pdf

Eles ainda tem mais dois artigos sobre esse mesmo tema: um abordando a chuva vermelha no Sri Lanka

http://journalofcosmology.com/JOC21/RedRainSriLanka/Sri%20Lanka%20Red%20Rain%20is%20having%20a%20cosmic%20connection.pdf

e mais um sobre a descoberta de um fóssil de cianobactéria em meteoritos por um tal de Richard Hoover

http://journalofcosmology.com/Life101.html

Agora, temos de descobrir se os dois artigos falam do mesmo meteorito.

Mas é isso gente: não estamos sós... e nada mudou por enquanto.

Marcelino S. de Melo
Marcelino S. de Melo

Neme estou procurando essa notícia na internet e não acho nada, corroborando o comentário de Eduardo LBM, isso é muito estranho, algo relevante sobre evidências de vida extraterrena que não foi divulgado na mídia. Por que?? já encontraste a confirmação disso em outros sites confiáveis ?????????

Alexandre Leão
Alexandre Leão

Como nós aqui do Blog já sabíamos,era só uma questão de tempo.Não tem saída,a verdade chegou e o contato será aos poucos,mas,rápido e inevitável. Grande abraço a todos.

André
André

Adendo: para ficar completo, agora só bastaria descobrir de onde esse meteorito veio para investigar seu planeta de origem... mas não sei se isso seria possível com nossa tecnologia atual.

radickel
radickel

Acho interessante que vocês leiam o artigo na íntegra no endereço a seguir, http://www.buckingham.ac.uk/wp-content/uploads/2011/09/Polonnaruwa-meteorite.pdf está em inglês, mas não linguagem técnica, muito interessante e contém mais fotos interessantes também, quando ao fato de "a verdade ser revelada aos poucos", acho difícil termos revelações de vida inteligente em outros planetas e sistemas, creio sim que haja vida inteligente fora da terra (a evidencia de vida inteligente aqui na esfera azul, apelidada de terra, fica cada dia mais duvidosa), infelizmente.

André
André

Cadê os céticos para dizerem que não existe vida fora da Terra?

(tudo bem que não era exatamente isso que a gente queria, mas já é um começo)

gemanzano
gemanzano

calma gente a revelaçao tem que ser devagar.

paulo Targent
paulo Targent

Sinceramente, não me empolgo muito com essas notícias, as evidencias que vejo através da natureza, da matemática , e através do raciocínio lógico de que a vida inteligente é abundante em todo o universo,eis o motivo da minha não empolgação quando se descobre um microbio encontrado em um meteorito. Embora importante tais registros para a nossa história.

Anomalo
Anomalo

Vamo lá galera!!!

Cadê a placa de " Estava escrito " ou " Eu já sabia "

Que venha a tão esperada " mudança " .

Algas unicelulares, me parece o começo de tudo!

Agora deixo uma pergunta: Será que a evolução, de onde quer que esse meteóro tenha vindo, foi igual à da Terra?

Abração a todos!!!

Gilmarnauta
Gilmarnauta

Será, a verdade virá atona logo?

Espero que sim....

Cadê Glodo ,discovery civilization,national geografic...

Todos esses não se manifestam????

Será mto para a raça humana o conhecimento do seres extraterrestre?????

n3m3
n3m3

Vou ler o texto com calma quando chegar em casa. Contudo, estando o artigo original certo, ou não, já era de se esperar que alguém iria combater. É assim que as coisas funcionam.

Obrigado pelo link.

Abraço,

Marcelino S. de Melo
Marcelino S. de Melo

Qual é o conceito internacional em Astrobiologia da University of Buckingham ????????????????? Eles estão envolvidos na pesquisa, não apenas o jornal.

n3m3
n3m3

Marcelino, também procurei, mas só encontro links até o trabalho publicado.

Das duas umas: ou a publicação é forjada, ou começou uma campanha para acobertar o fato.

Vamos aguardar para ver.

RSOUZA
RSOUZA

Que pergunta... vão falar que foi uma rocha da Terra lançada ao espaço resultado de um cometa que colidiu com nosso planeta..rsss

radickel
radickel

Correção:

Onde lê-se: quando ao fato de "a verdade ser revelada aos poucos", leia-se: quanto ao fato de "a verdade ser revelada aos poucos".

okan
okan

Concordo!

Como disse antes: Eu queria mesmo era “ver o bixo pegar”, algo como a revelação de onde viemos. Agora, cá pra nós, gastar zilhões pra dizer que encontraram vida microbiológica numa rocha em Marte ou em um meteriorito com tantas evidências em arquivos confidenciais aqui em nosso próprio quintal, é f0d4!

Lua Pequena
Lua Pequena

Bom dia Gilmarnauta !

Essas emissoras só se manifestarão, quando lhes forem dadas a permissão para tal o fazerem. Essas TVs só noticiam o que não afeta os grandes senhores (elite) .Por que ? Porque umas são propriedade dos mesmos e as outras, não o fazem por medo de terem suas portas fechadas.Conclusão: Só saberemos da verdade , quando eles acharem por bem , que está na hora de sermos informados.Isso , provavelmente , acontecerá quando faltar uns minutinhos pra coisa toda acontecer. É sempre assim , nós ( gado ,comedor do pasto que nos sobrou e que nos é imposto e empurrado goela abaixo, pela grande elite do mundo) , somos os últimos a saber e a ser salvos .

Abraços !

Fábio
Fábio

Não conheço o conceito da universidade em si, mas é a única universidade privada do Reino Unido. Mas eu acho que verificar a revista onde o artigo foi aceito é muito mais importante. A revista foi fundada em 2009 por uns caras que aparentemente são obcecados pela teoria da panspermia (colonização da vida em outros planetas por asteroides etc...) Parece que eles já provaram a vida fora da Terra umas 4 vezes desde 2009. Nada contra a teoria em si, eu como Biólogo acho muito possível isso acontecer, e talvez esses pesquisadores tenham encontrado algo importante sim, mas duvido que o processo de revisão do artigo tenha sido rigoroso quanto a metodologia usada. O próprio site deles é muito estranho para um periódico científico ( http://journalofcosmology.com/ ) cheio de merchandise a venda e com livros sobre assuntos meio esotéricos. Mais uma vez, nada contra, como é uma universidade privada ela precisa de uma fonte de renda, só estou alertando para o fato de que nem tudo o que é publicado como ciência é confiável (e isso é aplicado a todas as revistas do mundo). Minha opinião sobre o artigo: Provavelmente contaminação

Minha opinião sobre vida fora da terra: Apenas uma questão de tempo até ser encontrada, ou nos encontrar. Abraços

Hermon Dias
Hermon Dias

Pensa pelo lado positivo, se rolar na midia convencional poderemos dizer que o OH deu a noticia em "primeira mão". ;)

End
End

Do jeito que o assunto extraterrestre está difundido (piada) acho mais convincente a primeira alternativa!

n3m3
n3m3

Obrigado starcraft.

Mas já tem cientista contestando o achado. Abraço.

henderyck dart
henderyck dart

Radickel, esta notícia do jornal é tudo que eu queria ler.... Pode até ser fake ,mas de qualquer forma valeu a pena ter lido.Creio que não falta mais nada pra provar a existencia de "vida"fora da nossa terrinha.

Marcelino S. de Melo
Marcelino S. de Melo

Ainda assim é pouco. Dona NASA nada comentou, não foi obra deles né ? Fico até se provar o contrário que a descoberta é verdadeira e estão fazendo pouco caso. Essa descoberta pressiona Dona NASA a apresentar descobertas melhores neste campo, pois gastaram mais de dois bilhões, num certo jipe-robô e até agora para nada.

Magno
Magno

Marcelino, vi as indicações que você enviou para o Menezes.

Vejo que você realmente pesquisa e que tem uma "caidinha" pelo espiritismo.

Também gosto de pesquisar sobre vários assuntos, incluindo o espiritismo, que por sinal tenho o que eu chamo de "a Bíblia de Allan Kardec", um livro de capa preta que contém todos os livros dele.

Pesquisando nessa miscelânia de informações, o que acho interesante é que depois de "peneirar bastante", chego a conclusão que estão dizendo a mesma coisa com palavras diferente.

Você está entrando em águas profundas e não sei se aqui seria permitido nos aprofundarmos nela, visto que iríamos necessitar de espaço para posts relativamente grandes, pois já observei que alguns participantes não gostam de lêrem comentários grandes.

Abs.

Marcelino S. de Melo
Marcelino S. de Melo

Só faltaria agora esse meteorito ser de Marte para o vexame da NASA em se completar.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

xuxuzinha
xuxuzinha

obrigada pelo link Juliana, pois é muito fácil gritarmos "FAKE" ou "é ET" sem ter algo para se apoiar, só no achismo. parabéns!

Marcelino S. de Melo
Marcelino S. de Melo

É verdade Magno, na verdade tenho 15 anos de pesquisa sobre Espiritismo e uns oito anos de atividade prática nessa Religião/Filosofia/ Ciência, já fui um dirigente de centro espírita, mas estou afastado desse meio e pensando em retornar. Porém: Nunca me limitei apenas ao que os livros espíritas apresentavam, o mais interessante para mim no Espiritismo é a sua Fenomenologia, tive experiências no campo da pesquisa prática sobre mediunidade que não me deixam sombra de dúvida da realidade desses fenômenos e da manifestação de inteligências extracorpóreas atuando na produção dos mesmos. Mas nunca me limitei exclusivamente a esse meio, pesquiso de tudo. Acho que o aspecto religioso que a doutrina tomou aqui no Brasil a partir de Chico Xavier com todo respeito a ele, prejudicou o andamento da parte científica que começou na França. Salvo graças a Deus aos mais recentes trabalhos levados a cabo pela Associação de Médicos Espíritas do Brasil, sobre os efeitos das técnicas bioenergéticas e sobre a neurofisiologia da mediunidade.Outro campo promissor é a Transcomunicação Instrumental pesquisada por gente séria. Sei hoje que é muito difícil entender a tecnologia dos extraterrestres sem uma clara noção da multidimensionalidade do universo e das permanentes interações energéticas entre essas dimensões. Fenômenos mediúnicos de Aporte e Endoporte, ou seja a passagem de matéria através de matéria, conhecida como telergia ou teletransporte, são observados nas aparições de ETs e OVNIs constantemente. Tudo isso pode ser comprovado em breve por uma nova Física que vem senso construída de forma oculta, ignorada pela maioria dos cientistas acadêmicos, mas amplamente desenvolvida no âmbito militar, a partir do estudo sobre o funcionamento de OVNIs nas últimas décadas. Vale lembrar que Ets também podem ser originários de universos ou dimensões paralelas, tese desconsiderada ou ignorada por muitos neste blog. Um abraço.

Magno
Magno

Moderação... Obrigado.

Magno
Magno

Dois comentários seguidos meus, estão na moderação.

Lua Pequena
Lua Pequena

Bom dia Marcelino!

Não entendo , absolutamente , nada sobre espiritismo, mas desde mocinha uma coisa me intriga, nós somos dualidade , isto é , carne e espírito, então , eu na minha santa ignorância, penso que , para a carne ter vida é necessário que haja energia , essa energia tem que ser proveniente de algum lugar.Mas de onde ? Quem sabe, se esse nosso espírito ( alma) , nada mais é que seres energéticos que vieram a este planeta pra terminarem algo físico que ficou por acabar quando eles ainda eram corpóreos? Estes que encarnam no nosso corpo , podem ser provenientes de outras dimensões, de universos paralelos ou até mesmo , e por que não ?De planetas não rochosos, compostos por gases , pois se esses seres não possuem corpos físicos, apenas energéticos, não necessitariam de um planeta rochoso. Não precisariam pisar, literalmente ,nele.Portanto, às vezes, penso que a metade que compõem o ser humano, é extraterrestre. Justamente essa que chamam de espírito.

Sei lá! Posso ter acabado de escrever inúmeras besteiras ou , até para alguns, inúmeras infâmias , heresias, etc, mas no fundo ,realmente ,essas coisas me passam pela cabeça. Como aqui é um espaço democrático, resolvi expor essas minhas ideias. Quem sabe, não haja alguém que pense assim também ?

Abraços !

Magno
Magno

Sua ideias estão bem parecidas com as do prof. Laércio Fonseca.

Abs.

Marcelino S. de Melo
Marcelino S. de Melo

Confesso que este Professor Laércio eu não conheço é nada, minhas ideais se baseiam em muitas pesquisas ao longo de alguns anos e não só em um ou outro autor. Quanto a associação entre a Física e fenômenos psíquicos/mediúnicos, um trabalho que merecer respeito e sempre será lembrado é o de Sir. Willian Crookes sobre materializações espirituais.

A gama de cientistas que deram parecer favorável a tese espírita é bem grande dentro e fora do meio espírita, parece-me que é ainda um tipo de pesquisa sob censura do establishment científico até hoje. Segue links abaixo sobre a Bibliografia de Pesquisas Científicas de Fenômenos Espíritas e sobre o trabalho de Crookes.

http://www.sirwilliam.org/index.php?option=com_content&view=article&id=6%3Asir-william-crookes&catid=44%3Acontents&lang=br

http://pt.wikipedia.org/wiki/William_Crookes

http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/ciencia/bibliografia.html

Magno
Magno

Marcelino, não foi minha intenção dizer que você se baseou nele (na verdade, era mais em tom de elogio). Como disse antes, vejo que você pesquisa, isso já foi demonstrado pela quantidade e variedade de links que disponibiliza em seus posts.

Vou analisar os links que postou e depois dou alguma opinião.

Abs.

Marcelino S. de Melo
Marcelino S. de Melo

Eu sei ha ha ha ha , tudo bem Magno estou quase terminando o livro mas vou reler algumas partes dele para buscar entendê-lo melhor, e assim poder dar uma opinião melhor sobre seu conteúdo, mas é que entrei no site do professor Laércio e achei ele New Age demais, posso estar enganado sobre isso mas é que sinto uma falta tremenda de gente gabaritada e séria para pequisar esse assuntos hoje em dia. Os que haviam já morreram quase todos.

© 2014 OVNI Hoje!. All rights reserved. XHTML / CSS Valid.
Proudly designed by Theme Junkie.
close next picture next picture
Original Picture...
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
,