web analytics

Grande reservatorio d’água é encontrado em região do espaço onde uma estrela está prestes a nascer

Vista da Nuvem Molecular em Touro, obtida em infravermelho do telescópio Herschel’s.  Esta Nuvem Molecular está a 450 anos luz da Terra. Clique na foto para ampliá-la. (Créditos: ESA/Herschel/SPIRE)

O Observatório Espacial Herschel, da Agência Espacial Européia (ESA), descobriu vapor d’água suficiente para encher mais de 2.000 vezes os oceanos da Terra, em uma região de gás e nuvem de poeira no espaço que está prestes a entrar em colapso e se tornar uma nova estrela similar ao nosso Sol.

As estrelas se formam dentro de nuvens de poeira e gás frios, chamados de núcleos pré-estelares, que contém todos os ingredientes para fazer sistemas solares como o nosso.

A água, que é essencial para a vida na Terra, tem sido anteriormente detectada fora de nosso sistema solar, na forma de gás ou como uma fina camada envolvendo pequenas partículas de poeira ao redor de locais ativos de formação de estrelas, e em discos protoplanetários capazes de formar sistemas planetários alienígenas.

As novas observações de um núcleo pré-estelar na constelação de Touro, conhecido como Lynds 1544, constituem as primeiras detecções de vapor de água em uma nuvem molecular que está prestes a se tornar uma estrela.

Paola Caselli, da Universidade de Leeds, no Reino Unido, disse: “antes de nossas observações, o entendimento era de que toda a água estava congelada sobre os grãos de poeira, porque era muito frio para estar no estado gasoso, assim não podíamos medí-la.  Agora precisaremos revisar nossa compreensão dos processo químicos nesta densa região e, especialmente, a importância dos raios cósmicos para manterem alguma quantidade de água no estado de vapor“.

As observações também revelaram que as moléculas de água estão fluindo para o centro da nuvem, onde a nova estrela provavelmente irá se formar, indicando que o colapso gravitacional recém iniciou.

Parte do vapor d’água detectado no L1544 irá formar a estrela, mas o resto será incorporado no disco ao redor da estrela, fornecendo um rico reservatório d’água para alimentar novos potenciais planetas.

Graças ao Herschel, agora podemos seguir a trilha da água de uma nuvem molecular no meio interestelar, através do processo de formação de uma estrela, até [o processo de formação de] um planeta como a Terra, onde a água é um ingrediente crucial para a vida“, disse Göran Pilbratt, da ESA.

n3m3

Fonte: www.astronomy.com

Colaboração: BiGBanG

 

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh