web analytics

Documentos oficiais: Os discos voadores estão aqui

Vejam abaixo o artigo publicado Pepe Chaves, no site www.viafanzine.jor.br:

Pesquisador Mário Rangel compartilha listagem do Arquivo Nacional contendo

centenas de documentos ufológicos mantidos como sigilosos em outrora.

 Por Pepe Chaves*


Informações sobre OVNIs

Através da Lei de acesso à informação, o pesquisador, autor e hipnólogo em ufologia Mário Nogueira Rangel requisitou recentemente ao Serviço de Informação ao Cidadão do Arquivo Nacional (SIC-NA), em Brasília, alguns documentos relativos a registros oficiais de OVNIs no Brasil.

 O foco de seu interesse seria os documentos que registram OVNIs captados por radares em território nacional, o que ainda não foi possível acessar até o momento.

 Entretanto, nesta quinta-feira (14/06), Mário Rangel informou que recebeu retorno do SIC-NA. “Recebi hoje e-mail do Diretor-Geral do Arquivo Nacional, Jaime Antunes da Silva e, em separado, vastíssima documentação da FAB no Arquivo Nacional sobre OVNIs, uma das quais tem 244 páginas, incluindo informações bem recentes (link abaixo). Os discos voadores estão por aqui. O que quero consultar, todavia, ainda não foi liberado (a documentação sobre os OVNIs registrados nos radares)”, afirmou o pesquisador.

 A requisição de Rangel foi enviada ao capitão Herbert Filgueiras, responsável pelo SIC Serviço de Informação ao Cidadão da Aeronáutica e a senhora Sílvia de Moura, Autoridade de Monitoramento do SIC do Arquivo Nacional.

 De acordo com informações, o capitão Herbert Filgueiras solicitou busca dos documentos pedidos por Rangel, mas até o momento estes não foram localizados.

Cenas de casos listados

Contudo, o SIC-NA enviou ao pesquisador uma listagem em Excel dos documentos referentes a OVNIS até o presente encaminhados ao Arquivo Nacional pelo Comando da Aeronáutica. Os documentos remontam o arquivamento de centenas de casos a partir de 1952, sendo o mais recente datado de 2010.

 A listagem, produzida pela Coordenação Regional do Arquivo Nacional no Distrito Federal, é atualizada pela equipe técnica conforme as remessas efetuadas pelo Comando da Aeronáutica, sendo a última correção datada de maio de 2012.

 São expressas referências particulares (“observações”) aos casos expostos nos documentos classificados. Estes se compõem de relatos em áudio e por escrito; transcrições; ocorrências registradas pelo tráfego aéreo; questionários de avistamentos; recortes de inúmeros veículos de imprensa, além de relatórios oficiais, ofícios e despachos, todos relacionados a casos de aparições de OVNIs no Brasil.

 Antes da desclassificação – exigida por lei -, a classificação de cada documento variava de acordo com o grau de complexidade do registro. Assim, os documentos foram classificados como “Sigiloso Reservado”, “Sigiloso Confidencial”, “Ostensivo” e “Confidencial”.

 Desclassificados em outros países

 Alguns meses após o Brasil baixar, em agosto de 2010, uma Portaria instruindo novas medidas para tratar das notificações sobre OVNIs (Objetos Voadores Não identificados) no espaço aéreo do país, a Argentina decidiu criar uma comissão especializada para registrar e investigar denúncias do aparecimento de OVNIs no espaço aéreo daquele país.

 A Comissão de Estudo de Fenômenos Aeroespaciais (CEFAE) foi criada em 2011 e está designada à investigação dos casos de anomalias nos céus da Argentina. De acordo com informações do jornal argentino Clarín, desde sua criação esta comissão já recebeu 102 relatos, mas somente 23 destes seguem em investigação.

 Também na Inglaterra foram liberados nos últimos anos diversos documentos oficiais relacionados aos registros de OVNIs naquele país. São relatos de civis, militares e operadores de voo, além de imagens e casos insólitos ocorridos na terra da rainha.

 * Pepe Chaves é editor do diário digital Via Fanzine e da Rede VF.

Termos recém pesquisados por leitores:

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh